• Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Garoto

Envolvido em um escândalo nas categorias de base do Corinthians, o atacante Alyson Motta, de 16 anos, voltará a defender o clube. O jogador fez um acordo com o Timão na Justiça, já realiza exames médicos para a assinatura de seu primeiro contrato profissional e deve ser reintegrado ao elenco sub-17 na próxima semana.

 

5775aae774883Alyson em ação com a camisa do Corinthians (Foto: Reprodução/Facebook)

 

O jogador ganhou holofotes após vir a público a denúncia do empresário norte-americano Helmut Niki Apaza, há cerca de dois meses. Ele alega que pagou 110 mil dólares ao ex-gerente da base corintiana, Fábio Barrozo, por 20% dos direitos econômicos de Alyson e também por uma carta de procuração do Timão. Ambas as negociações não tem validade segundo o clube.

 

Reconhecido por sua habilidade, mas também pelo comportamento rebelde, Alyson estava sem treinar há cerca de dois meses. Desde o início do ano, porém, ele estava afastado dos companheiros e dos jogos oficiais. O Timão argumentava que o garoto estava punido por faltar a treinos, enquanto o estafe de Alyson via no ato uma forma de abafar as denúncias de Helmut Niki.

 

Na ação, o jogador pedia o pagamento de R$ 200 mil por assédio, além da rescisão imediata do vínculo para poder atuar em outra equipe. Já o clube queria ser ressarcido em R$ 9 milhões para liberá-lo. O garoto é representado pela advogada Gislaine Nunes, famosa por vencer causas contra clubes de futebol.

A Comissão de Ética do Corinthians apura o escândalo na base, que envolve dirigentes e conselheiros do clube. Após colher depoimentos, o órgão deve preparar um parecer em breve.

 

Fonte: Lancenet

O Palmeiras foi "na garganta" do Figueirense, como Gabriel Jesus havia prometido na quarta-feira, e fez mais uma vítima no Allianz Parque. Moisés, Dudu e o próprio Jesus (duas vezes) marcaram os gols da vitória por 4 a 0 que deixou o time na liderança isolada do Brasileirão, com três pontos de folga em relação ao Corinthians.

 

5775a458d303eImagens de Palmeiras 4 x 0 Figueirense (Foto: ALE CABRAL)

 

Os números de Cuca na arena seguem incríveis: oito vitórias em oito partidas, com 22 gols marcados e só um sofrido. No BR-16, o Verdão venceu os sete jogos que fez como mandante, incluindo um no Pacaembu.

A postura agressiva que a equipe adota diante de seu torcedor ajuda a entender as estatísticas. Quando um palmeirense rouba a bola, sempre vê Dudu, Róger Guedes e Gabriel Jesus prontos para receber em alta velocidade. Os três participam de absolutamente todos os movimentos ofensivos e contam sempre com o apoio de elementos-surpresa. Basta observar os gols feitos contra o Figueira.


O placar foi inaugurado com um cabeceio de Moisés, aproveitando cruzamento de Róger Guedes. No fim do primeiro tempo, Tchê Tchê surgiu na área e rolou para Dudu ampliar. No começo da etapa final, Zé Roberto foi acionado por Dudu e cruzou na cabeça de Gabriel Jesus, que anotou o terceiro do Palmeiras. Já no fim, Guedes cruzou para Jesus marcar seu nono gol no Brasileiro e virar artilheiro isolado.

Os catarinenses, que somam só 14 pontos e brigam contra as últimas posições, ainda não sabem o que é vencer como visitantes e não ameaçaram em hora nenhuma o triunfo do líder. Os poucos instantes de instabilidade do Verdão vieram enquanto o time tentava assimilar a entrada de Matheus Sales no lugar de Moisés. O camisa 28 dominou o meio de campo e foi substituído aos cinco minutos da etapa final porque sentiu dor no pé, fruto de um pisão sofrido no jogo contra o Cruzeiro.

Cuca aproveitou a calmaria para dar um fim na polêmica da semana e acionar Barrios na vaga de Cleiton Xavier. O camisa 8, que teve uma boa chance para marcar e iniciou a jogada do quarto gol, não jogava desde a primeira rodada. Também deu tempo para o garoto Vitinho fazer seu segundo jogo como profissional e ganhar minutos no lugar de Dudu, muito aplaudido.

O Palmeiras agora visita o Sport, segunda-feira, na Ilha do Retiro. O Figueirense joga no domingo, em casa, contra o Atlético-MG.

 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 X 0 FIGUEIRENSE

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/horário: 30 de junho de 2016, às 19h30, quinta-feira
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Clóvis Amaral da Silva (PE)
Público/renda: 32.834 pagantes/ R$ 1.935.544,72
Cartões amarelos: Rafael Moura (FIG); Róger Guedes (PAL)
Gols: Moisés 7'1ºT (1-0); Dudu 42'1ºT (2-0); Gabriel Jesus 10'2ºT (3-0) e Gabriel Jesus 45'2ºT (4-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; João Pedro, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê e Moisés (Matheus Sales 7'2ºT); Róger Guedes, Cleiton Xavier (Lucas Barrios 19'2ºT) e Dudu (Vitinho 36'2ºT); Gabriel Jesus. Técnico: Cuca.

