• Paraiba
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Dalva
  • Construforte
  • Garoto
  • Dario PAX
  • floriano shop
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Dalva
  • Paraiba
  • Construforte
  • Dario PAX
  • floriano shop
  • Garoto
  • Oticas Floriano

Sarah Menezes é uma judoca de verdade, daquelas que caem, se levantam, ajeitam o quimono e focam na próxima luta. Mas, algumas vezes, outra queda vem logo a seguir e fazem com que sonhos não sejam atingidos. Pouco mais de três horas depois de ser batida pelo cubana Dayaris Meste Alvarez, na manhã deste sábado, nas quartas de final da Olimpíada do Rio e desperdiçar a grande oportunidade de ser bicampeã olímpica, a peso-ligeiro (até 48kg) voltou ao tatame da Arena Carioca 2 para buscar a medalha de bronze e se esforçou para vencer a mongol Urantsetseg Munkhbat, campeã mundial em 2013. Mas a piauiense não conseguiu se encontrar, caiu no jogo de chão da rival e foi superada pela asiática por finalização (chave de braço), ficando a uma luta da disputa pelo pódio. Defensora do título, Sarah deu adeus na sétima colocação da Rio 2016. Tamanha foi a força feita pela asiática que a piauiense de 26 anos precisou passar por atendimento, no setor médico do local de disputas do judô, para examinar o seu braço direito.

2016 08 06t184024z 1015399866 rioec861fuuty rtrmadp 3 olympics rio judo w extralightSarah Menezes judô (Foto: Reuters)

Na chave masculina, Felipe Kitadai, bronze em Londres 2012, começou muito bem a sua trajetória nos Jogos do Rio, avançou com duas consistentes vitórias para as quartas de final, porém, acabou sendo derrotado pelo forte Orkhan Safarov, do Azerbaijão. Ele também terá de buscar seu segundo pódio olímpico através da repescagem. A luta que pode o colocar na disputa de medalha é contra Diyorabek Urozboev, do Uzbequistão.


As lutas de Sarah no Rio
Por ser cabeça de chave, Sarah pôde apenas observar as lutas da primeira rodada e estreou na segunda fase. O sorteio, porém, não foi dos melhores e a colocou para encarar logo de cara a perigosa Van Snick.
Antes de entrar na área de luta, a brasileira foi bastante ovacionada pela torcida. Sarah entrou empolgada, mas encontrou dificuldades para impor sua pegada nos primeiros minutos. Forte fisicamente e mais alta, a belga tentou projetar Sarah sem sucesso e acabou dando brechas para que a campeã olímpica encaixasse um golpe de quadril e jogasse a rival de lado no solo, ganhando um yuko.
Nos últimos dois minutos de luta, a piauiense soube usar a vantagem a seu favor e travou as ações da oponente, deixando o tempo passar, mas sempre mostrando agressividade e busca por golpes para não ser punida por falta de combatividade. Em uma dessas tentativas de entrada, Sarah chegou a ganhar um yuko, mas a arbitragem voltou atrás. Eram os segundos finais! A vitória era da brasileira, que segue fortalecida em busca do seu segundo ouro olímpico.
O duelo de quartas de final parecia não ser muito complicado para Sarah, que domina há muito anos as competições pan-americanas. Mas a cubana Mestre Alvarez fez um luta muito boa taticamente e bloqueou as principais ações da brasileira desde o início. Irritada sem conseguir encaixar sua pegada, a campeã olímpica tentou ser mais veloz que a oponente, mas ela sempre era travada. Alvarez conseguiu forçar uma punição de Sarah e acabou com a vitória e vaga na semi.

Na luta pela repescagem, Sarah e a mongol Urantsetseg Munkhbat travaram uma disputa intensa por pegada no primeiro minuto. Como nenhum das duas entrava golpe, o juiz as puniu por falta de combatividade. O cronômetro corria e a luta continuava transcorrendo da mesma forma. A torcida cantava e incentiva a brasileira, que passou a ser mais agressiva.
Faltando 1m39s, Sarah quase encaixou um estrangulamento, mas a asiática aguentou e conseguiu se livrar da técnica da campeã olímpica. Pouco depois, a piauiense recebeu o troco. O seu braço direito ficou preso, mas a mongol não conseguiu apertar com tanta força e judoca da casa escapou. Nos segundos, finais Munkhbat pegou com tudo o braço de Sarah em uma chave de perna, mas a brasileira foi muito guerreira, aguentou a dor e levou o combate para o golden score. Quem pontuasse primeiro iria para a decisão do bronze.
No desempate, a veterana mais uma vez usou o seu habilidoso jogo de chão e finalizou Sarah com uma chave de braço. A brasileira ficou caída no solo e recebeu o carinho da torcida brasileira, que gritou efusivamente "Olê, olê, olá, Sarah, Sarah", para depois aplaudir bastante a menina de Teresina que faz parte da história do esporte brasileiro.

