• Oticas Floriano
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano

Ele é surfista e faixa-preta de jiu-jítsu. Com um currículo desse, não é surpresa alguma e até um pouco óbvio dizer que Cauã Reymond é fã de esportes.

Mas seu lado emotivo ao assistir algumas partidas nem todos conhecem. E, durante a Olimpíada Rio 2016, ele conta que isso já aconteceu.

f2aa6f8699971c61812b742a296f184eCauã Reymond admite chorar com Olimpíada: 'Sou mole, pago mico'.(Imagem:Divulgação)

"As histórias de superação me emocionam. Sou muito mole e choro em qualquer luga, aí pago mico. Chorei com a (judoca) Rafaela Silva já quando vi o documentário sobre ela. Foi muito especial vê-la ganhar", diz o ator.

"Infelizmente não estamos com um quadro de medalhas tão favorável. Você não forma um atleta olímpico em quatro anos e, sim, desde quando ele nasce. Por isso Estados Unidos e China continuam a liderar. Mas, pelas condições que possuem, nossos atletas estão num momento muito solar. Brasileiro tem espírito de superação, né?", elogia.

Pai de Sofia, de 4 anos, de seu casamento com Grazi Massafera, Cauã Reymond conta que vai incentivar a filha a praticar esportes quando ela estiver um pouco maior.

"Eles me ajudaram a ter foco no trabalho, trouxeram determinação, organização e, principalmente, saúde", lista.

Aliado ao esporte, Cauã também segue uma alimentação saudável. "Esse movimento orgânico sempre esteve presente na minha vida. Desde pequeno, meus pais me ensinaram a comer bem, isso pra mim é natural. Também como junkie food, só que depois passo mal. Mas eu como", admite, rindo.

Fonte: EGO

  • Blossom
  • Paraiba
  • Espeto e Cia
  • Casa Boa Esperança
  • Ada Atten
  • Cabedo