• Dario PAX
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Oticas Floriano

O senador Romário (PSB-RJ) desistiu de sua candidatura à prefeitura do Rio, nas eleições marcadas para o dia 2 de outubro. A informação foi publicada pelo jornal O Globo e confirmada ao G1 pelo diretório nacional do PSB.

brazil politics ueslei marcelino reuters 2 bT6RmKYO senador Romário (PSB-RJ) desistiu nesta quarta-feira de sua candidatura à prefeitura do Rio (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

O partido também confirmou que Romário deixa a presidência dos diretórios estadual e municipal do Rio. Ainda não há informações sobre que candidato ou partido Romário irá apoiar nas eleições municipais do Rio. A definição ocorreu após uma reunião realizada em um hotel na Zona Sul do Rio.

 

Fonte: G1

Na sexta-feira (15), o presidente em exercício, Michel Temer, disse que o país está "preparadíssimo" para enfrentar ameaças de terrorismo durante a Olimpíada do Rio de Janeiro.De acordo com o G1, Temer falou em entrevista para o GloboNews sobre as medidas que o governo tomou para reforçar a segurança durante os Jogos Olímpicos. Segundo decreto publicado ontem, as diárias de servidores públicos, entre eles agentes da Força Nacional, que trabalharem no chamado período olímpico, entre os dias 24 de julho a 22 de agosto devem aumentar 150%.

pais esta preparadissimo para enfrentar terrorismo diz temer 367234País está "preparadíssimo" para enfrentar terrorismo, diz Temer.(Imagem: Globo)

"Hoje autorizamos um aumento da gratificação para os membros da Força Nacional, depois de falarmos com os ministros Meirelles [Fazenda] e Padilha [Casa Civil] para que os servidores possam ter condições de vivência adequada lá no Rio. Além disso, também autorizamos a contratação de inativos da Polícia Militar que poderão voltar à ativa e trabalhar neste mês em q transcorrem as olimpíadas", finalizou Temer.

 

Fonte:GP1

O deputado Heráclito Fortes oficializou nesta sexta-feira (8) o registro da sua candidatura a presidente da Câmara dos Deputados. O cargo está disponível graças à renúncia na quinta-feira (07) do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

e7f75619cd025d3e26eab37d595d8366Heráclito Fortes. (Imagem:Divulgação)

Heráclito Fortes já teve seu nome citado para disputar as eleições na Câmara. Logo depois da renúncia de Cunha, ele se reuniu com a liderança do seu partido e colocou o nome à disposição.

"Acredito que nesta eleição, a força partidária será menor que a força individual de cada candidato. Eu tenho participado, há mais de um ano, de encontros e conversas de um grupo que vem buscando saídas para a profunda crise do nosso país, que vem lutando para implementar mudanças, e elas vieram, com a abertura e o prosseguimento do processo de impeachment. O Brasil está seguindo no caminho certo, e a Câmara agora precisa seguir neste mesmo caminho”, afirmou.

A eleição acontecerá dentro de cinco sessões, ou seja, na próxima quinta-feira (14). Segundo as regras anunciadas, o novo presidente da Câmara será eleito em primeiro turno caso obtenha a maioria absoluta dos votos. Ou seja, se estiverem presentes 500 deputados, são necessários os votos de pelo menos 251 parlamentares. Se nenhum candidato alcançar esse número, haverá um segundo turno entre os dois mais votados. Neste caso, bastará maioria simples dos votos para eleger o novo presidente da Câmara. O deputado eleito assumirá o mandato que se encerra no dia 1º de fevereiro de 2017.

b135638beef42228c1f63ab35fe0fee5Oficialização de candidatura. (Imagem:Divulgação)

 

Fonte:cidadeverde.com

A presidente afastada Dilma Rouseff (PT) incluiu o Piauí no roteiro de viagens que ela está fazendo no país inteiro com o objetivo de buscar apoio para recuperar popularidade e tentar reafirmar para a população que seu processo de impeachment trata-se de um “golpe”. Na próxima sexta-feira (15), a petista chega a Teresina.

0625f29cc106509263449002c8e3d1beDilma Roussef. (Imagem:Wilson Filho/cidadeverde.com)

Segundo a presidente da Frente Brasil Popular-Piauí, Neide Carvalho, Dilma Rouseff participará de um ato popular no Centro da capital, onde se encontrará com movimentos sociais. O encontro será realizado às 16 horas, na Praça Pedro II.

“Será um ato em defesa da democracia e das políticas sociais”, adianta Neide Carvalho. Além desta mobilização, a presidente Dilma receberá título de cidadã teresinense, proposto pelo vereador Gilberto Paixão (PT) e aprovado ainda em 2013 pelo legislativo municipal.

A Frente Brasil Popular ainda não fechou os detalhes da agenda de Dilma Rouseff no Piauí. Na terça-feira (12) equipes da presidente afastada já estarão em Teresina para acertar os compromissos da chefe do executivo no Estado.

A última vez que Dilma veio ao Piauí foi em setembro do ano passado. Na oportunidade ela participou da edição do Dialoga Brasil no Estado.

 

Fonte:cidadeverde.com