O domingo amanheceu triste. Não poderia ser diferente no dia em que Falcão se despede, oficialmente, da Seleção Brasileira de futsal.

O resultado do Desafio Internacional contra a Colômbia, que até foi vencido pelo Brasil por 3 a 2, não era o principal destaque da partida acontecida na Arena da Barra, no Rio de Janeiro: quando se tem a despedida do melhor jogador da história do esporte, que coleciona 25 títulos pelo seu país, o foco não pode ser outro. E Falcão não decepcionou.

a11afd93c82e76a8a898f4a4839f4bfbEm amistoso, Falcão marca e se despede da Seleção de Futsal.(Imagem:Divulgação)

Sem começar jogando, até por conta de a Seleção estar passando por reformulação, o ala de 39 anos abriu o placar no seu primeiro toque na bola. Em jogada de lateral, ele recebeu o passe, bateu de primeira, de longe, e o goleiro colombiano aceitou.

Além dele, Alex e Leandro Lino fizeram para o Brasil. Camilo Reyes e Angellot marcaram para a Colômbia no jogo que marca a última convocação de Falcão para defender a camisa verde-amarela.

“Parece que as coisas sempre acontecem para mim [falando sobre o gol]. Agora é aproveitar, desfrutar estes 20 minutinhos que faltam. Tive que segurar um pouco a emoção, até porque o jogo não está pedindo festa, o PC está arrumando o time para a Copa América. Mas feliz, feliz de ter mais um gol pela Seleção”, disse, ao SporTV, no intervalo do amistoso.

Em quase 20 anos a serviço do Brasil, Falcão coleciona agora 385 gols em 242 jogos disputados pela amarelinha, mantendo a condição de maior artilheiro de todos os tempos em seleções nacionais dos esportes geridos pela Fifa – futebol, futsal e futebol de areia.

No segundo semestre, ainda sem data, Falcão tem marcada outra despedida da Seleção, esta extraoficial, em São Paulo, local onde nasceu.

Em clima amistoso, Brasil e Colômbia começaram a partida se estudando, sem forçar muito as jogadas. A Seleção, com os novatos Daniel, Leandro Lino, Marcel e Rocha na linha, não conseguia, nos primeiros cinco minutos, oferecer perigo ao gol adversário.

Foi quando então Falcão entrou que as coisas melhoraram, logo de imediato, literalmente. O eterno camisa 12 do Brasil chutou a gol em seu primeiro toque na bola, em lateral que ela foi rolada para trás. O goleiro ainda tocou nela, mas não evitou o último tento oficial do atleta pela Seleção.

Mais calma, e com maior posse de bola, a equipe de PC Oliveira ampliou o marcador com Alex faltando cinco minutos para o intervalo. Após boa jogada individual de Lucas pela esquerda da quadra, Alex recebeu livre, na entrada da área, e encheu o pé para fazer o segundo.

Um minuto depois, Camilo Reyes recebeu na ponta, cortou para o meio e soltou a bomba. Contando com desvio na zaga brasileira, a bola entrou no ângulo, e Tiago não teve chances de defender.

Faltando 30 segundos para o fim do primeiro tempo, Falcão encontrou Leandro Lino no segundo pau, em jogada ensaiada de falta. O jovem promissor teve tranquilidade para dominar e tirar o goleiro antes de ampliar para o Brasil.

No segundo tempo, a Colômbia começou melhor e não demorou para descontar. Em contra-ataque, a bola foi batida para dentro da área e resvalou na mão de Nenê. Corretamente, o árbitro marcou o pênalti – este convertido por Angellot.

Falcão teve mais duas boas oportunidades de fazer outro gol. A primeira, após bela tabela, ele deu um toque sutil de calcanhar, tirando o goleiro da jogada. A bola caprichosamente não entrou. Na segunda, viu o goleiro defender a forte cobrança de falta no ângulo.

Antes do final da partida, o melhor jogador de futsal de todos os tempos ainda ensaiou alguns dribles que levantou o público no ginásio e tentou um chute de longa distância no último lance do jogo. Com o cronômetro zerado, Falcão recebeu abraços e homenagens dos companheiros de equipe.


