• Dario PAX
  • Paraiba
  • chopp sabora
  • Construforte
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Jorge
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Construforte
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • chopp sabora
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • Jorge

O Osasuna irá estrear um novo terceiro uniforme na partida contra o Barcelona, na próxima quarta-feira, pelo Campeonato Espanhol. O curioso no caso é que a nova camisa da equipe foi desenhada especialmente para este jogo, por exigências da televisão.

7a2f00be2498386c3753ec69efd71106Time espanhol é obrigado a criar camisa só para jogar contra o Barcelona.(Imagem:Divulgação)

De acordo com o site oficial do Osasuna, o clube foi avisado pela emissora que transmitirá o duelo na Espanha de que seu modelo principal (vermelho com detalhes azuis) e a segunda camisa (verde com detalhes azuis) iriam se confundir com as tradicionais cores do Barcelona.

A camisa laranja, de edição limitada, terá o slogan "Osasuna nunca se rende". A equipe é a lanterna do Campeonato Espanhol com apenas 18 pontos ganhos, nove atrás do Leganés, 17º colocado e primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Já o Barcelona é o líder de LaLiga com 75 pontos ganhos. A equipe vem de vitória por 3 a 2 contra o Real Madrid, no último domingo, e tomou a posição justamente do maior rival. Os merengues, porém, tem um jogo a menos no Espanhol.


Fonte: msn

A vitória de 2 a 1 sobre o Botafogo colocou o Flamengo na decisão do Campeonato Carioca contra o Fluminense. As finais acontecerão nos próximos dois domingos, porém, o tema passou a ser assunto proibido na Gávea e no Ninho do Urubu.

3e5ca61d4e2be6402efa91b4dffaf061Flamengo 'esquece' Fluminense para não se complicar na Libertadores.(Imagem: Gilvan de Souza/Flamengo)

Isso porque a ordem é manter o foco no duelo da próxima quarta-feira, às 21h45(de Brasília), contra o Atlético-PR na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), pela quarta rodada do Grupo 4 da Copa Libertadores.

"Nós sabemos que tem a questão da rivalidade e que todos os torcedores pensam muito em vencer o Fluminense nesta decisão. Mas não podemos pensar nisso agora, pois temos um compromisso muito importante na quarta-feira contra o Atlético Paranaense. Trata-se de um confronto muito complicado, fora de casa e determinante em termos de classificação para as oitavas de final.

Se ganharmos vamos fixar em uma situação muito boa em um grupo que todos nós sabemos que está longe de ser dos mais tranquilos desta Libertadores. Por isso o Fluminense precisa mesmo ficar para depois", disse o goleiro Alex Muralha.

O lateral-direito Pará lembrou que o planejamento vem dando certo e por isso não pode ser modificado. "O Flamengo só conseguiu chegar à decisão do Campeonato Carioca e só tem conseguido ir bem na Copa Libertadores porque está conseguindo pensar em uma partida de cada vez.

Portanto, não existe ainda o menor motivo para mudarmos essa nossa maneira de agir. Temos adversários qualificados pela frente. O Atlético Paranaense é o primeiro deles e por isso mesmo na ordem de prioridade neste momento aparece em primeiro lugar.

Vamos ter um confronto muito complicado e se pensarmos primeiro no Fluminense vamos acabar voltando do Paraná com um mau resultado na bagagem", afirmou o lateral.

O zagueiro Rever segue a mesma linha de raciocínio."Temos um planejamento que vem dando certo porque sabemos entender o que são as prioridades e aquilo que devemos pensar em um segundo momento.

A prioridade agora é a Copa Libertadores e o jogo contra o Atlético Paranaense. Depois vamos em pensar no Fluminense e na final do Campeonato Carioca. Os dois jogos são importantes, mas existe uma ordem para que eles aconteçam e isso precisa ser respeitado", disse o defensor.

O elenco do Flamengo voltou a trabalhar nesta segunda-feira para um trabalho regenerativo e depois a delegação seguiu para a capital paranaense. A escalação será divulgada minutos antes do confronto.


Fonte: Terra

Depois do Clássico no domingo, Barcelona e Real Madrid recomeçam a disputa pelo título empatados na liderança e enfrentam Osasuna e Deportivo La Coruña, respectivamente, pela 34ª rodada da Liga.

94baa60b68c61a7e911f1e970dcf7050Barcelona e Real Madrid recomeçam briga pela Liga após clássico.(Imagem:Divulgação)

Com a vitória por 3 a 2 no Santiago Bernabéu, o Barça assumiu a liderança do campeonato com os mesmos 75 pontos dos merengues. Os catalães têm vantagem no confronto direto, mas o time da capital ainda tem um jogo a menos.

