O cantor Cleber, dupla de Cauan, será pai. Pelas redes sociais, ele revelou que vem gêmeos por aí. Serão seus primeiros filhos com a esposa Ingrid Mezzon.

5e5f53e49c013987824b9b088000ba40Foto: Reprodução/instagram/@cleber

"Gente, pensa na felicidade que estamos, graças a força da minha guerreira que passou por duas Ectópicas (gravidez tubárias), duas cirurgias graves e mesmo assim se entregou à maternidade sem medo. E quando a fé é grande a bênção vem em dobro", escreveu ele.

Eles ainda não sabem o sexo da dupla.

 

Fonte: Folhapress

Nesta segunda-feira (31), o cantor de forró Mano Walter, 33, deu boas-vindas ao primeiro filho com a esposa Débora Silva. José nasceu na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, de parto normal, pesando 3,615 kg e medindo 50 cm, segundo informou a assessoria do músico.

368398c491b23f1d8ef278ccef7a69c0Fotos: Reprodução/instagram/@mano_walter

"Momento mais especial de nossas vidas, agradecemos a Deus por nosso menino ter vindo com saúde", afirmou Mano através de um comunicado oficial. Nas redes sociais, o cantor compartilhou fotos ao lado da companheira e do filho.

"Sem palavras pra descrever o que estou sentindo. So quero agradecer a Deus por ter me proporcionado a melhor experiencia da minha vida, um amor incomparavel", escreveu o cantor, que disse se sentir orgulhoso da esposa, que passou por mais de 11 horas de trabalho de parto.

"Você foi forte e muito guerreira. Eu ja quase sem aguentar e voce com uma forca interior incrivel. Te amo meu amor e que Deus abencoe muito nossa familia", afirmou Mano Walter.

Os dois anunciaram a novidade no início do ano. O casal está junto desde 2018 e trocou alianças em setembro do ano passado. Em recente conversa com a imprensa via videoconferência, à qual o F5 participou, o cantor disse que estava preocupado com a esposa contrair Covid-19.

"Eu estava com um medo danado com a Débora grávida. Todas às vezes que tinha contato com alguém eu passava uma semana dormindo em outro quarto, também fiz inúmeros testes", explicou o cantor

O artista de forró que antes fazia em média 25 shows por mês, pretende diminuir a agenda quando tudo voltar ao "novo normal" para ficar mais com a família. "Quero dosar um pouco para ficar mais com os meus pais."

Fonte: Folhapress

 

Na madrugada dessa quinta-feira, 27 de agosto, morreu o produtor musical e jurado de televisão, Arnaldo Saccomani. Ele tinha completado 71 anos na última segunda (24). As informações são do G1.

De acordo com a família, Saccomani estava em seu sítio em Indaiatuba, no interior de São Paulo. Ele deixa a mulher e duas filhas.

52836ad1 d536 41d7 938f 4cc44950da33 902a2fa9 3450 4c2e a621 38f8393a15dcArnaldo Saccomani morre aos 71 anos

O produtor sofria de insuficiência renal e diabetes e começou a fazer hemodiálise em julho do ano passado.

O corpo de Saccomani será velado no Cemitério Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes, por volta das 10h.

Trajetória

Arnaldo Saccomani começou a carreira na década de 1960 e produziu álbuns de grandes artistas da música brasileira, como Tim Maia, Rita Lee, Ronnie Von, Fábio Júnior, entre outros.

Ele atuou por muitos anos como jurados de programas de talentos em rádio e televisão e também trabalhou com o cantor mexicano Luís Miguel.

Na década de 1990, Saccomani foi o responsável pelo lançamento do estilo que ficou conhecido como pagode romântico e estabeleceu contato entre o grupo Mamonas Assassinas e a gravadora que os lançou nacionalmente.

 

Fonte: Meio Norte.

Uma carta inédita deixada por Michael Jackson, morto em 2009, e só ontem relevada em publicação feita pelo jornal inglês The Sun, torna público o posicionamento crítico sobre a desigualdade racial na mídia e nos meios artísticos dos Estados Unidos, e faz severas restrições a artistas famosos como The Beatles e Elvys Presley.

015dc76a 8ff3 4c68 b849 9db5dd518bee 1b4836d6 c360 4cb7 beec af385eab4d55Michael Jackson (Archives Getty Imagens)

“Eles não são melhores que os artistas negros”, disse Michael Jackson. A carta foi escrita em 1987 e finalmente revelada. A publicação divulgou o texto, no qual o cantor fala da desigualdade racial na mídia e no meio artístico e critica alguns famosos da época, como os Beatles, Bruce Springsteen e o Elvis Presley.

“Esses caras [Os Beatles] eram bons, mas não melhores cantores ou dançarinos do que os artistas negros”, declarou. Sobre Springsteen, Michael Jackson disse que ‘mostraria a ele quem é que manda’ e sobre Presley, garantiu que ele não era o Rei.

No texto, Michael também acusa revistas populares e a emissora MTV de evitar artistas negros e avisou que ele seria considerado o próximo Rei. “Eu não sou preconceituoso. Mas agora é hora do primeiro Rei Negro”, escreveu. Na carta, Michael Jackson disse que sua meta para Thriller era vender 200 milhões de cópias, em 1982, para que pudesse se tornar uma inspiração para crianças de todos os cantos do mundo.

Michael Jackson dizia que tinha o sonho de combater o preconceito e principalmente alcançar os pais que criavam seus filhos para serem preconceituosos. “Meu objetivo é me tornar grande e poderoso, para me tornar um herói, para acabar com o preconceito, para fazer essas ‘criancinhas brancas’ me amarem e fazê-los me respeitarem. Eu vou mudar o mundo”, garantiu.

Apesar do sucesso de Jackson, a meta elevada não foi batida. Ele vendeu mais de 66 milhões de cópias de Thriller. Ainda assim, o artista conseguiu ser amado por milhares e milhares de fãs de todas as raças e partes do mundo. “Eu quero o que é justo. Eu quero que todas as raças se amem como uma”, finalizou sua carta.

 

Fonte:Meio Norte.

 

  • Cabedo
  • Paçoka
  • Ada Atten
  • Med Plan
  • Espeto e Cia