• Garoto
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Paraiba
  • Construforte
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Dalva
  • Dalva
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Construforte
  • Oticas Floriano
  • Paraiba
  • Garoto
  • Farmaduty

Com o terceiro maior público do ano entre todos os clubes brasileiros e batendo o recorde da temporada no Campeonato Brasileiro da Série B, o Ceará colocou mais de 56 mil torcedores na Arena Castelão, em Fortaleza.

a8508891c74b7b9a5ed62a635afba29bCeará e Vasco empatam sem gols pelo Brasileirão Série B.(Imagem: Carlos Gregório Jr/CRVG)

Mas não saiu de um empate sem gols diante do Vasco da Gama, no duelo entre os líderes do torneio, em partida realizada na noite desta terça-feira, pela última rodada do primeiro turno.

Com o resultado, o Vasco segue na liderança isolada do torneio com 39 pontos, mantendo quatro de vantagem para o próprio Ceará, que continua na segunda colocação. CRB, 33, e Atlético-GO, 32, completam o G4.

O Ceará, que teve o melhor público de toda a Série B até o momento, só perde no geral para o São Paulo. O Tricolor colocou cerca de 61.700 torcedores na semifinal da Libertadores diante do Atlético Nacional, e 61.300 frente ao Atlético-MG, também no torneio continental.

Dentro de campo, as duas equipes fizeram um bom primeiro tempo, de muita marcação e espaços reduzidos. Em busca de se aproximar de um concorrente direto ao título, o Ceará fez uso do mando de campo, com ótimo número de torcedores, e imprimiu uma pressão no adversário. Pelo jogo aéreo foram duas tentativas, com Diogo Felipe e Rafael Costa, ambas para fora.

Com a bola no chão, Rafael Costa desperdiçou mais uma. Aos 20 minutos, o Ceará construiu rápido contra-ataque. O atacante recebeu livre na área, de cara com o goleiro uruguaio Martin Silva, mas errou o alvo e frustrou a torcida. O meio de campo com apenas um volante deixou o Vasco sem organização no meio, com Nenê pouco participativo.

No segundo tempo, o Vasco não conseguiu causar perigo ao goleiro Éverton, mas, pelo menos, conseguiu conter melhor o Ceará. Foram raras as chances criadas pelo time mandante. Apesar da fraca participação de Nenê, que desfalcou o time nos últimos três jogos, o treinador decidiu manter o camisa 10 até o final da partida.

Sobrou então para Yago Pikachu, que deu lugar para Eder Luis. Este também entrou mal e não acrescentou qualidade ao Vasco. Embalado pela torcida, o Ceará decidiu arriscar, com um jogo mais aberto pelas laterais, mas o clube carioca não deu brecha. Nos minutos finais do jogo, o time cruzmaltino abdicou da vitória, fechou-se ainda mais e garantiu o empate sem gols que o mantém com folga na liderança da Série B.

PRÓXIMOS JOGOS

Devido à Olimpíada do Rio, o time cruzmaltino volta a atuar somente no próximo dia 20, um sábado, contra o Sampaio Correia, assim como o Ceará, que retorna no dia 16 contra o Paysandu, em Belém.

Campeonato Brasileiro - Série B:

. Brasil de Pelotas 3 - 0 Avaí
. Criciúma 0 - 3 Paysandu
. Londrina 2 - 0 Bragantino
. Vila Nova 2 - 1 Joinville
. Ceará 0 - 0 Vasco
. Luverdense 0 - 0 CRB
. Oeste 0 - 0 Náutico
. Tupi 2 - 0 Paraná


Fonte: Futebol do Interior

O Vasco precisou suar muito para vencer o Criciúma, em São Januário, no Rio de Janeiro. O placar de 2 a 1, contudo, foi suficiente para isolar ainda mais o Gigante da Colina na liderança da Série B, com 38 pontos.

d2507c51f1fe80089045ebf32e80f09d Paulo Fernandes / vasco.com.br.(Imagem:Divulgação)

Quatro a mais que o vice Ceará e 11 à frente do Náutico, o quinto colocado. Já o Tigre estaciona nos 26 pontos, na sétima posição, e perde grande chance de chegar perto do G4.

O Bragantino, enfim, deixou a zona de rebaixamento. E isso só foi possível com a vitória para cima do Bahia pelo placar de 1 a 0,no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Com o resultado, o Braga pulou para a 16ª colocação, com 20 pontos, um a mais do Goiás, primeiro dentro da zona de rebaixamento. O Tricolor, por sua vez, que segue sem engrenar, caiu para décima colocação, com 24, longe do G4.

Demonstrando muito nervosismo por estar dentro da zona de rebaixamento, o Joinville perdeu para o Oeste, por 1 a 0. Esta foi a sexta derrota do JEC em casa, ficando com os mesmos 17 pontos, em 18º lugar e dentro do Z4. Com a terceira vitória como visitante o time paulista atinge os 24 pontos e ocupa o 11º lugar.

O Ceará continua com o tabu de nunca ter vencido o Paraná atuando em Curitiba. Os dois times empataram, por 1 a 1, no estádio Durival de Britto. Este foi o nono duelo entre os dois times na capital paranaense, com três vitórias do Paraná e seis empates.