 

Fonte: G1

O Santos recebeu nesta sexta-feira a segunda oferta oficial por Gabriel. A nova proposta é da Internazionale de Milão, que já havia demonstrado interesse pelo atacante nas últimas semanas.

18c8b1f42acd3d1f492e23cb28a8beb4Futebol. (Imagem:Divulgação)

O valor oferecido é de 25 milhões de euros (R$ 90 milhões), superior ao ofertado pela Juventus, que é de 20 milhões de euros (R$ 72 milhões).

Representantes do jogador, que detém 40% dos direitos econômicos, ficariam com 7 milhões de euros (R$ 25,2 milhões). Em litígio com o fundo de investimentos Doyen Sports, que tem 20% dos direitos do camisa 10, o Santos teria que depositar em juízo R$ 12,96 milhões dos R$ 64,8 milhões.

“Todo mundo sabe que sou santista, é o clube do meu coração, estou contente com a posição do Santos, mas tudo é conversável. Agora o meu foco é na Olimpíada”, disse Gabriel na última quinta-feira, após o jogo da seleção olímpica.


Fonte: GE

Neste sábado (06), primeiro dia de competições das Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016, a judoca piauiense, Sarah Menezes, vai entrar no tatame em busca do Bicampeonato olímpico, na categoria até 48 quilos. A judoca, que viveu uma boa fase na preparação final para o período olímpico, agora tenta repetir o feito de conquistar um ouro, como em Londres, em 2012.

sarah menezes entra no tatame neste sabadoSarah Menezes entra no tatame neste sábado. (Imagem:UOL)

Desde o Grand Slam de Tóquio, quando foi bronze no fim do ano passado, a judoca subiu ao pódio em todas as cinco competições disputadas. Nas olímpiadas do Rio, Sarah é cabeça de chave de seu grupo. Ela entra nas oitavas e vai ter pela frente a vencedora do duelo entre a belga Charline Van Snick e a romena Monica Ungureanu.

A judoca piauiense está na Vila Olímpica desde a última quinta-feira (04) após deixar a base de treinamentos da seleção brasileira em Mangaratiba. A campeã olímpica chegou junto com Felipe Kitadai, bronze em Londres 2012. A cerimônia de abertura das Olimpíadas acontecem nesta sexta-feira (05) no estádio do Maracanã.

 

Fonte:GP1

Gabriel não é o único jogador do Santos que pode ir embora após a Olimpíada do Rio. O lateral-esquerdo Zeca tem despertado o interesse de vários time da Europa e o Atlético de Madrid deve ser o primeiro a chegar com altas cifras para levar o jogador.

b1c74b6be29d82338fc3c123f20430f3Trio do Santos. (Imagem:Divulgação)

O time espanhol deve enviar nos próximos dias uma proposta de 10 milhões de euros (R$ 35,5 milhões) pelo jogador.

A diretoria alvinegra teve, na semana passada, uma reunião com o empresário Pascal Carbon, que representa Manchester United, Paris Saint-Germain e Monaco para saber o que o clube queria para aceitar vender o jogador e prometeu chegar com uma oferta em breve.

Durante o Campeonato Paulista, o Santos recusou uma proposta de 8 milhões de euros (R$ 32 milhões, na época) do próprio Atlético de Madrid.

O presidente Modesto Roma Júnior não estipulou um valor, mas nos bastidores, alguns diretores admitem que se a oferta de 10 milhões de euros realmente chegar, o clube está propenso a aceitar. O Santos tem 70% dos direitos econômicos do jogador.

Além de Zeca, quem também é comentado em clubes europeus é o volante Thiago Maia. A imprensa inglesa assegura que o Chelsea tem uma oferta preparada para ser feita nos próximos dias. Entretanto, houve apenas sondagens em cima do jogador.

Quanto a Gabriel, o acordo com a Internazionale está muito próximo. O time italiano formalizou uma proposta no valor de 25 milhões de euros (R$ 91 milhões) pelo jogador e a tendência é que o acerto ocorra nos próximos dias.

Dos três, Gabriel é quem tem mais chance de sair agora, por ter a negociação mais avançada. Quanto a Thiago Maia e Zeca, a tendência maior que ambos fiquem pelo menos até o fim do Campeonato Brasileiro.


Fonte: Superesportes