• Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Garoto

O Campeonato Piauiense terminou no dia 14 deste mês de abril com o River conquistando o título na vitória sobre Altos por 3 x 0. De lá até agora tivemos apenas o futebol feminino com o Tiradentes na Brasileiro da Série A-2 e os jogos do Campeonato Sub-19, evento do calendário da FFP.

eb6a29dc554bc39f4ea0a9e855f697f1Foto - Roberta Aline - Cidadeverde.com

O futebol profissional masculino deu uma parada, à espera da Série D do Brasileiro.

Nesta quinta-feira (2) o Estádio Lindolfo Monteiro reabre as suas portas e para receber Altos e ABC de Natal,a na primeira partida da chamada pré-copa do Nordeste. O segundo jogo será no Estádio Frasqueirão, em Natal, no dia 8.

Quem tiver vantagem na disputa estará na fase de grupos da Copa do Nordeste de 2020. Lembramos que no ano passado o River perdeu disputa igual com o Sampaio Corrêa do Maranhão. Altos irá a campo com algumas mudanças na sua equipe e no comando técnico.

O adversário é bom. Mesmo perdendo a final do Campeonato Potiguar para o América por 2 x 1, o ABC tem time para vencer. Agora mesmo na estreia na Série C do Brasileiro, o alvinegro bateu o Náutico de Pernambuco por 2 x 0.

No início da atual temporada o time potiguar esteve em Teresina e deu empate de 1 x 1 com o próprio Altos pela Copa do Nordeste e no Lindolfo Monteiro.

E ainda nesta semana o futebol vai em frente.No domingo começará a Série D do Campeonato Brasileiro. Altos irá a São Luís para enfrentar o Maranhão Atlético Clube no Estádio Castelão. No Albertão o River receberá o Bragantino do Estado do Pará.

A responsabilidade é maior para os riverinos que atuarão em casa, diante de sua torcida. Aliás queremos ver a torcida do campeão piauiense responder presente no Albertão. O River precisa de boa receita de bilhetria e do incentivo do seu público para começar com vitória a competição da CBF.

 

Fonte:cidadeverde.com

O Ceará estreou com vitória na Série A do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (28), no primeiro jogo sob o comando de Enderson Moreira, o time venceu o recém-promovido CSA no Castelão por 4 a 0, com dois gols de Ricardo Bueno, um de Leandro Carvalho e um de João Lucas.

57339a59c0242d094783e2a0a8c2ed68Stephan Eilert / http://cearasc.com

A partida foi marcada pela interferência do VAR, que anulou um pênalti a favor do Ceará e ajudou o juiz a expulsar o goleiro João Carlos ainda no primeiro tempo.

Na segunda rodada, o time de Fortaleza visita o Cruzeiro no Mineirão, na próxima quarta (1), às 19h15 (de Brasília). Já o CSA receberá o Palmeiras no Rei Pelé.

Diante da defesa fechada do CSA, o Ceará apostou em atacar pelos flancos. Do lado esquerdo do ataque, Apodi conseguiu anular Carli, mas do lado direito Samuel Xavier ganhou quase todas em cima de Carlinhos, levando velocidade e cruzando com perigo. O lateral deu assistência para o gol de Leandro Carvalho e poderia ter feito o seu em contra-ataque, mas foi parado com carrinho pelo goleiro João Carlos. Ricardo Bueno também está entre os melhores, com dois gols marcados e participação nas principais jogadas de perigo.

A situação do CSA já estava ruim com 11 em campo. Ainda no primeiro tempo, o goleiro fez uma falta dura para parar contra-ataque de Samuel Xavier e acabou expulso, complicando ainda mais a vida do time de Alagoas. O meia Matheus Sávio também esteve bem apagado.

Usado pela primeira vez no Brasileiro, o árbitro de vídeo foi acionado duas vezes no Castelão. Aos 38 do primeiro tempo, Carlinhos derrubou Leandro Carvalho e o juiz marcou pênalti, mas decidiu rever o lance no vídeo e voltou atrás. Nos acréscimos, João Carlos matou jogada de Samuel Xavier com carrinho e levou amarelo, mas após a revisão, o árbitro entendeu que a entrada merecia um cartão vermelho. No final, o juiz chamou o VAR para confirmar o segundo gol de Ricardo Bueno.

O time de Fortaleza não teve dificuldade para se impor diante do CSA. Começou pressionando a saída do CSA em busca de espaços, enquanto os visitantes trocavam passes pacientemente no campo de defesa. A primeira chance foi de Ricardinho, que aproveitou rebote de João Carlos e obrigou Didira a salvar com um voleio em cima da linha. O CSA respondeu com cruzamento de Apodi para Patrick Fabiano, mas ele errou o cabeceio.

Depois de tentar se fechar nos primeiros dez minutos de jogo, o CSA criou coragem e começou a tentar sair para o jogo. Porém, sofreu com a bola parada: Ricardinho bateu escanteio curto, Samuel Xavier cruzou na área e Ricardo Bueno cabeceou para o gol. Depois do gol, o Ceará diminuiu o ritmo, mas conseguiu fazer o segundo em um contra-ataque rápido e mortal de Leandro Carvalho.