O resultado, porém, foi melhor para o Vozão, que segue tranquilo com 34 pontos, na vice-liderança. O Tricolor chega ao quarto jogo sem vitórias, com três empates e uma derrota. De quebra, ocupa a oitava posição, com 26 pontos.

O Paysandu completou 11 jogos invicto – com quatro vitórias e sete empates -, mas voltou a empatar dentro da Curuzu, em Belém. O Papão cedeu o empate ao Vila Nova na etapa final, por 2 a 2. O que culminou na queda de Gilmar Dal Pozzo. O resultado fez justiça aos times, que continuam muito perto da zona de rebaixamento, com 22 pontos – três na frente do Goiás, primeiro na degola, com 19. O Bicolor é 15.º e o Vila 14.º por ter vantagem no número de vitórias: 6 a 4.


Fonte: Futebol do Interior

Durante a semana o técnico Vica manifestou a sua satisfação pelo que chamou evolução da equipe na partida com o Fortaleza. Realmente, mesmo ficando no empate de 1 x 1, o River jogou um bom futebol.Foi eficiente na marcação e esteve bem mais perto da vitória do que o tricolor cearense.

b16b8a150891848490837158eeb6b2bfTécnico riverino tem opções para mudar o time diante do América.(Imagem:Divulgação)

Vica teve mais uma semana para preparar a equipe, porém viajou para o Rio Grande do Norte sem revelar a formação riverina para o confronto com o América neste domingo(31). Com as novas contratações devidamente inscritos na CBF, as opções aumentaram.

O goleiro deverá ser Naylson, mantido como titular, assim como os laterais Tote e Rafinha. A dupla de zaga, com base no que foi visto nos treinos, é para ser formada por Dão e Roberto Dias, este fazendo a sua estreia. O central Dão jogou contra o Fortaleza. O meio-campo na partida com os cearenses começou com Amarildo, Luciano Sorriso(depois Gilmax), Cleitinho e Edu Amparo(depois Andrezinho). O meia Rogério voltou aos treinamentos e está à disposição para o jogo.

No ataque riverino a dupla tem sido formada por Eduardo e Fabinho, este substituido por Diego Lira no decorrer do jogo com o Fortaleza.

Vica agora tem Vinícius e Rodriguinho prontos para o ataque. Caso seja mantida a dupla Eduardo e Fabinho, os dois poderão ser lançados de acordo com as necessidades no andamento do jogo em Goianinha. A expectativa é de que o campeão piauiense esteja mais bem preparado para a jornada deste domingo.

O América do Rio Grande do Norte está com 12 pontos ganhos na classificação do Grupo A da Série C. Se ocorrer vitória do River, os dois times ficarão empatados, uma vez que os riverinos estão com 9 pontos. No jogo do primeiro turno, disputado no Albertão, o América venceu por 3 x 2 e chegou a fazer 3 x 0. Houve a reação piauiense, porém esbarrou no segundo gol.

 

Fonte:cidadeverde.com

Na última quarta-feira (28 de julho), o Flamengo ficou sabendo quem será seu primeiro adversário na Copa Sul-Americana.

Eliminado na terceira fase da Copa do Brasil, após derrota por 5 a 0 para a Ponte Preta, o Figueirense garantiu vaga na competição continental e enfrentará o Rubro-Negro para ser um dos representantes nas oitavas de final do torneio.

9ad43b85e4dad4fdbeef260d3a3d4db1Presidente do Fla projeta participação na Sul-Americana, e vê retorno de Adriano difícil.(Imagem:Divulgação)

Em entrevista exclusiva para o FOXSports.com.br, o presidente Eduardo Bandeira de Mello projetou a participação da equipe, e preferiu não apontar possíveis favoritos.

“O Flamengo sempre entra para disputar o título, em qualquer competição. Desta vez, os principais clubes do continente estarão participando. No Brasil, os times que seguem na Copa do Brasil, e os que jogaram a Libertadores, estão fora, mas os concorrentes de Argentina, Chile, Uruguai, Colômbia e Peru são de altíssimo nível”, afirmou.

Caso consiga se classificar para a fase internacional da Sul-Americana, o Flamengo já sabe quem são os possíveis adversários: Aucas (EQU), Real Garcilaso (PER), Libertad (PAR) e Palestino (CHI). Na primeira fase, equatorianos e peruanos duelam, assim como paraguaios e chilenos, e os vencedores farão um novo mata-mata para definir quem terá o clube brasileiro pela frente na briga por uma vaga nas quartas de final.

Quando o assunto passou para o extra-campo, mais especificamente sobre o tema contratações, um nome que a torcida rubro-negra gostaria de ver vestindo novamente a camisa do clube acabou sendo abordado: Adriano Imperador. Sobre o jogador, o dirigente não se mostrou tão animado com a chance de um retorno, mas não descartou completamente a possibilidade.

“Acho muito difícil, embora ele seja ídolo da torcida do Flamengo toda, meu ídolo, mas não vejo como uma coisa que possa se concretizar em curto ou médio prazo. Torço muito por ele, para que volte a jogar bem, porque é um excelente garoto, e todo mundo gosta muito dele. Porém, no momento, não acredito em uma volta”, sacramentou o mandatário.


Fonte: Fox Sports