Finalistas da Copa do Brasil, Cruzeiro e Corinthians voltam a se enfrentar na decisão de um torneio nacional após 20 anos. A primeira e última vez que os clubes decidiram uma competição foi em 1998, quando o Corinthians conquistou o seu terceiro título do Campeonato Brasileiro.

af1b0c4085ab2ee872e90e4a14ede358Crédito da foto: Lucas Figueiredo/CBF

Naquele ano, a competição foi disputada em melhor de três jogos a partir das quartas de final. Na decisão, Cruzeiro e Corinthians empataram as duas primeiras partidas: 2 a 2 no Mineirão e 1 a 1 no Morumbi. No jogo decisivo, o Corinthians venceu por 2 a 0.

O grande personagem daquela final foi o atacante Dinei, que já havia defendido a equipe mineira em 1995.

No primeiro jogo, realizado no Mineirão, o jogador entrou na etapa complementar no lugar de Didi, quando o Corinthians já perdia por 2 a 0. Ele fez um gol no início do segundo tempo e deu a assistência para Marcelinho Carioca fazer de cabeça e deixar tudo igual.

Uma semana depois, no Morumbi, o atacante começou novamente na reserva e deu outra assistência para Marcelinho abrir o placar da segunda partida. O Cruzeiro, no entanto, conseguiu chegar ao empate com Marcelo Ramos.

O terceiro confronto, realizado novamente no Morumbi, aconteceu às vésperas do Natal -23 de dezembro. E o camisa 18 foi o responsável pelas assistências para os gols de Edílson e Marcelinho Carioca na vitória por 2 a 0.

A equipe corintiana, que tinha como comandante o técnico Vanderlei Luxemburgo, ainda tinha no elenco o zagueiro Gamarra, o lateral esquerdo Sylvinho, hoje auxiliar técnico de Tite, além de Vampeta, Rincón e Ricardinho.

Já o Cruzeiro, dirigido por Levir Culpi, contava com o goleiro Dida, o zagueiro Marcelo Djian, que chegou a jogar pelo Corinthians e, hoje, é gerente de futebol do clube mineiro, Müller e Fábio Júnior.

Na época, as duas equipes jogavam em uma formação mais ofensiva. Hoje, Cruzeiro e Corinthians são adeptos ao futebol reativo. Jair Ventura, pelo lado paulista, e Mano Menezes, do lado mineiro, gostam de times que marcam forte e tenham uma transição ofensiva rápida.

Atual campeão, o Cruzeiro buscará o sexto título da competição. O clube mineiro e o Grêmio são os maiores vencedores com cinco troféus cada. Já o Corinthians ganhou o torneio em três oportunidades.

O primeiro jogo da decisão será realizado nesta quarta-feira (10), às 21h45, no Mineirão. A partida de volta está marcada para o dia 17, no Itaquerão.

No duelo desta noite, Ventura não poderá contar com o volante Douglas, suspenso.

Ele será substituído por Gabriel. Por outro lado, o treinador terá o lateral Fagner, recuperado de contusão. Já Mano Menezes não terá o uruguaio Arrascaeta, convocado pela seleção do seu país. Rafinha deverá ficar com a vaga.

 

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)