Parecia que a bruxa estava à solta no Castelão. Patrick Fabiano se machucou e deixou o campo de maca, e Cassiano entrou bem. Pouco depois, Carleto também sentiu dores e deu lugar a João Lucas. Na primeira vez em que tocou na bola, o garoto aproveitou jogada de Bergson e Ricardo Bueno e fez o terceiro do Ceará.

Autor do primeiro gol, Ricardo Bueno protagonizou dois lances estranhos na etapa complementar. Entrou no caminho de uma bola batida por Carleto e acabou servindo de zagueiro para o CSA. Depois, chutou uma bola na trave, e no rebote, Sobral mandou para a rede, mas o assistente assinalou impedimento.

CEARÁ
Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carleto (João Lucas); Fabinho, Auremir e Ricardinho (Fernando Sobral); Chico, Ricardo Bueno e Leandro Carvalho (Bergson).
T.: Enderson Moreira
CSA
João Carlos; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Dawhan, Bruno Ramires, Didira (Madson), Mathes Savio e Robinho (Jordi); Patrick Fabiano (Cassiano).
T.: Marcelo Cabo
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Público;Renda: 12.550 torcedores/R$ 107.024,00
Cartões vermelhos: João Carlos
Gols: Ricardo Bueno (CEA), aos 19min do primeiro e aos 46min do segundo tempo; Leandro Carvalho (CEA), aos 33min do primeiro tempo; João Lucas (CEA), aos 35min do segundo tempo.
Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Na manhã de sexta-feira(26), aconteceu uma reunião na Câmara Municipal de Floriano onde vários desportistas de nossa cidade  deram posse ao ex-jogador de futebol Kamar como Presidente do Cori-Sabbá. O time florianense estava sendo comandado pelo médico Hugo Coelho que era vice-presidente e nessa reunião passou os destinos do alvinegro para o ex-jogador.

WhatsApp Image 2019 04 26 at 08.46.36Kamar(no centro) assumiu a presidência do Cori-Sabbá. (Imagem:Carlos Iran/jc24horas)

Participaram da solenidade vários desportistas de nossa cidade, dentre eles o Presidente do time do Princesa do Sul José Filho, o ex-goleiro Álvaro, dentre outros. Nosso repórter Carlos Iran registrou os principais momentos do encontro e conversou com o novo presidente sobre o futuro do Cori-Sabba. "O primeiro passo é uma reforma no estatuto". Disse o presidente. Confira a entrevista.

WhatsApp Image 2019 04 26 at 08.39.51 1Reunião de posse do Kamar na presidência do Cori-Sabbá. (Imagem:Carlos Iran/jc24horas)

Da redação

O Taubaté mostrou força dentro de sua casa e derrotou neste sábado o Sesi-SP por 3 sets a 0 - com parciais de 25/23, 25/22 e 25/20 -, no ginásio Abaeté, em Taubaté (SP), para empatar em 1 a 1 a série melhor de cinco da final da Superliga Masculina de Vôlei. Na primeira partida do confronto, no ginásio da Vila Leopoldina, o time da capital paulista havia vencido com um triplo 25/22.

df4b6c37374bfc1eadee665fa05a4e7dGaspar Nobrega/Inovafoto/CBV

Atual vice-campeão da Superliga, o Sesi-SP busca o segundo título da competição. Vice na temporada 2016/2017, o Taubaté mira a primeira conquista nacional. Contando os dois jogos da final, os rivais paulistas já fizeram nove partidas nesta temporada. O time da capital leva vantagem por 6 a 3.

Com a série empatada em 1 a 1, a próxima partida será nesta terça-feira, às 21h30, na Arena Suzano, em Suzano (SP), onde a capacidade é maior e atende um maior número de torcedores. O quarto jogo será no mesmo local no próximo sábado, no mesmo horário. Se necessário, o quinto e decisivo confronto também será na cidade da Grande São Paulo no dia 11 de maio.

Um dos destaques do Taubaté, que é comandado pelo técnico Renan Dal Zotto, da seleção brasileira masculina, o ponta Lucarelli ressaltou a importância de ter vencido o jogo deste sábado por 3 sets a 0. "Significa que nossa proposta pra esse jogo deu certo. Jogamos muito mal o primeiro. Hoje (sábado) a postura foi muito melhor. A torcida, mais uma vez, ajudou. Agora é descansar que terça-feira tem mais", comentou.

Do outro lado, o levantador William lamentou a perda da invencibilidade de 18 jogos na Superliga. "Final é final. São dois times super competentes, dois grandes times. Abrimos no segundo set, mas pecamos na hora de tomar decisões erradas. Eles decidiram certo e ganharam o jogo. Mas a série é longa, tem muito jogo bom pela frente", disse.

Ao contrário da partida na Vila Leopoldina, na última terça-feira, o time de Taubaté entrou em quadra com uma postura mais agressiva no saque, principalmente, e conseguiu desestruturar a boa linha de passe do rival. As entradas de Uriarte e Abouba no segundo set, nos lugares de Rapha e Vissoto, deram mais velocidade à equipe e força no ataque pela saída de rede. O ponteiro argentino Facundo Conte foi eleito o melhor em quadra.

Fonte: Estadão Conteúdo