Fonte: Gazeta Press

A escalação do artilheiro Manoel, que pode voltar a campo após se recuperar de uma lesão na coxa direita, pode ser dúvida para o técnico Ruy Scarpino. Mas o comandante do Altos ganhou a certeza de que tem opção no banco.

mauro altos 01Após dois gols contra o Moto, Mauro pode virar trunfo do Altos para a final.(imagem: Luis Júnior/A.A.Altos)

Na vitória sobre o Moto Club (MA) por 4 a 3, na despedida das duas equipes na Copa do Nordeste, o atacante Mauro fez dois gols contra o ex-clube e ajudou a garantir a vitória piauiense, na última quarta-feira.

A pergunta sobre titularidade era inevitável. Mauro desviou.

- Vamos continuar trabalhando. Se o Ruy precisar de mim, estarei pronto para poder ajudar a equipe.

Pode ser que Ruy Scarpino precise. Mesmo que o esforço de ir até Crato (CE) para tratar a lesão na coxa, Manoel foi poupado de treinamentos ao longo da semana. Se estiver pronto para jogar, será que entrará como titular na final do 1º Turno do Campeonato Piauiense? O jogo contra o Parnahyba será às 17h deste domingo (26), no Lindolfo Monteiro.
Depois da vitória sobre o Moto, Ruy Scarpino também elogiou Mauro, mas evitou falar sobre sua escalação nos próximos jogos.

- O Mauro é um jogador que eu já conheço. Trabalhou comigo no Moto, eu sei do potencial dele. A gente procurou até preservar ele um pouco agora, porque ele vinha com um tempo sem jogar, sem muito ritmo.

O Palmeiras tinha a chance de garantir a melhor campanha da fase de grupos do Campeonato Paulista, mas despediçou uma ótima chance de já alcançar a pontuação.

35a9755190ee290a0c2de8b718c0fd2dPalmeiras toma golaço por cobertura e empata com Audax.(Imagem:Divulgação)

Neste sábado, a equipe comandada por Eduardo Baptista, recheada de reservas e já classificada para as quartas de final, recebeu o lanterna Audax no Allianz Parque e ficou duas vezes na frente, mas empatou por 2 a 2, pela 11ª rodada.

O resultado, aliás, deixou o Audax, vice-campeão de 2016, à beira da queda. O primeiro gol da partida foi marcado pelo atacante Róger Guedes, aos 46 minutos do primeiro tempo.

O "Diabo Loiro" mostrou oportunismo e aproveitou rebote do goleiro Felipe Alves em chute de Michel Bastos, completando para as redes na sequência.

No segundo tempo, o Audax empatou em um belo chute de primeira de Betinho, que furou a rede. No entanto, Willian "Bigode", que entrou muito bem no lugar do inoperante Alecsandro, aproveitou rebote de seu próprio chute e fez o segundo palmeirense.

Contudo, o meia Léo Arthur fez um golaço por cobertura em cima do goleiro Jaílson, que jogou na vaga de Fernando Prass, e conquistou um empate com sabor de vitória para os visitantes, já nos minutos finais, que ainda deu esperança de escapar do rebaixamento.

A verdade é que o Palmeiras ficou longe de fazer um primeiro tempo brilhante. Na primeira etapa, até os acréscimos, o time de Baptista só criou uma boa chance, depois que o goleiro Felipe Alves errou de maneira pavorosa na saída e Thiago Santos chutou por cobertura da intermediária. A bola bateu no lado de cima da rede, em um "quase golaço".

O Audax, por sua vez, seguiu à risca o estilo de jogo do técnico Fernando Diniz e tocou bola insistentemente entre seus jogadores, criando duas ótimas chances com Matheus Vargas e Rafinha, deixando a torcida palestrina com a pulga atrás da orelha.

Quando parecia que a 1ª etapa terminaria empatada, porém, Róger Guedes, o melhor do "Verdão" no 1º tempo, aproveitou o rebote do chute de Michel Bastos e mandou para as redes, finalmente tranquilizando os anfitriões.

No segundo tempo, o time de Osasco ameaçou de novo com Rafinha, mas também viu Felipe Alves fazer dois milagres seguidos em finalizações de Alecsandro e Vítor Hugo, praticamente na pequena área. Incrível.

