• Posto Aliança
  • Ind Discovery
  • Garoto
  • Paraiba
  • Dario PAX
  • Jorge
  • Oticas Floriano
  • Construforte
  • Floriano Veiculos
  • chopp sabora
  • Garoto
  • Ind Discovery
  • Jorge
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Construforte
  • Floriano Veiculos
  • chopp sabora
  • Paraiba
  • Posto Aliança

A seleção dos Estados Unidos conseguiu uma façanha histórica na noite dessa terça-feira. O problema é que dessa vez o feito não tem nada de positivo. Em Couva, no estádio Ato Boldon, a equipe da casa venceu por 2 a 1 na última rodada das Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2018 e tiraram dos Estados Unidos qualquer chance de ir ao Mundial da Rússia.

d9d60684ad42e3e1c24f7a69cb15ef15

Lanterna do hexagonal final, Trindade e Tobago tinha apenas três dos 27 pontos disputados até então. Mesmo com a vitória memorável, a equipe se despediu da competição com seis pontos, na lanterna da tabela. Enquanto isso, os filhos do Tião Sam acabaram apenas uma posição acima, em quinto, com 12 pontos.

Winchester e Jones, ainda no primeiro tempo, marcaram os gols da vitória de Trindade e Tobago ainda no primeiro tempo. No fim da partida, os EUA até acertaram a trave em uma finalização de longe, mas ali se viu qualquer esperança de reação ir por água abaixo.

E o maior culpado pela não classificação dos norte-americanos, além eles próprios, foi o Panamá. No estádio Rommel Fernandez, na capital panamenha, Torres marcou o gol da vitória por 2 a 1 dos anfitriões em cima da Costa Rica já aos 44 minutos do segundo tempo. Antes, Venegas, para os visitantes, e Torres, para os donos da casa, foram às redes.

Os três pontos levaram o Panamá ao terceiro lugar, última posição que garante uma equipe com vaga direta à Copa do Mundo. Assim, com 13 pontos, os panamenhos puderam fazer a festa após o apito final, assim como os costa-riquenhos, que terminaram as Eliminatórias da Concacaf na vice-liderança do Hexagonal, com 16 pontos, também com classificação garantida.

O quarto lugar na tabela, que dá direito a dois jogos em formato de mata-mata contra um representante asiático pela repescagem do Mundial, ficou com a seleção de Honduras. Nessa terça, os hondurenhos conseguiram bater o México por 3 a 2 em San Pedro Sula, no estádio olímpico Metropolitano, chegaram aos 13 pontos, e assim, se mantiveram vivos na briga para ir à Rússia no ano que vem.

Já o México, que entrou em campo já classificado, mesmo com o revés, termina as Eliminatórias da Concacaf com 21 pontos, na ponta do Hexagonal final.

Peralta abriu o placar para os mexicanos, Elis empatou e Vela deixou os visitantes em vantagem antes do intervalo. Na etapa final, o empate de Honduras veio com gol contra de Ochoa e a virada de concretizou graças a Quioto.

Portanto, a situação ficou definida com México, Costa Rica e Panamá garantidos na Copa do Mundo, Honduras na repescagem e Estados Unidos e Trindade e Tobago eliminados.


Fonte: Gazeta Esportiva

A fase de Diego no Flamengo não é das melhores. Muito criticado pelo pênalti perdido na final da Copa do Brasil e pelo fraco rendimento em campo, o meia já não é unanimidade no clube da Gávea. Aproveitando o momento de baixa do atleta, o Santos monitora a situação do jogador.

08b2ff1b5f50d618821f1ec57dffbd59Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Modesto Roma Júnior, presidente do Peixe, deu entrevista à 'Gazerta Esportiva' afirmando que a prioridade do time para a próxima temporada é um meia de criação. Com a possível saída de Lucas Lima para a Europa, o nome de Diego está sendo especulado na Vila Belmiro.

“Precisamos de um meia para o ano que vem. O Lucas Lima eu conto como um plus. Nós não vivemos de sonhos, mas sim de oportunidades. Se houver a chance de trazer o Diego, tudo bem. Se não, a vida segue. Ele é um ídolo e por isso sempre terá espaço aqui. Porém, ele tem um contrato longo com o Flamengo e temos que respeitar isso”, concluiu Modesto.

O Santos sonha em reeditar a dupla sensação do título do Brasileirão de 2002, já que o nome de Robinho também ganha força na Vila. Diego tem contrato com o Flamengo até julho de 2019 e recebe cerca de R$ 600 mil.


Fonte: IG

A seleção brasileira Sub-17 venceu a Coreia do Norte por 2 a 0, nesta terça-feira, e conquistou a segunda vitória seguida no Mundial da categoria, assumindo a liderança isolada do grupo D.

15434a93b0d0769186530a379411495dReprodução - Twitter

Assim como na estreia contra a Espanha, Lincoln e Paulinho fizeram os gols brasileiros. O primeiro abriu o placar, aos 11 minutos do segundo tempo, com o companheiro fechando a conta cinco minutos depois.

Pelo saldo de gols, a Espanha está em segundo lugar. A "La Roja" goleou Niger por 4 a 0 para conquistar a primeira vitória no torneio. No grupo C, o Irã lidera com seis pontos. O time goleou de maneira surpreendente a Alemanha por 4 a 0.


Fonte: AFP

Destaques da seleção brasileira de Tite, o atacante Neymar, do PSG, e o meia Philippe Coutinho, do Liverpool, estão entre os 30 finalistas à disputa da Bola de Ouro 2017, prêmio que é dado pela Revista “France Football” ao melhor jogador do planeta. E, em entrevista ao canal da CBF, os craques comemoraram o feito.

948e47743570ba349474fb767ed6706b

“Muito feliz por ser indicado mais uma vez para a disputa da Bola de Ouro. Fico feliz também de ter os meus companheiros juntamente comigo. Então é isso. É continuar trabalhando firme e forte para seguir na disputa”, disse Ney.

“É isso aí também. Fico muito feliz de estar nessa lista de 30 jogadores. Para mim, é motivo de muita alegria porque é o resultado de um trabalho forte. E é isso que ele falou. Continuar trabalhando, trabalhando duro, fazer boas partidas na seleção. Ajudar a seleção e o clube também”, vibrou Coutinho.

Ney, por fim, demonstrou otimismo.

“Vai que dá nós no topo, não é não Coutinho?”, disse.

O lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, é o outro brasileiro na disputa.


Fonte: Extra

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Espeto e Cia