• Oticas Floriano
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty

Considerando que no Portal Jc24horas existem internautas que torcem por diferentes times,  registramos o grupo de internautas flamenguistas que se deslocaram para o Ceará com a finalidade de prestigiar a vitória do seu timão que venceu o rival Ceará pelo placar de 3 x 0. A matéria é pra motivar os torcedores de outros times a fazerem o mesmo

WhatsApp Image 2019 08 26 at 18.43.44Internautas flamenguistas. Imagem: Temístocles Flilho/ Jc24horas)

Essa galera animada é composta por amigos de todas as idades, que acompanham o Jc24horas. Entre eles estava o internauta Bruno que nos contou um pouco de como aconteceu a organização para conferir de perto o jogo do Rubro Negro.

Alguns integrantes do grupo se reúnem frequentemente para jogar futebol aos finais de semana, e em um desses encontros surgiu a ideia de ir para o grande Jogo.  Com o amadurecimento da ideia e a vontade que só aumentava, os flamenguistas florianenses alugaram um ônibus e seguiram viagem rumo ao Castelão.

WhatsApp Image 2019 08 26 at 18.44.59Internautas Flamenguistas. Imagem: Divulgação/ Jc24horas)

WhatsApp Image 2019 08 26 at 18.44.58 Imagem: Divulgação/ Jc24horas)

Os internautas amantes do futebol voltaram com a felicidade estampada no rosto,  pois o Flamengo conquistou a liderança.

WhatsApp Image 2019 08 26 at 18.44.57 1Imagem: Divulgação/ Jc24horas.WhatsApp Image 2019 08 26 at 18.44.57Imagem: Divulgação/ Jc24horas.

WhatsApp Image 2019 08 26 at 18.44.59 1Imagem: Divulgação/ Jc24horas.

Confira o vídeo enviado pelo nosso internauta Weston.

Confira também o vídeo da entrevista.

Por Karolina Santos.

 

 

O Santos tropeçou em casa e o Flamengo não apenas agradeceu como fez a sua parte para alcançar a liderança do Campeonato Brasileiro ao bater, no Castelão, o Ceará por 3 a 0 neste domingo, em partida válida pela 16.ª rodada. E foi com direito a um golaço do uruguaio Arrascaeta, acertando uma bicicleta espetacular nos acréscimos. Pablo Mari e Gabriel Barbosa marcaram os outros dois gols.

eda5314390b05409c8dec8eacc7ac778Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

A terceira vitória seguida do time carioca levou a equipe aos 33 pontos, fazendo com que superasse o Santos, que, por sua vez, tropeçou em casa neste domingo e só empatou diante de outro cearense, o Fortaleza. Os dois times têm a mesma pontuação, mas o Flamengo supera os paulistas no saldo de gols (17 a 11). Já os cearenses, que vinham de três triunfos consecutivos em casa, ficaram com seus 20 pontos e caíram para a 13ª posição. Uma atmosfera festiva, com mais de 50 mil torcedores no estádio, deu uma dica do que seria um jogo dos mais francos no Castelão. No lado rubro-negro, Jorge Jesus manteve a promessa de não desfigurar muito sua equipe, mesmo tendo um jogo decisivo contra o Internacional em Porto Alegre, pela Copa Libertadores, na próxima quarta-feira. Ao todo, foram quatro jogadores titulares poupados desde o início em Fortaleza.

Pelo anfitrião, Enderson Moreira só tinha o desfalque do zagueiro Luiz Otávio, lesionado. Foi um time que não se intimidou por estar diante de um dos líderes da competição e mostrou disposição para a atacar desde o início em um 4-3-3 que apostava na velocidade de seus extremos, Lima e Leandro Carvalho

O avanço da marcação cearense, no entanto, acabou oferecendo um espaço perigoso para os contragolpes, especialmente com Orlando Berrío, que contava com o apoio de Gabriel Barbosa, ambos em movimentação constante por trás da segunda linha do Ceará. Numa delas, o camisa 9 avançou com rapidez pela esquerda para superar a marcação e rolar para a altura da marca do pênalti, onde estava o colombiano, que desperdiçou, mandando por cima.

