A atriz Carolina Dieckmann, 40, voltou a falar neste domingo (24) sobre a polêmica em torno da separação de José Loreto, 34, e Débora Nascimento, 33, e afirmou que entende a dúvida de alguns fãs que a apontaram como possível affair do ator e que perdoa as pessoas que pensaram mal dela.

acb6ecde0988956dbfd557cd7435aff7Foto: Reprodução/instagram/@loracarola

"Qualquer pessoa entenderia [o frame em que ela aparece abraçando o ator], mas realmente eu concordo que o momento em que foi tirado aquilo, gera comentários, dúvida nas pessoas, mas eu perdoo quem pensou mal de mim. A verdade um dia aparece, as coisas estão aí. Eu entendo", afirmou a atriz no bloco da Preta Gil, no Rio.

A polêmica em torno de Carolina Dieckmann, que está atualmente em "O Sétimo Guardião" (Globo), começou com um vídeo que o colega Marcelo Serrado, 52, publicou no Instagram e que mostra a atriz abraçando o Loreto. Alguns internautas, no entanto, congelaram um frame e apontaram como sendo dos dois atores se beijando.

"Isso é um circo na vida de uma família", afirmou Dieckmann sobre as especulações que surgiram desde o anúncio de separação entre Loreto e Débora Nascimento, ocorrido no último dia 16. "Eu não vou tomar partido de ninguém. Quero que todo mundo seja feliz (...) Estou orando para que tudo se resolva da melhor maneira possível".

Dieckmann já havia falado sobre o vídeo e destacou, na ocasião, que a falsa impressão de beijo era resultado do ângulo da imagem. "Pararam um frame no meio para parecer algo! Patético!", escreveu também Serrado, respondendo a um seguidor. Logo depois, ele apagou o vídeo.

A atriz ainda recordou neste domingo o seu processo de separação com o ator Marcos Frota, 62, em 2004: "Eu já me separei com criança no meio e fiquei assustadíssima porque algumas pessoas me criticaram, porque nossa vida é muito exposta. Era uma dor ter que explicar tudo aquilo". Loreto e Nascimento são pais de Bella, de 10 meses.

POLÊMICA
Dieckmann não foi a única apontada como pivô da separação de Loreto e Nascimento. Marina Ruy Barbosa, 23, que também está em "O Sétimo Guardião" e contracena com o ator, foi citada por sites e programas de fofoca. Famosas como Bruna Marquezine e Giovanna Ewbank até deixaram de segui-la nas redes sociais.

Marina, que é casada com o empresário Xandinho Negrão, 33, desde outubro de 2017, chegou a comentar a polêmica, que ela atribuiu a "fofoqueiros da internet". "Amo meu marido, sou muito feliz no casamento e nunca teria, nem nunca tive nada além de uma parceria profissional e amizade no trabalho como consequência da novela".

Em meio aos "ataques" às supostas amantes do ator, Loreto postou uma mensagem de desculpas a Débora Nascimento, em que afirmou que, "apesar das evidências, nada aconteceu". Ele não citou nomes, mas disse se arrepender: "Não fui legal com você, cruzei fronteiras emocionais que hoje me arrependo profundamente."

A declaração do ator, no entanto, não teria sido uma iniciativa própria, segundo o jornalista Leo Dias, do programa Fofocalizando (SBT). Ele afirmou que a ordem teria partido da Globo, para preservar "a principal estrela e protagonista, Marina Ruy Barbosa". Procurada, a emissora não confirmou a afirmação do jornalista.

Enquanto as especulações continuam, a Globo confirmou que todos os atores envolvidos continuam a gravar normalmente. O próprio autor de "O Sétimo Guardião", Aguinaldo Silva, afirmou nesta quinta (21) que a trama não terá mudanças e que Gabriel (Bruno Gagliasso) e Junior (Loreto) continuarão a lutar pelo amor da Luz (Marina).

Fonte:FolhaPress