A Procuradoria Geral da República pediu ao supremo que as denúncias feitas pelo Senador Delcídio do Amaral em delação premiada sejam divididas em 20 processos independentes. O pedido precisa ser autorizado pelo Ministro Teori Zavascki, relator da operação lava-jato no STF e o conselho de ética do senado remarcou para o dia sete de abril o depoimento do Senador Delcídio no processo de quebra de decoro parlamentar. O senador está de licença-médica.

delcidioDelcídio do Amaral. (Imagem:Divulgação)

 

Fonte:TV Brasil