• Dario PAX
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty

A rodada ainda termina neste domingo, mas a disputa do Flamengo pelo título pode ter ficado mais distante, após o empate com o Botafogo, neste sábado. Se a distância para o líder Palmeiras chegar a sete pontos, faltando quatro rodadas, levantar o troféu de campeão brasileiro será missão quase impossível. Zé Ricardo sabe disso, por isso pede uma "ajuda extra".

57feb43eb9753Flamengo de Zé Ricardo está há quatro partidas sem saber o que é vencer (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

- Penso que fizemos uma partida de muita entrega. No primeiro tempo, tivemos os melhores momentos do jogo. No segundo, com uma proposta de abrir a equipe, demos contra-ataque a uma equipe que se defende e contra-ataca bem. Mas só tenho que agradecer aos jogadores pela dedicação. Vamos lutar nos quatro jogos e deixar nas mãos do destino o nosso futuro - disse.

O Rubro-Negro vem de quatro jogos sem saber o que é vencer e já começa a se preocupar também com a pontuação dos outros integrantes do G3, que vão direto para a fase de grupos da Taça Libertadores. A pontuação dos concorrentes poderá ser alterada com o término da rodada.

 

Fonte: Lancenet

Apesar das reclamações contra a arbitragem em razão do primeiro gol marcado pelo São Paulo de pênalti no clássico deste sábado, o Corinthians decidiu encarar de frente a goleada por 4 a 0 sofrida diante do rival na 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Entre palavrões, pedidos de desculpas e desabafos, coube ao capitão do Timão a lamentação mais profunda sobre o revés que pode fazer a equipe perder até duas posições até o fim da rodada.

581e719335d7aTimão pode ver distância para o G6 aumentar até o fim desta 34ª rodada (Foto: Ale Cabra/AGIF/Lancepress!)

- Acho que por tudo o que deixamos de fazer no jogo cada um tem que deitar no travesseiro e repensar, ver o que pode fazer de melhor. Vestir a camisa do Corinthians e fazer o que nós fizemos hoje (sábado) não é digno. Temos que melhorar muito - disse o lateral-direito Fagner, um dos mais experientes do elenco alvinegro na atualidade.

Se Fagner encarou a goleada deste sábado como motivo para reflexão do grupo a quatro rodadas do fim do Brasileirão, o goleiro Cássio mostrou revolta na saída do Morumbi. Exaltado, o substituto do lesionado Walter despejou palavrões em entrevista e admitiu chateação pelos quatro gols sofridos.

- Chateia muito perder um clássico assim. Puta que pariu, é foda. É indignação perder um clássico como a gente perdeu. Vamos ter que trabalhar mais, melhorar mais para na próxima partida poder recuperar - disse o camisa 12.

O Corinthians ficou estacionado na sétima posição do Brasileirão com 50 pontos e pode ser ultrapassado por Fluminense e Grêmio no complemento da rodada. Aos jogadores, restou um pedido de desculpas pela goleada sofrida no Morumbi que amplia o jejum de vitórias a quatro partidas.

- Difícil. Acabamos com um resultado muito ruim, estamos chateados. Tem que pedir desculpa ao torcedor por esse jogo. Mas não podemos desistir. Vamos trabalhar pelo G6 - disse o volante Willians.

 

Fonte: Lancenet

Com a expectativa de confirmar logo o seu retorno à primeira divisão nacional, o Vasco não teve uma grande atuação diante do Brasil de Pelotas na tarde deste sábado, no Bento de Freitas, e acabou derrotado por 2 a 1.

89e632ef22402c9a354259ae8eea8a07Vasco perde para o Brasil de Pelotas e vê concorrentes se aproximarem.(Imagem: Carlos Gregório Jr./Vasco)

Diogo Oliveira marcou um belo gol para a equipe da casa no primeiro tempo, e Douglas Luiz conferiu para a visitante no início do segundo. Já nos minutos finais, Marcos Paraná assegurou a vitória xavante.

O resultado manteve o Vasco com 58 pontos ganhos na tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro, ainda na vice-liderança, porém mais longe da disputa pelo título com o Atlético-GO e mais próximo de outros concorrentes pelo acesso. O Brasil de Pelotas totaliza 49.

Vasco e Brasil de Pelotas voltarão a campo já na terça-feira. O time carioca receberá o Luverdense em São Januário, enquanto o Brasil de Pelotas visitará o Vila Nova.

Contando com o apoio de sua torcida e com a falta de inspiração do Vasco, o Brasil de Pelotas não hesitou em pressionar o adversário no princípio da partida. O time dirigido por Jorginho errava bastante e era confuso na defesa, facilitando o trabalho dos donos da casa.

