• Dario PAX
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Posto Aliança
  • Farmaduty

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que é um dever do governo contingenciar. "Em um País onde nós estamos, e todos sabem disso, fiscalmente desequilibrados, é um dever em primeiro lugar, de parte do presidente e de sua equipe, proteger o orçamento, porque é com ele que a família Brasil vive", disse.

c9ba8578e60e79b3a0057433dbdc6edcFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro foi questionado sobre o que de fato aconteceu na reunião de líderes da Câmara com o presidente Jair Bolsonaro ontem. Deputados que haviam se reunido com o presidente Jair Bolsonaro na tarde de terça-feira, 14, disseram após o encontro que o governo iria rever o bloqueio de recursos no orçamento da Educação.

Líderes de quatro legendas, entre eles do partido do próprio presidente, disseram que Bolsonaro telefonou para o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e determinou que novos cortes deixem de ser feitos. A informação foi dada pelos líderes do PSL, Delegado Waldir (GO), do Novo, Marcel Van Hattem (RS), do Podemos, José Nelto (GO), e do Cidadania, Daniel Coelho (PE), mas o governo negou a informação depois. "Ninguém do governo falou, quando falou manteve clareza sobre o que é contingenciamento", respondeu Onyx sobre o ocorrido.

"Alguém, ou porque tinha interesse político ou porque queria mais um pouquinho de luz, entendeu algo que era completamente desconectado daquilo que estava sendo dito, que lhe servia politicamente e que sustenta essa posição. O governo, de maneira uniforme, se manifestou ontem reafirmando que contingenciamento é o governo ser prudente", disse.

"Estamos diante de uma reestruturação importante que é a Nova Previdência, que vai ser votada até meados do mês de junho, dentro do primeiro semestre. Com isso, o governo se reorganiza do ponto de vista fiscal", afirmou o ministro. "Estamos dando condições para que o Brasil possa lentamente se recuperar. Foram 30 anos moendo o dinheiro dos brasileiros", afirmou. "Hoje o governo brasileiro tem fim em si mesmo", disse. "Temos 30 anos do cachimbo usado do lado errado".

Fonte: Estadão Conteúdo

O senador Ciro Nogueira, presidente do Progressistas, reuniu a bancada do partido no Piauí para uma “reunião de avaliação”, segundo o próprio definiu, na manhã desta segunda-feira (06/05).

7003383334840695677 IMG 8785

Ciro Nogueira sempre se reúne com os filiados e desta vez tratou sobre a definição do novo secretariado estadual. Para o senador, a principal avaliação é que o partido e toda a sua bancada segue unida, em prol de projetos que possam contribuir com o desenvolvimento do estado.

“Nós que somos Progressistas tratamos de unificar o nosso discurso, o discurso de todos que fazem o partido. Estamos ao lado do governador desde 2014 e não é por uma questão cargos, mas sim por acreditarmos em um projeto político. E assim permanecemos com cargos, mas a escolha é do governador”, afirmou Ciro.

Participaram da reunião a deputada federal Margarete Coelho, os ex-deputados federais Mainha e B.Sá, os deputados estaduais Júlio Arcoverde (presidente do Progressistas no Piauí), Wilson Brandão, Hélio Isaías, Firmino Paulo, B.Sá Filho e Belê Medeiros, os prefeitos Zé Raimundo (Oeiras), Junior Carvalho (Demerval Lobão) e Carmelita Castro (São Raimundo Nonato) e os vereadores de Teresina Aluísio Sampaio e Inácio Carvalho.

 

Fonte:Ascom

A possibilidade de filiação do prefeito de Teresina, Firmino Filho ( PSDB), ao Progressistas voltou a ser ventilada nos bastidores políticos. No Progressistas, o nome do tucano e do presidente nacional da sigla, senador Ciro Nogueira, são apontados como os possíveis candidatos do partido.

dessFoto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Ciro Nogueira diz que a escolha dependerá de pesquisa. Se ele estiver bem nas pesquisas poderá concorrer ao cargo, caso contrário, o nome mais provável é do prefeito Firmino Filho.

 

Fonte:cidadeverde.com

O auditório do  Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Floriano foi palco de uma reunião com o Presidente do Núcleo estadual do partido Novo Wallace Miranda e simpatizantes da sigla que ainda é uma semente no estado do Piauí. Após o público presente ouvir as explicações do Wallace, a palavra foi facultada para que todos pudessem manifestar suas opiniões e ainda fazer algum questionamento sobre tudo o que foi narrado acerca do partido.

WhatsApp Image 2019 05 04 at 18.43.23Wallace Miranda. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Em entrevista concedida ao Portal jc24horas, Wallace disse que trata-se de um trabalho de expansão do partido Novo em todo o Brasil, com realização de reuniõesn as principais cidades do estado para crescer e participar das eleições do próximo ano. Em Teresina, as reuniões acontecem em maior quantidde e o objetivo é fazer com que em Floriano as reuniões também aconteçam com mais frequência."O partido Novo já ocupou seu espaço. Temos 08 deputados federais, o Governador Zema em Minas Gerais e deputados estaduais e vereadores em cidades do sul e sudeste do país e agora estamos plantando essa sementinha aqui no Piauí". Disse Wallace em entrevista ao jc24horas. Confira na íntegra o que disse o nosso o Presidente do núcleo do Novo no estado do Piauí.

Da redação