• Dario PAX
  • Paraiba
  • chopp sabora
  • Construforte
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Jorge
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Construforte
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • chopp sabora
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • Jorge

A segunda partida de Bruno em sua volta ao futebol foi marcada por uma boa dose de polêmica. O Boa Esporte segurava fora de casa o empate em 0 a 0 com o Patrocinense, na quinta-feira, quando o goleiro interrompeu a partida para relatar ao árbitro que teria sido alvo de um vergalhão de ferro atirada por torcedores do clube local.

034eceba7828c4e2b1492be89ba6e4d5Bruno diz que torcida adversária jogou vergalhão de ferro em sua direção.(Imagem:Divulgação)

Segundo informações da TV Integração, o episódio teria ocorrido aos 18 minutos da etapa inicial, quando Bruno estava em meio a uma discussão com vários jogadores. Ao ser alvo do vergalhão de ferro, o goleiro entregou o objeto ao árbitro.

Na súmula da partida, o juiz Emerson de Almeida Ferreira relatou a acusação de Bruno. No entanto, negou que o trio de arbitragem tenha visto:

"Informo que aos 18 minutos do primeiro tempo quando o jogo se encontrava paralisado, o goleiro da equipe do Boa Esporte Clube sr. Bruno Fernandes das Dores de Souza , me apresentou um vergalhão de ferro de aproximadamente 30cm dizendo que o mesmo havia sido arremessado dentro do campo de jogo por torcedores da equipe do Clube Atletico Patrocinense que se encontravam atras de sua meta (fato este que nao foi observado por nenhum membro da equipe de arbitragem, representante e delegado da partida que se encontravam em campo de jogo)".

Em entrevista ao GloboEsporte.com, o vice-presidente do Patrocinense, Florisvaldo José de Souza, rechaçou que a torcida do clube tenha atirado o objeto:

- Com relação à segurança da partida, passamos três dias junto à PM e seguranças particulares para que não tivesse nenhum incidente. Não abrimos bilheteria para comprar ingresso, justamente por causa da segurança.

Temos um compromisso com a polícia, Corpo de Bombeiros e Ministério Público. Dentro de campo, aconteceu esse fato. O goleiro Bruno chamou o árbitro e alegou que foi arremessado nele um tipo de material, na realidade não houve. Só ele que viu. Tinha uma guarnição da PM atrás do gol que não viu nada.

Segundo o dirigente, o clube fez um boletim de ocorrência para evitar perdas de mando de campo na sequência do Hexagonal Final:

- Como resguardo, foi feito um boletim de ocorrência baseado nas palavras do árbitro, que disse também que ninguém viu. Foi feito no intervalo da partida. Eu chamei o delegado do jogo juntamente com o tenente da polícia militar.

Fomos até o gol e verificamos que lá não tinha nada, atrás do gol também não. Foi feita uma limpeza geral lá. Não houve nenhum incidente, só essa que o goleiro Bruno viu. Nunca perdemos mando de campo por falta de segurança, não vai ser agora que vamos perder.

Devido a um habeas corpus concedido pelo STF, Bruno aguardará em liberdade ao recurso de sua condenação a 22 anos e três meses de prisão pelo homicídio de Eliza Samudio.

A partida terminou empatada em 0 a 0. O Boa, que viu Bruno ter uma atuação segura, chegou a dois pontos no Hexagonal FInal, enquanto o Patrocinense tem quatro pontos em duas partidas.

Fonte: Lance

A Bi-campeã da copa Norte/Nordeste de jiu-jitsu Rosicleide Magalhães visitou o gabinete do Vereador Dessim para mostrar o resultado de sua participação no último final de semana em Fortaleza quando a atleta florianense tentou conquistar o tri-campeonato e através do portal jc24horas teve o apoio do parlamentar. 

A equipe desse informativo promoveu o encontro entre a atleta florianense e o vereador e na oportunidade registrou o momento em que Rosicleide exibe as medalhas conquistadas na cidade alencarina.

