A semana tem sido de perdas no Botafogo. Depois da morte do ex-goleiro Max, agora foi a vez do ex-lateral direito Perivaldo, o famoso "Peri da Pituba". Aos 64 anos, o ex-jogador morreu na madrugada desta quarta-feira, vítima de pneumonia, no Hospital Universitário Gafree e Guinle, na Tijuca, Zona Norte do Rio, onde estava internado havia uma semana.

05255136f2ba00f3da08b6e6699e5454

Perivaldo foi revelado pelo Itabuna (BA), em 1973. Alcançou sucesso e reconhecimento em sua passagem pelo Botafogo, quando chegou à seleção brasileira, quando fez parte do histórico time de 82 com Falcão, Zico, Sócrates. O ex-lateral ainda vestiu as camisas do Bahia, Palmeiras, São Paulo, Bangu e Yukong Elephants, da Coréia do Sul.

Durante algum tempo, Perivaldo morou nas ruas de Lisboa, em Portugal, como mendigo. Foi descoberto pela reportagem do "Fantástico", da TV Globo, em novembro de 2013, e retornou ao Brasil, onde ganhou a "chance da vida" no Sindicato dos Atletas de Futebol do Rio de Janeiro (Saferj), no início de 2014, quando ganhou um emprego e uma casa para morar na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.


Fonte: Extra

O planejamento do Palmeiras era buscar um título em um dos dois torneios de mata-mata que estava disputando e terminar o Brasileiro ao menos entre os quatro melhores. Com a eliminação para o Cruzeiro na Copa do Brasil, a Libertadores ganhou ainda mais peso no ano alviverde.

597966f61c028Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras Cesar Greco/Palmeiras

Quinto colocado no Nacional a 14 pontos do líder Corinthians, o Verdão enfrenta o Barcelona, do Equador, dia 9 de agosto, pelas oitavas da Libertadores. O time precisa reverter a derrota por 1 a 0 sofrida em Guayaquil e tem um planejamento específico para esta partida.

Após enfrentar o Avaí, sábado, pelo Brasileiro, Cuca selecionará o time titular para treinar durante a semana pensando no jogo contra os equatorianos. O fim da preparação, inclusive, será em Atibaia (SP). Contra Botafogo e Atlético-PR, o Verdão terá time reserva.

- Não é o Cuca que acha time, é o jogador que se escala. Quando tem a oportunidade e vai bem, o torcedor não é leigo, sabe quem tem de jogar. Hoje não podia colocar o Mayke, o Deyverson, que veio a nível de titularidade, não tinha Juninho, Luan. Não tenho pressa de definir o time, eles vão se definir ao natural. Vamos ter de repente jogadores no sábado que não jogaram, hoje não tive o Zé (Roberto, vetado com uma inflamação na planta do pé). Estamos próximos (do time ideal). Dia 9, se Deus quiser, vou colocar o time que acho ideal, porque vou ter todos na mão - analisou o treinador.

Com a decisão contra o Barcelona cada vez mais próxima, a torcida tem se mostrado preocupada com a oscilação do time. Apesar das críticas, Cuca não considera que a equipe esteja jogando mal.

- Não posso analisar pelo gol que tomei. O Palmeiras não está jogando mal, está relativamente bem, cada jogo é uma história. Teve uma parte boa contra o Flamengo, Jogou muito bem contra o Sport. Hoje (quarta) era duro, dois times grandes e se a gente passa não era injustiça nenhuma - completou.

 

Fonte: Lancenet

O Corinthians espera acertar com um zagueiro para a disputa do segundo turno do Campeonato Brasileiro. De olho no mercado nacional, única possibilidade de negócio devido ao fechamento da janela para chegada de atletas vindos do exterior, a expectativa da diretoria é entregar um jogador para o técnico Fábio Carille até a próxima semana, a primeira do mês de agosto.

18e093b47b20afdbe441a472389c550e

O Cifut (Centro de Inteligência do Futebol) monitora nomes que não realizaram as sete partidas em times grandes, vistos como ideais por já terem certa rodagem no futebol, ou atletas de destaques da Série B. Sem Pablo, machucado por ao menos 45 dias, e Vilson, sem previsão de volta, o Timão tem à disposição apenas o paraguaio Balbuena como nome experiente. Pedro Henrique (35) e Léo Santos (3), juntos, não somam 40 jogos como profissionais.

Na semana passada, dias antes de a janela fechar e com a informação pública de que o Timão procurava um zagueiro, diversos jogadores foram oferecidos à diretoria. A maioria dos nomes demandava um investimento baixo em atletas de mercados alternativos, como Chile, Peru e Colômbia. Sem conseguir as informações necessárias, porém, o Alvinegro preferiu pensar apenas em atletas do futebol brasileiro.

