O São Paulo se destacou no mercado da bola e começou os trabalhos nos Estados Unidos neste sábado (5), com bons reforços para 2019. Ainda assim, a vida do tricolor paulista não deve ser fácil.

6c3179b0aa6bd7d4e3dd1a9932c88a78Técnico André Jardine - Foto: Érico Leonan/ saopaulofc.net

Hernanes, Pablo e Tiago Volpi vão tentar ajudar o clube a resolver alguns problemas colecionados nos últimos dez anos para recolocar o time no primeiro lugar entre os grandes. Para tanto, será preciso superar alguns desafios.

No Campeonato Paulista, o São Paulo entra em campo pressionado. A equipe tenta acabar com o maior jejum de sua história. Desde 2005, quando era treinado por Emerson Leão e tinha Rogério Ceni como capitão, o clube não levanta uma taça do estadual. Antes, o maior hiato de conquistas era entre 1957 e 1970 -período em que o tricolor paulista direcionou seus esforços para a construção do Morumbi.

Na Libertadores o São Paulo não teve muita sorte no sorteio e vislumbra um caminho de percalços. Quinto colocado no último Brasileiro, o time vai disputar a etapa eliminatória, quando encara o Talleres, da Argentina. O primeiro duelo será em 6 de fevereiro, fora de casa. O jogo de volta será disputado no dia 13, no Morumbi.

Apesar de o adversário não ser um clube de tanta tradição, estará em jogo a rivalidade com os argentinos. Além disso, o tricolor não coleciona um retrospecto positivo contra equipes não tão famosas do país vizinho nos últimos anos. Pela Copa Sul-Americana, o time foi eliminado em 2017 pelo Defensa y Justicia, em pleno Morumbi, enquanto em 2018 acabou superado pelo Colón, nos pênaltis.

Se conseguir a vaga, o tricolor também vai enfrentar um grupo considerado forte na fase seguinte. A chave conta com o atual campeão da Libertadores, o River Plate, o Internacional e o Alianza Lima, do Peru. Apenas os dois mais bem colocados seguirão para a etapa eliminatória.

Outra questão para o São Paulo é a comissão técnica. Apesar de ter o respaldo da diretoria, André Jardine ainda enfrenta a desconfiança de parte da torcida. Para esta ala de tricolores, o treinador é considerado jovem demais, tem 39 anos, e pouco experiente para o cargo.

Alguns até acham que Diego Aguirre fora demitido injustamente e, por isso, o técnico assumiu o trabalho com uma carga negativa. Na reta final do Brasileiro, ele comandou o time em cinco partidas -duas derrotas, dois empates e uma vitória.

Fora de campo, o São Paulo se organiza para reduzir ainda mais as suas dívidas. A ideia é que o clube passe a depender cada vez menos da venda de jogadores para manter as suas contas em dia e apresentar uma equipe competitiva. Para 2019, a meta apresentada na projeção orçamentária é de obter R$ 120 milhões com transferências.

Mais uma missão positiva que o clube tem pela frente é a de terminar as obras no Morumbi para receber a abertura da Copa América. O estádio vai ser palco da competição internacional com nova iluminação, vestiários e telão, entre outras melhorias.

JOSÉ EDUARDO MARTINS
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Na tarde deste sábado (05), o argentino Walter Montoya chegou a Porto Alegre para assinar contrato de um ano com Grêmio. No aeroporto Salgado Filho, ele prometeu dar o melhor nesta nova etapa da carreira.

bb4474ea3937ea8865973d6655c0cde6Foto: Instagram / Reprodução

"Agradeço ao Grêmio por confiar em mim e no meu trabalho. Darei o melhor possível. Posso jogar onde o professor Renato (Gaúcho) preferir", explicou.

O desembarque cumpre o protocolo de exames e assinatura de documentos, que culminará com o anúncio oficial do jogador. O acordo foi firmado por empréstimo de uma temporada e cláusula de compra dos direitos, ligados ao Cruz Azul, do México, após o período.

Com 25 anos, Montoya se destacou pelo Rosario Central, da Argentina. Em seguida não conseguiu o mesmo sucesso nos clubes que defendeu.