O Barça recebe o lanterna Osasuna na quarta-feira, a cinco rodadas do fim do torneio.

"Agora só nos restam finais e vamos para ganhar todos os jogos e tentar vencer a Liga", falou Sergi Roberto, depois da vitória no Bernabéu.

O técnico Luis Enrique ainda não vai poder contar com o brasileiro Neymar, que cumpre o último dos três jogos de suspensão. O treinador garantiu que a disputa "vai ser apertada até o fim".

Já o Real Madrid precisa se levantar do duro golpe e joga fora de casa contra o Deportivo La Coruña, que briga contra o rebaixamento.

"A briga pela Liga ainda está aberta, mas dependemos apenas de nós", garantiu o francês Zinedine Zidane depois da derrota para o rival.

Os merengues ainda precisam disputar a partida adiada contra o Celta, pela 21ª rodada. O time de Madri não pode tropeçar, já que em caso de empate o Barcelona tem a vantagem do confronto direto e do saldo de gols.

Zidane não sabe se pode contar com o galês Gareth Bale, que saiu machucado aos 30 minutos do primeiro tempo.

O Atlético de Madri viaja para enfrentar o Villareal, na terça-feira, em busca de três pontos para consolidar a terceira posição na frente do Sevilla, quarto colocado, que recebe o Celta (10º).


Fonte: AFP

Parceiros políticos desde as administrações mais recentes, Flamengo e Fluminense duelam na final do Campeonato Carioca num momento em que a relação está estremecida. E o motivo para isso está no palco do confronto: o Maracanã.

1a4c3d5776eda224eac388b9783f848eAntigos aliados, Flamengo e Fluminense fazem final com relação estremecida.(imagem:Divulgação)

Em lados opostos no que se refere aos consórcios que disputam a gestão do estádio, os dois times entraram em rota de colisão -que culminou em leves alfinetadas públicas de ambos os lados.

A Odebrecht, que venceu a licitação em 2013, anunciou que deseja romper o contrato. Apesar de a empresa ter acertado o repasse da concessão à Lagardère, o governador Luiz Fernando Pezão avalia a abertura de novo processo licitatório. Esta possibilidade é defendida pelo Flamengo e criticada pelo Fluminense.

Pelo lado das Laranjeiras, o presidente Pedro Abad não gostou da opinião do vice-presidente de administração do Flamengo, Rafael Strauch, que no Twitter ressaltou que o Maracanã deveria ser 100% do clube da Gávea.

Presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello não quis polemizar, mas firmou sua posição antes da semifinal contra o Botafogo, neste domingo (23)."Ontem [sábado] mesmo, antes de saber dessa entrevista, eu já tinha procurado o Abad, que considero excelente dirigente, para conversar sobre Maracanã.

Tenho esperança para que em situação futura Flamengo e Fluminense possam estar juntos. O formato nós vamos discutir. Se quiser compartilhar a solução, os custos, ótimo. Talvez seja melhor para a gente. Se o Fluminense não quiser correr riscos, também tudo bem", disse o dirigente.

"Vão ter condições excelentes para poder jogar aqui, melhor do que temos hoje com a Odebrecht. Se Botafogo e Vasco quiserem também, podem também sob a administração do Flamengo a qualquer momento.

Se o Fluminense quiser ser nosso parceiro, vai ser. Se quiser ser contratante, não tem problema. Não queremos brigar com ninguém. Entendo que entre Flamengo e Fluminense pode haver sempre diálogo, sempre entendimento", completou.

PRIMEIRA LIGA

Flamengo e Fluminense haviam se aproximado politicamente nos últimos anos em função de ideologias contrárias a decisões da Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) e da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A postura firme da dupla resultou, por exemplo, na criação da Primeira Liga -em conjunto com outros clubes das regiões Sul e Minas.

No momento de maior embate, houve um claro racha no Rio de Janeiro em que Flamengo e Fluminense ficaram de um lado e, de outro, Botafogo, Vasco e Ferj. Este ano, porém, reuniões entre as cinco instituições amenizaram os ânimos e o diálogo melhorou entre as partes.

FINAL

Flamengo e Fluminense disputarão o título do Campeonato Carioca em uma final com dois jogos, que acontecerão no Maracanã nos dias 30 de abril e 7 de maio. Não há vantagem do empate neste duelo. Os clubes não se enfrentavam na decisão do estadual desde 1995.

O campeão carioca levará o prêmio de R$ 3,5 milhões. Já o vice ficará com R$ 1,5 milhão.


Fonte: Esporte ao Minuto