• Visual Grafica
  • Posto Aliança
  • MK Farma
  • DarioPax

A partir desta quinta-feira, 19, passam a valer as novas regras da Lei Seca no País, com punições mais rigorosas destinadas aos motoristas que praticarem os crimes de homicídio culposo (não intencional) ou de lesão corporal de natureza grave ou gravíssima, sob efeito de álcool ou de outras substâncias psicoativas que causem dependência.

dcd5a89753c89f829efb618ccaffef5eFoto: Radar Nacional

A pena para lesão corporal passa a ser de 2 anos a 5 anos. Em caso de morte, chega a 8 anos de reclusão.

Atualmente, as penas para esses crimes permitem a fiança, a ser arbitrada por um delegado de polícia. Com as alterações previstas pela Lei 13.456/2017, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB), essa opção no âmbito da polícia deixa de existir, e só quem poderá liberar por fiança será um juiz em análise posterior à prisão.

A nova lei não faz mudanças quanto aos procedimentos adotados durante as fiscalizações policiais e também não altera a tolerância de álcool no sangue ou o valor da multa.

 

Fonte: Estadão

A audiência de instrução e julgamento do ex-cabo do Exército, Wanderson Lima Fonseca, suspeito de atirar na prévia carnavalesca Banda Bandida será realizada nesta quinta-feira(19) no Fórum Criminal. A polícia o indiciou por tentativa de homicídio, lesão corporal e porte ilegal de arma de fogo. A audiência é necessária para saber se ele vai ou não a júri popular.

ed86fb198a5311d806fbf92ddba6985e

Wanderson é suspeito de atirar e atingir três foliões, dentre eles um identificado como Paulo Roberto Rodrigues no dia 13 de janeiro. Ele foi preso em flagrante um dia depois e a prisão foi convertida em preventiva.

Na audiência de hoje devem ser ouvidas cinco testemunhas de defesa e seis de acusação arroladas pelo Ministério Público, além das vítimas e do réu.

À polícia, o ex-militar confessou ter atirado durante a festa carnavalesca e alegou legítima defesa. Wanderson disse que Paulo teria lhe agredido mais de uma vez.

Um amigo de Wanderson, identificado como “Peixe”, também teria atirado durante a prévia de Carnaval, mas não foi indiciado. Segundo o delegado Lucy Keiko, não há “provas robustas” que sustentem sua prisão.

Wanderson está preso na penitenciária Irmão Guido, após não ter seu serviço no 2º BEC renovado.

 

Fonte:cidadeverde.com

A estudante universitária Isabela Rauenne foi vítima de assalto na noite de ontem(19), quando pilotava a sua motocicleta Honda Biz em direção a faculdade e foi abordada por três homens sendo um deles armado com uma faca que tomou de assalto o seu veículo e sua bolsa com vários pertences. Após ser assaltada, a estudante que encontra-se em estado gestacional se dirigiu para a Delegacia de Polícia para registrar o Boletim de Ocorrência e na manhã de hoje(19), uma equipe da Polícia Militar comandada pelo Capitão Bezerra conseguiu recuperar a moto que foi localizada por populares em uma casa abandonada no bairro Planalto Bela Vista, o antigo Morro do Tiro. "Eles botaram a faca na minha barriga". Disse a estudante ao jc24horas.

WhatsApp Image 2018 04 19 at 10.18.34Isabela Rauenne. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Nossa reportagem registrou o exato momento em que os PMs chegavam com a moto na Central de Flagrantes na manhã de hoje(19) e entrevistou o oficial juntamente com a vítima que contou detalhes de como tudo aconteceu. Confiram.

WhatsApp Image 2018 04 19 at 10.18.34 1Mot honda Biz tomada de assalto ontem e recuperada hoje. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Da redação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (19) a operação “Piratas do Asfalto” contra assaltos a carteiros na região do bairro Mocambinho II, zona Sul de Teresina.

239a1ed2b5f987a2e9bded36ba122920

Os policiais cumprem dois mandados de busca e apreensão no bairro numa tentativa de recuperar materiais roubados. Os mandados, são expedidos pela 1ª Vara Federal.
"As buscas foram realizadas em residências do bairro Mocambinho II, com objetivos de localizar produtos de crimes decorrentes de roubos praticados contra carteiros motorizados que distribuem encomendas de Correios naquela região", diz a nota da PF.

A investigação está por conta da Coordenação de combate ao crime organizado. A operação é comandada pelo delegado Marcelo Alexandrino.

A PF informou que não há presos. Todos os mandados foram cumpridos na manhã de hoje.

 

Fonte:cidadeverde.com

reidocimentorosa branca