DaioPax

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto (PMDB-MA), aceitou nesta quinta-feira (10) uma denúncia contra o líder do PT na Casa, senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

senador1Foto: Wilson Filho

Por se tratar de uma denúncia, e não de uma representação, as punições previstas são advertência ou censura (verbal ou escrita). Não cabe a punição com a perda temporária ou definitiva do mandato.

O objetivo da denúncia é apurar se o petista feriu o decoro parlamentar ao bater boca com senadores que integram o colegiado durante reunião que arquivou outra denúncia, que era contra senadoras da oposição.

A denúncia foi apresentada pelo senador José Medeiros (PSD-MT), o mesmo parlamentar que apresentou a denúncia contra as oposicionistas que ocuparam a mesa do Senado para protestar contra a reforma trabalhista.

Na reunião que arquivou essa denúncia, Lindbergh tomou a palavra para dizer que o caso era “uma palhaçada”. O petista, então, bateu boca com os senadores Gladson Cameli (PP-AC), Airton Sandoval (PMDB-SP), Sérgio Petecão (PSD-AC) e com o próprio João Alberto.

Segundo a assessoria do presidente do conselho, será marcada uma reunião, ainda sem data prevista, para a escolha do relator da denúncia contra Lindbergh.

Fonte: G1

Friks peixe
G Gas
Galerias dos Calçados
Nobe Climatizadores
Espeto e Cia
Js Contrutora