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia, Ferrugem (Josinei 29'2ºT) e Bady; Ermel (Yago 1'2ºT), Rafael Moura e Dudu (Everton Santos 29'2ºT). Técnico: Vinícius Eutrópio.

 

Fonte: Lancenet

O São Paulo não terá Paulo Henrique Ganso na primeira semifinal da Copa Libertadores da América, contra o Atlético Nacional (COL). O Maestro teve um estiramento no músculo posterior da coxa direita constatado na manhã desta quinta-feira e foi descartado pelo Tricolor para o duelo de ida contra o time colombiano, em 6 de julho, no Morumbi.

57748e6dc1998Ganso põe a mão na coxa direita, machucada no duelo contra o Fluminense (Foto: Eduardo Viana)

A avaliação foi feita menos de 12 horas após o meia sentir fisgada na coxa direita durante a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, na última quarta-feira, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como parte do planejamento da comissão técnica, o camisa 10 começou o duelo no banco de reservas, entrou aos 15 minutos do segundo tempo e sentiu a lesão na reta final do confronto.

 

Para evitar problemas físicos nos titulares, como aconteceu com Kelvin, Patón já havia deixado Ganso fora do clássico com o Santos no domingo passado. O armador também seria preservado neste domingo, contra a Ponte Preta, e a entrada contra o Flu serviria apenas para manter o ritmo de jogo. O Maestro sabia e concordava com a estratégia do treinador.

 

Quando passou pela zona mista do Morumbi após o triunfo sobre os cariocas, Ganso pediu para não falar com a imprensa e caminhou rápido rumo ao estacionamento. Quem o viu no vestiário relatou enormes tristeza e frustração com a chance de ser desfalque justamente na reta final da Libertadores, competição na qual tem sido protagonista do São Paulo.

 

Das 14 partidas do Tricolor no torneio até aqui, Ganso só não esteve em campo no duelo de volta das oitavas de final contra o Toluca (MEX). Ele ainda marcou gols contra River Plate (ARG) e Trujillanos (VEN) para garantir empates importantes fora de casa na fase de grupos e anotou duas assistências. No geral, o camisa 10 tem sete assistências (líder no elenco) e sete gols (vice-líder, atrás somente de Jonathan Calleri).

 

Fonte: Lancenet

O técnico do Corinthians Cristóvão Borges fez diversos elogios ao atacante Alexandre Pato na noite desta quarta-feira, mas evitou falar sobre o aproveitamento ou não do jogador no elenco alvinegro. O contrato de empréstimo do atleta ao Chelsea (ING) acaba nesta quinta-feira, e ele terá que se reapresentar ao Timão, clube no qual tem contrato até o fim do ano.

 

56aac8ceb89efPato deve ter reunião com a diretoria do Corinthians na próxima semana (Foto: Mauro Horita/AGIF/LANCE!Press)

 

Embora o vínculo com o Corinthians volte a ser válido na sexta-feira, Pato só deve ir ao CT Joaquim Grava na próxima semana, quando se reunirá com a diretoria e a comissão técnica alvinegra. Como o elenco folgará na segunda-feira, a tendência é de que o papo seja na terça. Neste encontro, o jogador será questionado sobre o desejo de ficar ou não na equipe.

 

- Tivemos uma primeira conversa com o presidente, o Pato ainda não chegou. Vamos tratar disso com tranquilidade. Quando voltar para São Paulo, vamos conversar com o presidente e com o atleta. Acho dele o que todos acham, acima da média, um grande jogador, não se discute isso, não passa nada por ai. Jogador de alto nível, Seleção. Vamos conversar e ver o que vai ser feito. O que conversamos era para ver a situação dele, coisas de contrato, da maioria do elenco - afirmou Cristóvão Borges, em entrevista coletiva.

 

Publicamente, dirigentes do Timão não descartam reintegrar o jogador, que tem contrato até o fim da temporada. No entanto, ciente da rejeição da torcida em relação a ele, a cúpula alvinegra ainda torce para receber propostas pelo atleta. A possibilidade de emprestar Pato para equipes do Brasil não agrada ao Corinthians. Porém, o atacante recebe R$ 800 mil por mês, muito acima do teto salarial do clube hoje. Após férias, o jogador está no Brasil e faz treino físico em academia. Recentemente, ele recusou uma nova proposta do futebol chinês.

 

Fonte: Lancenet

  • Blossom
  • Paraiba
  • Espeto e Cia
  • Casa Boa Esperança
  • Rastek
  • Cabedo
  • Ada Atten