Mas o primeiro gol dos cariocas saiu em uma jogada ensaiada pela lateral, com a ajuda dos dois zagueiros. Renê lançou a bola no limite da linha de fundo onde estava Rodrigo Caio. Este cabeceou para o meio da área, na direção de Berrío, que fez um passe de peito para uma bela conclusão de Pablo Mari. O espanhol acertou o ângulo de Diogo Silva para fazer 1 a 0 aos 21 minutos.

O Ceará respondeu rápido e, um minuto depois, teve seu gol de empate evitado pelo jovem lateral João Lucas em cruzamento de Samuel Xavier pela direita que fez uma curva e quase caiu dentro do gol, sendo retirado em cima da linha.

Na base do entusiasmo, a equipe da casa continuou tentando pressionar a saída adversária, mas quando tinha a bola, continuava a insistir demasiadamente nos cruzamentos para a área Com a pelota no chão, os comandados de Jorge Jesus eram bem melhores e ampliaram a vantagem dessa maneira.

E outra vez Berrío foi o responsável por uma assistência para gol. Ele recebeu a bola de Gabriel Barbosa próximo à linha de fundo e, enquanto a zaga cearense esperava um cruzamento em direção à meta de Diogo Silva, ele rolou para trás, para a direção da perna esquerda do camisa 9. Livre de marcação, o artilheiro do campeonato encheu o pé para fuzilar e marcar seu 12º gol na competição.
Com a vantagem do Flamengo, o jogo continuou aberto no retorno para o segundo tempo. O Ceará buscava a pressão, mas tinha dificuldade para recompor a defesa quando perdia a bola na frente. Como resultado, Gabriel encontrava constantemente a lenta zaga cearense no mano a mano, e, com isso, levava perigo.

Aos 12 minutos, devido a um choque com o lateral Renê em disputa pelo alto, o atacante Leandro Carvalho sofreu uma forte pancada na cabeça e teve se ser retirado do gramado do Castelão por uma ambulância. A partida ficou paralisada por mais de cinco minutos

Depois dessa paralisação, e com as entradas dos titulares Rafinha, Bruno Henrique e Everton Ribeiro após os 25 minutos, o Flamengo aumentou a qualidade técnica em campo. Ainda assim, chamava perigosamente o Ceará para sua área.

Só que as melhores chances de mexer no marcador foram dos cariocas. Gabriel, Willian Arão e Bruno Henrique perderam ótimas oportunidades, mas o melhor para os 15 mil rubro-negros presentes ao estádio ficou para o fim. Aos 51 minutos, Arrascaeta acertou uma linda bicicleta da entrada da área para coroar a noite flamenguista no Nordeste, sacramentando os 3 a 0 e a liderança.

No próximo sábado, o Ceará visita o Athletico-PR, em jogo marcado para as 19h na Arena da Baixada, em Curitiba. Já o Flamengo faz jogo dos mais esperados na briga na parte de cima da tabela contra o Palmeiras, às 16h de domingo no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:
CEARÁ 0 x 3 FLAMENGO
CEARÁ - Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho, Ricardinho e Thiago Galhardo (Felipe Silva), Lima (Wescley), Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves) e Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira.
FLAMENGO - Diego Alves; João Lucas (Rafinha), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Renê; Piris da Motta, Willian Arão, Gerson (Everton Ribeiro), Arrascaeta e Berrío (Bruno Henrique); Gabriel Barbosa. Técnico: Jorge Jesus.
GOLS - Pablo Marí, aos 21, e Gabriel Barbosa, aos 34 minutos do primeiro tempo. Arrascaeta, aos 51 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO).
CARTÕES AMARELOS - Samuel Xavier, Valdo e Felipe Silva (Ceará).
RENDA - R$ 2.119.000,00.
PÚBLICO - 48.986 pagantes (49.986 no total).
LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).
Por Pery Negreiros, especial para AE
Estadão Conteúdo

Os piauienses Fabrício Farias e Jaqueline Lima conquistaram, no último sábado (24), a medalha de prata no Carebaco International, competição de badminton disputada em Barbados, ilha do Caribe.

semi dx badminton pan 11Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

A campanha da medalha de prata nas duplas mistas contou com vitórias sobre Johanthan Mangra e Katherine Wynter (Guiana/Jamaica) e contra os cabeças de chave Howard Shu e Paula Lynn Obanana (EUA), ambas por 2 a 0. Na final, os brasileiros foram superados por Vinson Chiu e Breanna Chi (EUA) por 2 sets a 0 (21-16; 21-14).

