• Farmaduty
  • floriano shop
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • Construforte
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Paraiba
  • Farmaduty
  • floriano shop
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Construforte

A técnica Pia Sundhage anunciou nesta terça-feira (05) a lista das 23 atletas convocadas para os dois jogos preparatórios diante da Austrália e entre as convocadas quem voltou a frequentar a lista da técnica sueca foi a piauiense Adriana 'Maga'. Os compromissos da Seleção Feminina serão disputados no período de Data FIFA, entre os dias 18 e 26 de outubro. As duas seleções se enfrentarão em duas oportunidades nos dias 23 e 26 de outubro, na Commbank Stadium, em Sydney.

ff7db3c344d8b6d5caabb8f5d455f22aFoto: Divulgação CBF

Após ser cortada por lesão da lista dos Jogos Olímpicos, a meia Adriana está de volta à Seleção Feminina após se recuperar da cirurgia no joelho esquerdo. No último dia 26 de setembro Adriana atigiu uma belíssima marca pessoal, mas também importante para o estado do Piauí - se sagrou tricampeão brasileira com a camisa do Timão. A vitória que deu o título de campeão Brasileiro Série A1 foi no clássico diante o Palmeiras foi por 3 a 1, jogo na Neoquimica Arena e a piauiense marcou um gol, e o gol contra da defensora do Verdão foi em jogada finalizada por Adriana.

"Pedi a Deus uma noite mágica, ele me deu simplismente a melhor noite da minha vida. Só ele e as pessoas mais próximas a mim sabem o que passei depois que voltei da minha lesão. Hoje só quero dizer gratidão senhor por tudo, sou abençoada demais", escreveu a atleta em suas redes sociais.

No último dia 22 de setembro, Adriana atingiu a marca pessoal de 100 jogos com a camisa do Timão. Contratada do clube desde 2018 essa é a quarta temporada da meio-campista no clube que é referencia quando o assunto é futebol feminino no país. E agora ela persegue alguns dos últimos objetivos que faltam ser riscados de sua lista como atleta profissional, estar em uma Copa do Mundo e Jogos Olímpicos.

Convocada na lista do técnico Vadão em 2018 para Copa do Mundo, mas cortada 24 horas depois devido uma lesão e também lembrada pela técnica sueca Pia para as Olímpiadas de Tóquio, mas novamente cortada devido uma lesão de menisco no joelho, retornar a seleção brasileira era um dos objetivos nessa reta final de temporada.

Confira a lista de convocadas:

Goleiras:

Karen - Minas Brasília
Letícia - Benfica (Portugal)
Lorena - Grêmio

Defensoras:

Rafaelle - Changchun Dazhong (China)
Tainara - Palmeiras
Erika - Corinthians
Antonia - Madrid C.F.F (Espanha)
Bruninha - Santos
Tamires - Corinthians
Thais - Palmeiras
Katrine - Palmeiras

Meio-campistas:

Julia Bianchi - Palmeiras
Ary Borges - Palmeiras
Angelina - O.L Reign (Estados Unidos)
Duda - São Paulo
Kerolin - Madrid C.F.F (Espanha)
Debinha - North Carolina Courage (Estados Unidos)
Adriana - Corinthians

Atacantes:

Giovana - Levante UD (Espanha)
Nycole Raysla - Benfica (Portugal)
Geyse - Madrid CFF (Espanha)
Bia Zanerattto - Wuhan Xinjiyuan (China)
Marta - Orlando Pride (EUA)

 

Fonte:cidadeverde.com

Dois representantes da região Sul do Estado do Piauí fizeram as melhores campanhas na fase de classificação do Campeonato Piauiense da Série B, conquistando vaga na Série A de 2022 e vão decidir o título da competição. Corisabbá de Floriano e Oeirense estão na parada.

6a65b5903c25894d4c3e4d8b33fca3f4Foto - Oeirense Oficial

O primeiro jogo está marcado para a tarde desta quarta-feira no Estádio Tibério Nunes, em Floriano, com início às 17h00.

O vencedor jogará pelo empate na segunda partida, prevista para o sábado (9) no Estádio Gérson Campos, em Oeiras. Ocorrendo empate nos dois jogos, a definição irá para os pênaltis.

Arbitragem para Corisabbá x Oeirense, em Floriano:

Árbitro – Fábio Gomes de Sousa; Assistente 1 – Janystone Rabelo de Melo; Assistente 2 – Zilvano de Oliveira Costa; 4º árbitro – Antônio Francisco Cordeiro de Paula; Inspetor de campo – Karol Vinícius Mendes Soares Martins.

Hão haverá público com venda de ingressos. Federação, Corisabbá e Oeirense terão direito a ingressos para convidados no Estádio Tibério Nunes e também em Oeiras.

Os dois clubes ainda não têm definições sobre formação dos elencos e comissões técnicas para a temporada de 2022.

Os contatos já foram iniciados e as negociações somente serão fechadas após a decisão do título da Série B.

Fonte: cidadeverde.com

Todos os postulantes ao título do Campeonato Brasileiro já jogaram na 23ª rodada, e a vitória do Atlético-MG sobre o Internacional no sábado (2), no Mineirão, coloca o time mineiro com 87,2% de chance de conquistar a competição nacional, segundo o departamento de matemática da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

 3d8119790271b28124f13e9b3913e4cbFoto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O Palmeiras, vice-líder, e o Flamengo, terceiro colocado, aparecem com 2,7% e 8,9% de chance de título, respectivamente.

