• DarioPax
  • Fartote Freitas
  • Posto Aliança

Presidente nacional do Partido Progressistas, o senador Ciro Nogueira disse que vai defender a liberação dos diretórios para que decidam sobre o apoio no segundo turno das eleições presidenciais, quando se enfrentarão Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

entrevista ciro4

Em entrevista, o senador apostou que a maioria do partido vai defender o apoio a Bolsonaro. Porém, o senador vai defender uma postura de neutralidade do diretório nacional, para que a decisão seja tomada pelos líderes nos estados.

Admitiu que tanto o grupo ligado ao candidato do PSL, como a cúpula petista têm procurado o Progressistas em busca de apoio. Mas, avalia Ciro, os apoios de legendas terão pouca importância nesta etapa do pleito.

Lembra que o grande atrativo de Bolsonaro - que já fez parte do PP - é justamente o fato de não querer o apoio de ninguém. “Apesar de que no dia seguinte ele vai atrás destes partidos para governar”, pondera.

Avalia ainda o senador que neste segundo turno o presidenciável será colocado à prova, pois não poderá deixar de ir aos debates, ficando assim mais exposto. “Boa parte dos que votaram nem conhecem Bolsonaro”, considera o senador, ao colocar que o segundo turno precisa ser pensado de fato como “uma outra eleição”.

 

Fonte:180 graus

migel 01rosa branca