• Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Casa dos frios
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Garoto
  • Posto Aliança
  • Casa dos frios
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX

Coritiba e o Atlético-PR são os primeiros clubes a oficializarem suas saídas da Primeira Liga, entidade criada por equipes dos estados do Sul, de Minas Gerais e do Rio e que pretende organizar a segunda edição do seu torneio no ano que vem.

91d7c8243b7180fc1570ae96eb327d99Times do Brasileirão reclamam da cota de TV e deixam a Primeira Liga.(Imagem:Divulgação)

Eles discordam do modelo de divisão do dinheiro proveniente da venda dos direitos de transmissão do campeonato, adquiridos pela TV Globo.

"Saímos da Primeira Liga por não concordar com as regras propostas. Não aceitamos a diferenciação e distinção entre os clubes. Queremos algo que seja bom para todos", reclamou Rogério Portugal Bacellar, presidente do Coritiba.

Em texto no seu site oficial, o Coritiba lembra que "foi um dos fomentadores desta Liga, realizou reuniões em Curitiba, contatou dirigentes de clubes e federações até que ela ganhasse força e representatividade" e que "o objetivo central do projeto era fazer algo novo, com novas ideias, capaz de desenhar novos cenários na organização do esporte, prospectando uma mudança na engrenagem do futebol brasileiro".

"Todavia, as decisões internas da Liga quanto as regras de distribuição de receitas ofertadas pela emissora de televisão interessada na competição não agradaram o presidente do Coritiba e, principalmente, vão de encontro às pretensões do Coritiba na busca por um formato diferente de fazer futebol", reclama o clube alviverde.

O Atlético-PR ainda não explicou de forma oficial a sua saída, já confirmada pela Primeira Liga, que alegou "discordâncias internas". "Nestas condições, a partir do dia de hoje (terça-feira), os citados clubes deixam de fazer parte da Primeira Liga", diz a nota da entidade.

A Primeira Liga pretendia organizar um torneio com 16 clubes no começo do ano que vem. A mudança no calendário da Libertadores e da Sul-Americana, que a partir de 2017 vão de fevereiro a novembro, entretanto, deixou a competição, chamada em 2016 de Copa Sul-Minas-Rio, sem datas no calendário oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O Atlético-MG, classificado à Copa Libertadores, já avisou que não deverá ter as seis datas necessárias para disputar o torneio e também deve ficar fora. Os demais participantes da Liga são: Cruzeiro, América-MG, Paraná, Flamengo, Fluminense, Brasil de Pelotas, Inter, Grêmio, Chapecoense, Criciúma, Avaí, Figueirense e Joinville. Atlético-GO, Ceará, Tupi-MG, Luverdense e Londrina também são associados e devem brigar pelas vagas abertas.

Fonte: Futebol do Interior

O CSKA Moscou deu adeus à Liga dos Campeões da Europa. Nesta terça-feira, pelo Grupo E, os russos receberam o Bayer Leverkusen no Estádio Khimki, em Moscou, e apenas empataram em 1 a 1.

583486ba94f07CSKA 1 x 1 Bayer Leverkusen (Foto: YURI KADOBNOV / AFP)

Com o resultado, o Leverkusen chegou à segunda colocação da chave, com sete pontos. Se o Tottenham, que também entra em campo nesta terça, contra o Monaco, perder, os alemães conseguem a classificação antecipada às oitavas de final. Já o CSKA põe fim à sua participação na competição, sendo o lanterna do grupo, com apenas três pontos somados.

O JOGO

O jogo começou melhor para o time alemão. O Leverkusen mostrou maior força ofensiva, enquanto os donos da casa se limitaram a oferecer a bola ao rival e aguardar pelos contra-ataques. Aos 15 minutos da etapa inicial, os alemães chegaram ao gol. Em jogada ensaiada, após cobrança de falta, Kevin Kampl cruzou no segundo poste. Kevin Volland apareceu por trás da marcação, dominou com tranquilidade e acertou um bonito chute.