No mesmo torneio, a fluminense Fabiana Silva ficou com a medalha de bronze na disputa de simples feminino.

Foi a segunda medalha da dupla de Fabrício e Jaqueline em competições internacionais depois do bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Na semana passada, eles foram campeões do Brasil Future Series, em Americana (SP).

 

Fonte:cidadeverde.com

O Vasco fez a festa da torcida na reabertura do São Januário após um mês sem receber partidas para a instalação dos refletores de led. Neste domingo (25), no Rio de Janeiro, o time da casa derrotou o São Paulo por 2 a 0. Os gols foram marcados no segundo tempo por Talles Magno, de 17 anos, e Fellipe Bastos, que decretaram o fim da invencibilidade de nove partidas do clube paulista no Campeonato Brasileiro.

721788c34a632d2360f46594d51af1c1Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O resultado faz os cariocas passarem a somar 20 pontos, no meio da tabela de classificação. Já o São Paulo se mantém com 30, e pode perder o quarto lugar para o Corinthians, que joga ainda hoje. A situação dos visitantes ficou complicada já no primeiro tempo, quando Raniel foi expulso. Na ocasião, o atacante dividiu bola com Richard e o árbitro Anderson Daronco analisou as imagens do VAR por cerca de três minutos para aplicar o cartão vermelho.

O Vasco até tentou impor o seu ritmo no primeiro tempo, mas faltava um pouco mais de objetividade. A equipe tricolor encaixou a sua melhor oportunidade na etapa inicial no finalzinho, aos 44, quando Everton bateu para a defesa de Fernando Miguel.No segundo tempo, o time da casa manteve a pressão e conseguiu construir o triunfo. A equipe criava mais e foi premiada com o gol de Talles Magno aos 11 minutos. Depois de cobrança de escanteio, Castan fez o desvio e a bola sobrou para Talles, que teve tranquilidade para dominar e mandar para o fundo das redes de Volpi. O jogo ficou mais truncado e o São Paulo, mesmo com algumas alterações, não conseguiu criar. De quebra, os cariocas ainda ampliaram com Fellipe Bastos, que aproveitou o cruzamento de Danilo Barcelos para completar para o gol.

Na próxima rodada o time do Morumbi recebe o Grêmio, no sábado. Já o Vasco encara o Cruzeiro, em Belo Horizonte, no domingo.
Paralisação por causa de homofobia

Aos 19 do segundo tempo, a partida foi interrompida por cerca de 1 minuto. O árbitro Anderson Daronco ouviu gritos homofóbicos no estádio e conversou com Vanderlei Luxemburgo. Tanto o treinador vascaíno quanto jogadores da equipe carioca pediram para a torcida parar. Na sequência, o locutor do estádio ainda disse: "Atenção torcida vascaína. Não vamos gritar cantos homofóbicos para não prejudicar o Vasco."

VASCO
Fernando Miguel; Yago Pikachu, Osvaldo Henriquez, Leandro Castán e Henrique (Danilo Barcelos); Richard, Raul, Andrey (Rossi) e Marcos Júnior (Fellipe Bastos); Talles Magno e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo
SÃO PAULO
Tiago Volpi; Juanfran, Anderson Martins, Arboleda e Léo (Everton Felipe); Tchê Tchê, Liziero (Igor Vinícius) e Daniel Alves; Antony (Vitor Bueno), Raniel e Éverton. Técnico: Cuca
Estádio: São Januário, no Rio
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Gols: Talles, aos 11, e Fellipe Bastos, aos 35 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Anderson Martins, Léo (São Paulo); Henrique, Talles, Marrony, Richard (Vasco)
Cartão vermelho: Raniel (São Paulo)
Público: 19.191 pessoas
Renda: R$ 637.879,00
BRUNO BRAZ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS)

  • Cabedo
  • Rastek
  • Ada Atten
  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba