O prazo para os médicos se apresentarem para trabalhar pelo Programa Mais Médicos terminou nesta quinta(10). No Piauí, a Secretaria Estadual de Saúde informou que 33 médicos deveriam ter se apresentado até ontem e que o levantamento completo só será feito pelo Ministério da Saúde na próxima segunda-feira(14). As vagas que sobrarem serão somadas a outras 24 que estão em aberto e devem ser preenchidas somente com médicos brasileiros, formados no exterior.

379588ac138154cf50372ba5797cd30fFoto: Wilson Filho/ Cidadeverde.com

A coordenadora do Mais Médicos, Idvani Braga, informa que as vagas abertas são para serem ocupadas com médicos em 45 cidades do Piauí.

"Os últimos dados que temos que ficaram era de 57 vagas remanescentes, divulgado em dezembro. Essas 33 só podem ser preenchidas por brasileiros formados no país, com CRM do Brasil, como é previsto no edital 22, o último que tinha sido lançado, onde eles são tidos como prioritários. Então, esses 33 ficaram de se apresentar, pois já tinham preenchido as vagas, mas ainda tem 24 vagas restantes que ficaram sem escolhas”, explicou a coordenadora.

Idvani Braga acrescenta que se o levantamento do Ministério da Saúde indicar que o total dessas vagas ainda não forem preenchidas, elas se somarão as 24 e serão destinadas aos médicos formados no exterior que estão inscritos. Mas ela informou que essa etapa prevista em edital só ocorrerá no dia 31 de janeiro.

“Já estão inscritos os profissionais brasileiros formados no exterior, só aguardando o final desta etapa em que são chamados os formados no Brasil, para que se o total de vagas existentes não forem ocupadas, eles poderem ser chamados. Então, a partir do dia 27 de janeiro os brasileiros formados nos exterior entram no sistema para inseriram documentos para poderem completar as vagas se houver necessidade, cujo prazo de apresentação é no dia 31”, esclareceu.

Depois disso, ainda há a etapa em os médicos estrangeiros formados fora do Brasil entram na lista, que deve acontecer somente no início de fevereiro se ainda houverem vagas em aberto, de acordo com Idvani. Ela contou que nesta etapa é que estão inscritos vários médicos cubanos.

 

Fonte:cidadeverde.com