• Fartote Freitas
  • Posto Aliança
  • MK Farma
  • Visual Grafica

A Professora Cláudia Alvarenga está se recuperando da fratura no fêmur que sofreu em consequência de um acidente ocorrido no início do mês de novrembro do ano passado, quando andava na garupa de uma moto e depois de vários dias acamada, começa a se locomover através de cadeira de rodas. Sendo possuidora de uma inteligência privilegiada, tira da dura experiência uma fábula que o jc24horas compartilha com todos os internautas, principalmente aqueles que, a exemplo de nossa escritora, estão usando esse meio de locomoção por um período provisório ou definitivo. Confira o texto intitulado: Fábulas da vida real.

WhatsApp Image 2018 01 04 at 19.53.31Cláudia recebe Cadeira de rodas e carinhos de Carol. (Imagem:Arquivo pessoal)

"Sobre a a cadeira de rodas sim é uma benção, só quem já passou muitos dias deitada, sabe como é bom passear em casa, ir na cozinha, na área do quintal tomar sol, enfim, dá uma sensação de independência, porque ficar imóvel no mesmo lugar é muito difícil, agora , estou ansiosa pra ganhar as muletas, vai ser aquele momento lindo, em que estarei de pé novamente. Acordei me sentindo feliz, o clima agradável devido a chuva de ontem, e passeando pela casa, é isso, por mais que jamais imaginasse que faria tal passeio, eu fiz e confesso, foi muito bom, é quase a mesma sensação de ir a praia e comer aquele peixinho assado, foi a sensação que tive hoje, sensação de liberdade. E de repente valorizamos pequenas coisas que fazem uma grande diferença. Ah! Eu conto, porque alguém pode estar de cadeira de rodas e se sentindo mal, achando que é castigo, o meu conselho é paciência e divirta-se com o que puder, como puder, viaje na mente, quando o seu corpo te impossibilita, não coloque grades na sua capacidade de sonhar, e ore a Deus para ficar bem, valorize quem te ajuda, principalmente nesses momentos, e o mais vai passar, tenha fé, acredite, por mais difícil que seja. Eu passei 45 dias com muitas dores, muito fortes, e elas já diminuíram, quase não sinto dores, tudo passa, não reclame, apenas agradeça, a forma como reagimos diante de momentos difíceis faz toda a diferença, creia, que é apenas um momento diferente e que sua atitude diante desse momento, pode fazer toda a diferença. Um bom dia gente linda, dias melhores virão".

 

Texto: Claudia Alvarenga.

reidocimentorosa branca