“Com a lesão do Pablo, que vai desfalcar um tempo considerável, seria uma boa contratar”, comentou Balbuena, que já teve problemas com lesão muscular em duas oportunidades nesta temporada, comprovando que o número de opções disponíveis pode até diminuir durante agosto.

“Hoje, disponível, só tem três zagueiros: Léo, Pedrão e eu. Se alguém machucar seria só dois, sem ninguém no banco, complicado para o professor montar a equipe. É uma questão do Fábio, da diretoria, é só trabalhar o que a gente vem fazendo”, disse o camisa 4, autor do gol da vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, no último domingo, elogioso a Pedro, seu provável companheiro dos próximos jogos.

“Trabalha forte, vem demonstrando quando teve a oportunidade para jogar. Não desapontou. Não só ele, Giovanni fez um grande jogo. Também é mérito do Fábio, que passa as informações para todo mundo da mesma forma.

[Na hora de entrar, o jogador sabe o que fazer para que o rendimento da equipe não caia. Conseguimos bons resultados, subimos a competitividade para fazer um grande jogo”, concluiu.


Fonte: Gazeta Esportiva

Amanhã desta terça-feira no Flamengo começou com uma notícia que pegou todo mundo de surpresa. O meia Ederson foi diagnosticado com um tumor no testículo e passará por cirurgia. O camisa 10 falou sobre sua reação quando soube da doença, mas garantiu que essa será apenas mais uma batalha que terá de vencer na vida.

b83c8ce37b9f6cb8bf16770d7a3b5cf2Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

- Nesse momento é difícil ter palavras, estou triste por essa notícia, é inevitável. Mas estou muito tranquilo, estou ciente dos dias que vem pela frente. Vai ser uma batalha da minha vida, já venci algumas. Agradeço ao apoio que tenho tido aqui no clube. Hoje fiz questão de reunir o pessoal e conversar de forma transparente com ele, para que não haja falsas notícias. É um grupo maravilhoso, com qualidade muito alta. Vai ser importante, é um dos melhores grupos, senão o melhor que passei nesses 16 anos de profissional. Tenho certeza que vou vencer essa batalha e voltar a fazer o que mais gosto, que é jogar futebol.

Ederson foi pego no doping na última quinta-feira e o clube chegou a suspeitar que pudesse ter acontecido por causa da patologia do atleta, que tem um histórico recente de lesões. Investigando, o departamento médico detectou o tumor. O Dr. Márcio Tannure falou sobre o caso e lembro de Abidal e Nenê, do basquete, que também já passaram por isso.

- Atleta teve resultado analítico adverso positivo para doping. A gente suspeitou que pudesse, por todo histórico do atleta, com toda a confiança que a gente tem nele, que isso pudesse ser patologia do atleta, mas descobrimos que o atleta tem tumor no testículo. É comum nessa faixa de idade dele, vai passar por cirurgia e tratamento. Abidal, Nenê do basquete já tiveram isso. Todos trataram e voltaram as suas atividades físicas. Ele vai ter que se afastar um pouco, mas em breve vai estar nos ajudando.

Ederson agradeceu a solidariedade de todos e pediu para que todos não fiquem com os rostos triste. A força para ele se recuperar o mais rápido possível virá da alegria das pessoas que o cercam.

- Obrigado a todos pela solidariedade. É claro que é difícil receber essa notícia. Ninguém nunca espera. Minha força vem de Deus, ele nunca dá um fardo maior do que a gente possa suportar. Sou grato por tudo que aconteceu, tenho 16 anos de profissional e nunca caí no doping de três vezes seguido. Deus permitiu isso para que a gente descobriu isso em tempo para resolver. O apoio da minha família é fundamental, meus amigos, colegas, companheiros de clube será fundamental. Não quero ver ninguém com carinha triste, de choro. O que vai me ajudar será o bom humor e o pensamento positivo. Sempre.

O chefe do departamento médico do Flamengo, Márcio Tannure, também falou sobre a possibilidade do atleta ter que ser submetido ao tratamento com quimioterapia. O doutor explicou que isso vai de um caso para outro e diagnóstico final será só após a cirurgia, que vai acontecer ainda está semana.

- Vai depender do grau da lesão. Alguns casos necessitam, outros não. Independente da quimioterapia ou não, os resultados são bons independentemente. Só saberemos isso após a cirurgia.

Fonte: Lance!

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paçoka
  • Espeto e Cia
  • Med Plan