A porcentagem do clube rubro-negro é maior que a do time alviverde por conta da quantidade de jogos já realizados -a equipe de Abel Ferreira tem 39 pontos em 22 partidas, enquanto a de Renato Gaúcho soma 38 em 20.

Na parte de baixo da tabela, os números não são bons para Santos e Grêmio. O time da Vila Belmiro, que nunca foi rebaixado na história do Brasileiro, se encontra com 43,7% de chance de cair para a Série B.

O clube comandado por Fabio Carille ocupa a 16ª posição, com 24 pontos, apenas um à frente do Bahia, que abre o Z-4.

O jogo da 23ª rodada do clube paulista, contra o Fluminense, em casa, foi adiado para o dia 27 de outubro após sugestão da CBF para mandar o confronto com torcida no estádio.

Para o Grêmio, que já atuou na rodada, a chance de queda é ainda maior: 47,5%. O time de Felipão perdeu para o Sport por 2 a 1 no domingo (3), em casa, e se complicou ainda mais na luta pela permanência na elite do futebol brasileiro.

Atualmente, ocupa a 18ª posição, com 22 pontos. O time tricolor até tem um jogo atrasado, da 19ª rodada, mas é justamente contra o líder do Brasileiro, o Atlético-MG, no Mineirão. A partida acontecerá no dia 3 de novembro, às 21h.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Na sua terceira tentativa, o Grêmio ainda não conseguiu sair da zona de rebaixamento - Z4 - do Campeonato Brasileiro. Nem o calor da torcida, de volta após 576 dias, foi capaz de ajudar o time a evitar a derrota para o Sport, por 2 a 1, neste domingo à noite, na Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS), pela 23ª rodada.

7efa5e16ba9e0d063909310f2fe109cdFoto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Com 22 pontos, o Grêmio está em 18.º lugar, agora acompanhado de perto pelo próprio time pernambucano, com 20 pontos, que é o 19 º colocado. O Sport não marcava um gol há mais de oito jogos, num total de 841 minutos, e passou uma semana tensa com demissão de toda diretoria de futebol.

Os dois times continuam na zona de degola e com números vexatórios, donos das piores defesas e ataques da competição. O Sport com 8 gols sofridos e 21 marcados, e o Grêmio com 19 gols sofridos e 22 feitos.

Com apoio de sua torcida, de volta após a pandemia de covid-19, era esperado que o Grêmio tomasse a iniciativa ofensiva. Mesmo com os dois técnicos optando pelo mesmo esquema 4-4-3, o que se viu em campo foi praticamente um jogo de ataque, gremista, contra defesa, pernambucana.

Mas o time gaúcho, na ânsia de marcar o seu gol rapidamente, impôs mais velocidade do que necessário, ao invés de trocar passes e achar as melhores opções para finalizar.

O Sport mostrou competência no sistema defensivo, praticamente não dando espaço para os chutes de curta distância.

O Grêmio só chegou uma vez, quando Ferreira recebeu do lado esquerdo, até perto da linha de fundo e levantou por cima do goleiro Maílson. Borja, na linha da pequena área, cabeceou, porém, por cima do travessão. Uma boa chance desperdiçada.

O visitante só chegaria ao gol num lance raro, como aconteceu aos 33 minutos. Hernanes fez o giro na frente da área e chutou de esquerda, exigindo do goleiro Gabriel Chapecó que saltasse para espalmar.

Os gaúchos não fizeram mais nada até o final do primeiro tempo. Faltou criatividade na armação e a torcida soltou as vaias.

O Grêmio voltou para o segundo tempo com duas modificações. Guilherme Guedes no lugar de Rafinha na lateral-esquerda e a entrada de Campaz no lugar de Alisson no meio-campo.

Não deu tempo para avaliar as trocas, porque o Sport abriu o placar aos sete minutos. Hernandes cobrou falta com força, Gabriel Chapecó rebateu e Gustavo Oliveira apareceu no rebote para completar para as redes.

O Grêmio quase empatou aos 15, numa cabeçada de Borja. A bola passou pelo goleiro Maílson e foi salva em cima de linha numa cabeçada do zagueiro Rafael Thyere. O VAR comprovou a lisura do lance para desespero da torcida gremista.

Aos 18 minutos, Diego Souza entrou no lugar de Borja, renovando a esperança de gol com o artilheiro da temporada. Mas Douglas Costa perdeu uma bola no ataque, dando contra-ataque mortal ao Sport que fez o segundo gol.

Everaldo fez o último passe para Mikael, ajeitar na frente da área e fuzilar. A bola ainda tocou nas mãos de Chapecó antes de entrar aos 24 minutos.

Mesmo nervoso e desorganizado, o Grêmio foi ao ataque. Aos 25 minutos, de longe, Campaz chutou e acertou o travessão.

Mas só conseguiu diminuir aos 39 minutos, quando Douglas Costa ajeitou a bola de fora da área e acertou um belo chute. A bola saiu em curva e entrou no ângulo direito de Maílson.

A torcida se animou e o time renovou a esperança de, pelo menos, chegar ao empate. Mas o Sport teve uma atuação defensiva muito boa e segurou a importante vitória.

Na próxima quarta-feira os times voltam a campo pela 24ª rodada. O Grêmio vai receber o Cuiabá, às 21h30, enquanto o Sport vai pegar no Recife (PE) o Juventude, um pouco mais cedo, a partir das 19 horas.

Fonte: Estadão Conteúdo