O segundo tempo reservou maiores emoções. O russos avançaram a marcação e tiveram boas oportunidades de empatar. No entanto, o gol só saiu aos 30 minutos, com um chute preciso do israelense Natcho. Apesar da igualdade no marcador, o placar era desfavorável à equipe de Moscou. Nos minutos finais, apesar da pressão dos donos da casa, o CSKA não conseguiu ampliar e está fora da Champions.

O CSKA ainda se despedirá no próximo dia 7 de dezembro, contra o Tottenham em Wembley. O Leverkusen, por sua vez, enfrenta o Monaco no mesmo dia, mas na BayArena.

 

Fonte: Lancenet

Mais problemas para Jorginho. Com um edema de grau 1 no músculo anterior da coxa esquerda, o atacante Éderson fará tratamento no decorrer da semana e agora se tornou dúvida para a partida decisiva do Vasco contra o Ceará no próximo sábado, no Maracanã, pela última rodada da Série B.

579a23a4e8705Éderson somente irá a campo no sábado se conseguir evoluir no tratamento (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

O atacante viajou normalmente com o elenco para Pinheiral, onde a equipe treinará durante a semana. Com o tratamento iniciado, a expectativa é de que ele possa voltar a participar das atividades com o grupo na quinta. Se tudo ocorrer como esperado - sem sentir dores - ele fica à disposição de Jorginho.

Éderson se lesionou na derrota do último sábado, para o Criciúma, por 1 a 0, no Heriberto Hulse. O atacante ficou no banco e entrou no segundo tempo, mas acabou jogando apenas três minutos, quando sofreu a lesão na coxa. Em seguida, foi substituído por Junior Dutra, que está suspenso para a decisão deste sábado, assim como o zagueiro Luan e o lateral-meia Yago Pikachu.

 

Fonte: Lancenet

Inpendentemente do que acontecer no próximo sábado, quando o Vasco recebe o Ceará pela última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Jorginho não vai permanecer em São Januário para 2017.

5b5736bdb12e34f7e9d8738c01ac5f84Diretoria do Vasco descarta nome de Luxemburgo para 2017.(Imagem:Divulgação)

Após a partida, que acontecerá no Maracanã, no Rio de Janeiro, às 17h (de Brasília), o Cruz-Maltino vai passar por uma reformulação que envolve a comissão técnica.

Ao longo da próxima semana, Jorginho e Zinho, seu auxiliar, serão comunicados pelo presidente Eurico Miranda que não fazem mais parte dos planos. Se o time não conseguir o acesso para a Primeira Divisão, o clima para a comissão técnica ficará inviável. Mesmo com o acesso também existe o entendimento de que é preciso trocar, já que existe um desgaste natural do tempo e uma queda acentuada de rendimento.

Eurico Miranda já trabalha com alguns nomes, porém, outros especulados foram descartados, como o de Vanderlei Luxemburgo, que está sem clube desde que retornou do futebol chinês. O treinador é tido por Eurico como de temperamento forte, o que poderia gerar alguns atritos com a diretoria.

Hoje o nome que mais ganha força nos bastidores do clube é o de Cristóvão Borges, que esteve à frente do elenco em 2011 e que pode voltar, pois está sem clube e conta com a confiança da diretoria. Os dirigentes, porém, só vão tratar de qualquer assunto referente à próxima temporada a partir de segunda-feira.

Dentro de campo o elenco segue se preparando para o jogo contra o Ceará, porém, a imprensa não tem acesso ao que acontece nas atividades e os jogadores estão proibidos pela diretoria de darem entrevistas. Se não bastasse o clima de tensão, o técnico Jorginho tem sérios problemas para montar a sua equipe.

O lateral-direito Yago Pikachu, o zagueiro Luan e o atacante Júnior Dutra receberam o terceiro cartão amarelo na derrota por 1 a 0 para o Criciúma e estão fora do jogo contra o Ceará.

O atacante Éderson, que deixou o jogo em Santa Catarina com apenas três minutos em campo, tem suspeita de estiramento no músculo posterior da coxa direita.

Ele será reavaliado durante a semana, mas as chances de jogar hoje são consideradas pequenas pelo departamento médico do clube. A tendência, com essas situações, é de que o time seja definido no vestiário, minutos antes do confronto.


Fonte: Terra

  • Cabedo
  • Rastek
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia
  • Paraiba