Aos 26 minutos, o Brasil de Pelotas abriu o placar. Diogo Oliveira fez uma boa jogada na intermediária, clareou e mandou a bola no ângulo, marcando um belo gol no Bento de Freitas. Na comemoração, mostrou o número 10 às costas de sua camisa.

Mesmo com a desvantagem no marcador, o Vasco não se soltou. Ao contrário. O Brasil de Pelotas continuou a envolver o time carioca sem muita dificuldade até o final do primeiro tempo.

Logo no começo do segundo, contudo, o Vasco chegou ao empate. Com a entrada de Thalles no lugar de Jorge Henrique no intervalo, a equipe de Jorginho arrancou pela esquerda com Nenê, que passou bem pela marcação e rolou a bola já dentro da área. Douglas Luiz apareceu para chutar firme para a rede.

O jogo ficou mais morno a partir da igualdade, e os dois técnicos resolveram entrar em ação. No Vasco, William substituiu Bruno Gallo. No Brasil de Pelotas, Nem e Marcos Paraná deixaram o banco de reservas para ocupar as vagas de Jonatas Belusso e Diogo Oliveira.

O time mandante levou a melhor com as mudanças. Aos 41 minutos, Marcos Paraná foi lançado por Ramon na direita, perto da linha de fundo, e soltou o pé de primeira para recolocar o Brasil de Pelotas em vantagem no placar.

Nos minutos finais, o técnico Rogério Zimmermann ainda trocou Ramon por Gustavo Papa. Àquela altura, entretanto, o Vasco não tinha mais forças para reagir.


Fonte: Gazeta Esportiva

De acordo com Alexandre Costa, gerente geral do Allianz Parque, a casa do Palmeiras é a segunda arena do mundo que mais recebeu eventos neste ano, atrás apenas do MetLife Stadium, nos Estados Unidos. A diferença é que o estádio onde jogam New York Giants e New York Jets, times da NFL, tem grama sintética - a grama natural só é usada quando há jogos de futebol.

581cdb4c49a4cGramado do Allianz Parque nesta sexta-feira (4) (Foto: Angelo Martins)

Por conta dos recentes problemas no Allianz Parque, a possibilidade de usar esse piso chegou a ser cogitada. Pessoas ligadas à WTorre veem com bons olhos a mudança, apesar do alto valor para troca (acima de R$ 3 milhões), pois o piso não seria tão afetado por jogos e shows e o valor poderia ser recuperado no futuro. A construtora, porém, avisa que não tomará nenhuma decisão sem o clube, que já se mostrou contrário à ideia.

– Tratamos todas as possibilidades para o gramado do Allianz Parque como não há porta fechada. O gramado 100% natural, como hoje, o gramado misto, como em algumas arenas. O gramado 100% sintético, em teoria, são todas opções viáveis, possíveis e que podem ser colocadas em uma mesa. O Palmeiras precisa estar junto. Nenhuma decisão sobre o gramado do Allianz Parque pode ou vai ser tomada sem ter o Palmeiras do lado. O gramado é onde joga o Palmeiras e teria 'n' consequências, porque para jogar no gramado sintético possivelmente teria de adaptar o seu CT - justificou Alexandre.

Caso leve realmente em consideração a opinião do Palmeiras, a WTorre não colocará grama sintética no estádio. No início da semana, o presidente Paulo Nobre considerou a ideia "absurda".

- Jamais faríamos alguma coisa que não fosse de acordo com eles. Em termos teóricos, temos todas as soluções na mesa. Conhecemos todas e estamos aptos a, caso escolhermos (mudar), pegar qualquer uma. Já fizemos dez shows no Allianz Parque e em 90% o gramado reagiu bem, o Palmeiras pode jogar aqui. Aconteceu neste (mês) uma conjugação para que o gramado não estivesse o ideal. Acreditamos que domingo estará melhor. Qualquer decisão a tomar não pode ser na histeria, no grito, tem de ser com prós e contras e sempre com o Palmeiras na mesa - completou Alexandre.

Entre o fim de 2015 e início de 2016, o Allianz Parque já passou por uma troca de gramado. A expectativa era de que, com uma técnica de instalação diferente, o campo resistisse mais a shows e jogos. O processo terminou em fevereiro de 2016 e custou quase R$ 300 mil na época. Em abril houve o plantio da grama de inverno, que hoje convive junto à grama de verão. Em cada época do ano uma torna-se mais destacada que a outra. Agora, a grama de inverno está perdendo força e a de verão voltou a crescer.

 

Fonte: Lancenet

  • Paraiba
  • Espeto e Cia
  • Blossom
  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Casa Boa Esperança