• MK Farma
  • DarioPax
  • Posto Aliança
  • Visual Grafica

O presidente do PTB no Piauí, deputado Paes Landim, falou sobre a situação delicada do partido na base do governador Wellington Dias (PT). O partido tenta emplacar um nome para concorrer a vice-governador na chapa governista. Segundo ele, sem a vaga, o PTB deve reavaliar a aliança com o governador.

0c802a34eed74323c3169f08f2942a51Foto:WilsonFilho/CidadeVerde.com

Paes Landim afirma que vai ouvir os deputados do partido para a tomada de decisão. “Temos que repensar a posição. É claro que não podemos falar sozinho. O partido tem uma ligação profunda dos deputados estaduais com o governador Wellington Dias (PT). Eles foram secretários do governo. Vamos nos reunir logo após a decisão do governador. Se não for favorável, vamos decidir qual será nossa posição”, comentou.

O PTB perdeu força na chapa majoritária depois que o ex-senador João Vicente Claudino, principal liderança do partido no Piauí, anunciou apoio à oposição. Sem ele, o partido tem dificuldades de disputar a vaga de vice com siglas como o MDB, que deve indicar o deputado Themístocles Filho.

Sem João Vicente, o PTB deve indicar a deputada estadual Jannaína Marques para ser a candidata à vice. Paes Landim diz que se o ex-senador fosse candidato teria o apoio do partido.

“Nosso candidato natural ao governo era o João Vicente Claudino.Se fosse candidato já estávamos com ele na rua. Infelizmente nosso João desistiu, foi uma pena porque quem perde é o Piauí. João demonstrou ser um homem sério, mostrou isso como senador. O Piauí só tem a perder com a saída dele do páreo”, disse.

 

Fonte:cidadeverde,com

reidocimentorosa branca