Foi levado por Jorge Sampaoli para o Sevilla, da Espanha, e em seguida chegou a negociar com o Internacional, mas acabou assinando com o Cruz Azul, do México, onde se desentendeu com o técnico português Pedro Caixinha.

Com um ano em Porto Alegre, o meio-campista possui vínculo até 2021 na equipe mexicana. Sua chegada supre a lacuna criada pela saída de Ramiro, que foi para o Corinthians.

 

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

O Portal jc24horas conversou na manhã de hoje com o campeão piauiense de boxe Rhaleyson, mais conhecido como 64, que falou das suas conquistas em 2018 e dos desafios que terá que enfrentar em 2019. Muito embora nosso encontro tenha sido casual na Empresa Miguel Eletromóveis, nossa entrevista foi bastante proveitosa pois foi a oportunidade de saber das principais dificuldades enfrentadas pelos atletas de nossa cidade.

WhatsApp Image 2019 01 05 at 19.16.18Campeão piauiense de Boxe. (Imagem:Reprodução)

Durante a entrevista, o campeão disse que 2018 foi um ano difícil mas foi de muitas vitórias, participando de grandes competições enfrentando os grandes lutadores do boxe no Piauí e sua meta para 2019 é defender o título de campeão piauiense. "Uma das coisas mais difíceis é trabalhar de noite e treinar durante o dia". Disse o nosso entrevistado. Ao falar de apoios recebidos, ele tem apenas do seu professor. Com a palavra as autoridades que atuam na área do esporte em nossa cidade e no estado, considerando que um título de campeão é motivo de orgulho para a  cidade berço do detentor do título. Confira a entrevista com o campeão.

Da redação

Mauro Boselli é o mais novo reforço do Corinthians para a temporada. O centroavante foi anunciado oficialmente pelo clube na tarde desta sexta-feira (4), após passar por exames médicos e conhecer o CT Joaquim Grava.

bb810a4f55071dc30cbc0e5e7bb42cbfFoto - Divulgação - Corinthians

Ele assinou um pré-contrato para, após regularizar a sua documentação, assinar um vínculo de dois anos com opção de renovação por mais um.

Em um vídeo divulgado pelo clube, Boselli aparece dizendo suas primeiras palavras com a camisa alvinegra. "Olá, Fiel. Quero contar que estou muito feliz de estar aqui. É um grande desafio para mim, e me sinto orgulhoso de poder vestir esta camisa.

Farei tudo para deixar o nome do clube no topo; darei todo o meu esforço para ajudar a equipe. Vai, Corinthians", falou o argentino.

O centroavante jogou os últimos cinco anos no León, do México, pelo qual anotou 130 gols em 219 jogos (média de 0,59 gol por partida), mas preferiu não renovar seu contrato com o clube. Livre no mercado, teve algumas propostas e escolheu o Corinthians. A princípio, ele chega para disputar o comando de ataque com Gustavo, Roger e Jonathas.

O jogador é o sexto reforço anunciado pelo Corinthians, que tem se movimentado bastante no mercado da bola. Antes de Boselli já haviam chegado o lateral Michel Macedo, o volante Richard, o meia Ramiro e os atacantes André Luis e Gustavo Silva.

O meia Júnior Sornoza depende apenas da resolução de uma pendência no visto de trabalho para também ser oficializado.

Boselli tem 33 anos, tendo sido formado pelo Boca Juniors. Ele acumulou passagens por Málaga (ESP), Estudiantes (ARG), Wigan Athletic (ING) e Palermo (ITA) antes de chegar ao León (MEX), no qual foi ídolo. Ele deve voltar ao México nos próximos dias para assinar sua rescisão de contrato e dar uma entrevista coletiva de despedida.

 

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

  • G  Gas
  • Gran Pizza
  • Ada Atten
  • Açai Pizza
  • Miguel Eletromoveis
  • Garoto
  • Galeria dos Calçados
  • Espeto e Cia
  • Nortista
  • Anjos do Saber
  • Rosa Branca
  • Mega Link
  • Faculdade Fera