Na base da insistência, o Audax acabou chegando ao gol de empate. Matheuzinho cruzou bem da esquerda e Betinho, que havia entrado há pouco, chutou bonito de primeira, bem no canto de Jaílson. A bola foi tão forte que furou a rede do Allianz Parque.

Eduardo Baptista, então, tirou Alecsandro, que fazia péssima partida, e colocou Willian "Bigode" no lugar, trocando também Keno, em jornada pouco inspirada, por Erik.

O efeito foi imediato. Em sua primeira chance, Willian acertou um balaço no travessão.Na sequência, o "Bigode" recebeu na área e chutou forte, mas Felipe Alves defendeu bem. Na sobra, o ex-cruzeirense chutou de esquerda e, mesmo caído, conseguiu marcar.

Só que os comandados de Fernando Diniz não desistiram e empataram mais uma vez, em golaço do meia Léo Arthur. O camisa 10 recebeu na área e, mostrando muita categoria, deu um lindo toque por cobertura por cima de Jaílson, que buscou no fundo das redes.

Willian "Bigode" ainda teve mais uma ótima chance de marcar, ao disparar de esquerda de fora da área, mas Felipe Alves conseguiu fazer a defesa com os pés e garantir o 2 a 2.

Com o resultado, o Palmeiras foi a 25 pontos e ainda tem a melhor campanha geral, mas não conseguiu garantir a pontuação necessária para ratificar isso já nesta rodada.

O único que ainda tem chances de passar os alviverdes é o rival Corinthians, que tem 20 pontos e pode chegar a 23 contra o São Paulo, neste domingo, no Morumbi.

Na última rodada, o a equipe palestrina depende de um empate contra a Ponte Preta para garantir a melhor campanha. O "Timão" terá que torcer por uma derrota palmeirense e ganhar do Linense.

Vale lembrar que o dono da melhor campanha terá o direito de fazer todos os jogos de volta em casa nos mata-matas. O Audax, por sua vez, segue à beira do abismo e só escapa da queda com um milagre no último jogo.

O time de Fernando Diniz está com 9 pontos, na lanterna do grupo D, e depende de uma combinação de resultados para não ser rebaixado para a Série A-2 um ano depois de ter sido vice-campeão estadual.

Na próxima rodada, o clube de Osasco precisa vencer o Santo André e torcer para a Ferroviária consiguir no máximo três pontos; o São Bernardo conseguir no máximo dois pontos; ou o São Bento conseguir no máximo dois pontos nos últimos duelos. É difícil. Muito difícil. Mas não impossível...

Na próxima rodada, o Palmeiras pega a Ponte Preta, quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), no Moisés Lucarelli. Será o último duelo válido pela primeira fase do Paulista. No mesmo dia e horário, o Audax joga suas últimas fichas contra o Santo André.


Fonte: ESPN

Gabriel Jesus espera voltar a jogar pelo Manchester City antes do final da temporada 2016-17. Com uma fratura no pé direito, o brasileiro teve interrompido o brilhante início nos Citizens, tendo deixado o campeão brasileiro Palmeiras no final do ano passado.

6aa97732d10de92cfaa5058f50087dd8Gabriel Jesus planeja voltar a jogar pelo Manchester antes do fim da temporada.(Imgem:Divulgação)

O jovem de 19 anos, no entanto, está confiante de que vai voltar antes do esperado aos gramados. Ele passou por cirurgia na Espanha e ainda está usando muletas no momento. Mas nada que impeça sua projeção otimista.

Recentemente, o craque, que devia retornar em três meses, pretende voltar em dois. Em entrevista recente, à SporTV, revelou esperanla: "Eu não sei, não tenho nenhuma previsão de retorno, mas espero que ainda possa jogar alguns jogos nesta temporada".

"É a minha primeira lesão, não é uma lesão muscular, mas é a primeira vez que acontece algo que me deixa fora dos jogos. Então não foi fácil. Naturalmente, ninguém quer que isso aconteça, mas poderia ser pior", concluiu o atacante.


Fonte: GOAL

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paçoka
  • Med Plan
  • Espeto e Cia