20170411 101543Rosicleide Magalhães e o Vereador Dessim. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

 

Da redação

O Botafogo voa. E voa alto nesta Libertadores. Poderia ser uma referência à bicicleta de Rodrigo Pimpão contra o Olimpia. Ou a de Roger diante do Estudiantes.

Não é. Em grande campanha, o time comandado por Jair Ventura quebrou uma escrita de 24 anos nesta quinta-feira: o alvinegro carioca bateu o Atlético Nacional por 2 a 0 no estádio Atanasio Girardot, em Medellín, na Colômbia, e garantiu a sua primeira vitória fora do Brasil desde 1993.

f6ce2d86f0bff801716bc74510d4d051Libertadores: Camilo brilha, e Botafogo vence na casa do Atlético Nacional.(Imagem:Divulgação)

O último resultado positivo havia sido o 1 a 0 frente o Caracas na Venezuela, em 1993. Na primeira derrota dos atuais campeões do continente em 2017, o Botafogo recorreu ao seu ponto forte na temporada: o jogo aéreo.

Foi assim que, aos 38 minutos do primeiro tempo, João Paulo desceu pela direita e cruzou para Camilo cabecear para as redes. Golaço.

Fim da discussão em torno da titularidade do meia? Na ausência do argentino Montillo, o Glorioso se virou bem voltando ás suas origens com o padrão tático do ano passado que o levou à competição.

Dos 29 gols marcados no ano, 16 foram por cima. Nos acréscimos da etapa final, aos 48 minutos, Guilherme sacramentou a vitória em contra-ataque perfeito.

O Atlético Nacional pressionou bastante, especialmente com o atacante Andrés Ibarguen, principal figura em campo. Sem dar um refresco para Emerson Santos pela direita, levou perigo a todo momento, mas esbarrou em atuação inspirada de Gatito Fernández.

Macnelly Torres tinha espaço para criar. Ele teve dificuldade para fazer a bola chegar a Dayro Moreno, contudo.

Com o resultado, o Botafogo embalou no grupo 1 e manteve 100% de aproveitamento com seis pontos em duas rodadas, dividindo a liderança com o Barcelona de Guayaquil-EQU. Nacional e Estudiantes-ARG ainda não pontuaram.


Fonte: ESPN

O Goiás Esporte Clube conseguiu nos minutos finais no jogo realizado no Estádio Serra Dourada uma virada importante diante do Fluminense no confronto de ida pela 4ª Fase da Copa do Brasil.

598356d4b0de473be80ed499c3507eb6Futebol. (Imagem:Divulgação)

A equipe esmeraldina venceu pelo placar de 2 a 1 e na partida de volta no Maracanã, joga com a vantagem do empate para estar nas Oitavas de Final da competição.

Nos primeiros minutos os indícios uma vitória fácil do Fluminense que dominava o jogo e abriu o marcador aos 9 minutos com gol do atacante Marcos Júnior após assistência de Wellington Silva.

O time carioca mandou na etapa inicial, mas a expulsão de Diego Cavalieri que derrubou Carlos Eduardo fora da área com uma falta dura, acabou mudando o rumo da partida.

No 2º Tempo o técnico Sílvio Criciúma com o Goiás em vantagem no número de jogadores começou a tirar defensores e escalar atacantes. Michael, Aylon e Jean Carlos entraram, porém mesmo assim o Verdão não conseguia criar oportunidades e mostrava dificuldades para entrar na área adversária.

Foi aí que brilhou a estrela de Jean Carlos. Aos 39 minutos o meia acertou um forte chute, de fora da área e sem chances de defesa de Júlio César que substituiu Cavalieri.

No lance seguinte o atacante Aylon foi tocado na área por Renato Chaves. Pênalti marcado e convertido por Léo Gamalho. Vitória muito comemorada por 90% dos 15.005 pagantes que compareceram ao Serra Dourada.


Fonte: Diário de Goiás