O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, indicou nesta terça-feira (4), durante a premiação do Troféu Mesa Redonda, da TV Gazeta, que confia na permanência do técnico Luiz Felipe Scolari para a temporada 2019.

3970ccd8ec7a3fe81c28371a50906449Foto: Cesar Greco / Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O treinador campeão brasileiro confirmou recentemente ter oferta para dirigir a seleção colombiana e prometeu "pensar".

"Não foi falado absolutamente nada. Obviamente ele é um técnico de ponta, está entre os melhores do mundo. É absolutamente natural que existam especulações, porque ele é realmente um excelente treinador.

A posição que tenho é que ele está muito bem conosco, temos uma estrutura de ponta, temos um grupo qualificado. O que tenho a dizer a vocês hoje é isso", disse Galiotte.

"Não vou trabalhar com especulações. O Felipão tem contrato conosco", reforçou o presidente palmeirense.

Na segunda (3), durante o prêmio Bola de Prata, Felipão disse à ESPN Brasil, organizadora do evento, que ponderaria sobre a proposta colombiana. O contrato do treinador com o Palmeiras vai até o fim de 2020, com multa rescisória no valor de um salário (R$ 500 mil).

"Tenho o convite sim, mas é um assunto que agora, quando termina o campeonato, a gente vai pensar com muita clareza, porque nos últimos 20, 25 anos, eu devo ter passado 80% do tempo fora do Brasil. Então, tem também alguns aspectos familiares. E tem também outra família que eu tenho que pensar, que é a família Palmeiras.

A forma como eles me tratam, como eles me receberam, a forma como existe essa identificação entre os palmeirenses e a minha pessoa, eu tenho que pensar", disse Scolari.

O Palmeiras foi o time mais premiado do Troféu Mesa Redonda, com cinco representantes. Entraram na seleção do Campeonato Brasileiro os volantes Felipe Melo e Bruno Henrique, o meia Lucas Lima e o atacante Dudu. Além disso, Felipão foi escolhido o melhor treinador.

Completaram a escalação o goleiro Vanderlei (Santos), os laterais Rodinei (Flamengo) e Reinaldo (São Paulo), os zagueiros Dedé (Cruzeiro) e Geromel (Grêmio), o meia Lucas Paquetá (Flamengo) e o atacante Gabigol (Santos).

ARTHUR SANDES E LEANDRO MIRANDA
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)