DaioPax

Quando decidiu tomar conta do PSB no Piauí, em meados da década passada, o então deputado Wilson Martins decidiu buscar fortes lideranças. E uma delas foi a do deputado Wilson Brandão. O convite – em seguida aceito – gerou uma piada por parte do jornalista Zózimo Tavares: o PSB passava a contar em seus quadros no Piauí com o Wilsão e o Wilsinho.

Rodrigo Martins 01Rodrigo Martins: de saída do PSB, destino do deputado piauinse pode ser novo partido articulado por Maia

A piada pode se repetir agora, mas em nível nacional. E não mais indicando ingresso no PSB, mas saída. É que o deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara e mandachuva do DEM, está convidando para o partido que trocará de nome um outro Rodrigo, no caso o Martins, deputado federal do Piauí. É Rodrigo ao quadrado.

Rodrigo Martins é do PSB, onde está sem nenhum conforto, em confronto direto com a direção nacional do partido. Com um presidente que mais separa que junta os partidários, o PSB não se entende e deve perder metade da bancada na Câmara. Daí, tem poucas chances de permanecer com Rodrigo Martins. Resta saber qual a chance do deputado piauiense desembarcar na sigla que Maia tenta modificar e turbinar.

Rodrigo Martins conta com alguns convites, como o da Rede Sustentabilidade. Mas deve fazer um cálculo de viabilidade política, incluindo a possibilidade de empunhar um discurso situado na oposição ao governador Wellington Dias. Nesse aspecto, se o DEM não mudar de nome, tem poucas chances de assinar a ficha de filiação no time de Rodrigo Maia.

Mas a mudança já está praticamente certa, como adiantado aqui na coluna. O velho PFL deverá passar a se chamar Centro Democrático. E quer ser relevante na maior parte dos estados. Por isso mesmo Maia está se mexendo, atraindo lideranças que somem política e eleitoralmente. O Piauí é um dos seus objetivos.

No Piauí, ‘PSB’ pode seguir junto como Centro

Não é só Rodrigo Martins que está sob a mira de Rodrigo Maia como reforço para o Centro Democrático, partido que substituirá o DEM. Heráclito Fortes, outro em confronto com a direção do PSB, já faz parte do grupo que articula com Maia a formação da nova sigla. E também Átila Lira, outro descontente do PSB, tem convite do presidente da Câmara.

A ida de Heráclito é praticamente certa. A de Átila é uma possibilidade bastante alta. O ex-secretário de Educação já esteve muito próximo do PSDB. Essa possibilidade perdeu força. Também foi convidado por Ciro Nogueira para ingressar no PP – o que só será possível de Ciro deixar de ser aliado de Wellington Dias.

Tudo isso aumenta a chance do convite de Rodrigo Maia ser aceito por Átila. E como é bastante razoável a chance de Rodrigo Martins seguir para o Centro Democrático, os três deputados que hoje estão no PSB seguiriam juntos nas próximas eleições, mas na nova sigla.

Uma questão fica por definir: qual seria o destino de Wilson Martins. Hoje ele preside o PSB no Piauí. Mas é muito pouco provável que fique só – ou que Rodrigo Martins, seu sobrinho, siga para outra sigla sem entendimento prévio com o ex-governador. De repente, ele também pode ir para o Centro.

 

Fonte:cidadeverde.com

G Gas
Galerias dos Calçados
Espeto e Cia
Js Contrutora
Nobe Climatizadores
Friks peixe