• Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Posto Aliança

Terminou na tarde deste domingo(28) a copa de futebol society do bairro Meladão, tendo como campeão o time do River do bairro Taboca que venceu o seu adversário Boca Júniors do conjunto José Pereira pelo placar de 2 x 1. O artilheiro foi o jogador Isaias do time do Boca Júniors que fez oito gols, o goleiro menos vazado foi o Rafael do time da Taboca.

WhatsApp Image 2019 07 28 at 18.55.47

A premiação foi de R$ 700,00 (setecentos reais) para o campeão, R$ 300,00 (trezentos reais) para o vice campeão, mais troféus. O artilheiro ganhou um troféu e R$ 20,00 (vinte reais), o melhor goleiro também ganhou um troféu e R$ 20,00 (vinte reais), O campeonato foi organizado pelo José Rodrigues e pelo Fabinho, teve a duração de dois meses e meio e aconteceu no campo da Sucam no bairro Meladão.

 

Com informações e foto Carlos Iran  

Chapecoense e Bahia empataram em 0 a 0 hoje (28), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Condá, em Chapecó.

Em uma partida com poucas chances claras e um gol do time da casa, marcado pelo estreante Henrique Almeida, anulado pela arbitragem de vídeo ainda no primeiro tempo, as equipes mantiveram longos jejuns de vitórias e situações incômodas na tabela de classificação.

ce22bf97cba3cd928f375ddadd57020eFoto: Márcio Cunha/ACF

A Chape não vence desde 26 de maio, é a sexta rodada consecutiva sem somar três pontos. Hoje, tinha a chance de deixar a zona de rebaixamento caso vencesse em casa, pois os concorrentes Fluminense e Cruzeiro perderam no sábado.

Não conseguiu, segue em 18º. Já o Bahia, que ganhou um jogo pela última vez há cinco rodadas, sobe uma posição e vai para 11º, ainda distante das aspirações de Copa Libertadores.

Chapecoense e Bahia terão tempo de descanso até a próxima rodada do Brasileirão. Os catarinenses enfrentam o Grêmio na segunda-feira (5), às 20h, fora de casa, enquanto os baianos jogam na Arena Fonte Nova contra o Flamengo, no dia anterior, às 16h.

O Bahia realizou uma série de ações em homenagem a Adherbal Amaral, mais conhecido como "Seu Adherbal", que era torcedor-símbolo, funcionário do clube há mais de 40 anos e que morreu na última quinta-feira vítima de câncer.

Em abril, os jogadores do Bahia passaram a faixa de capitão e fizeram com que ele levantasse a taça de campeão baiano. A foto daquele dia foi estampa de uma camiseta branca com que o time entrou em campo hoje.

Além desta ação, o nome de Adherbal foi estampado abaixo dos números na parte de trás da camisa de jogo e houve um minuto de silêncio antes de a bola rolar (compartilhado com Renato Moreira da Silva, pai de Leonardo Gaciba, chefe do departamento de arbitragem da CBF).

Aos 38 minutos do primeiro tempo, o estreante Henrique Almeida balançou as redes de Douglas após escanteio cobrado por Camilo e saiu comemorando.

O árbitro Dewson Fernando Freitas se absteve de tomar uma decisão: nem apontou para o meio-campo para marcar o gol e nem marcou falta no goleiro do Bahia, que caiu no chão após trombar com jogadores da Chape.

O árbitro simplesmente se omitiu do lance aguardando determinação do árbitro de vídeo. Depois, após consultar as imagens, deu falta em Douglas e anulou o gol que teria aberto o placar.

Apesar de não ter sido um espetáculo tecnicamente, a partida teve alguns destaques individuais. Do lado da Chapecoense, Camilo exigiu ótima defesa de Douglas em uma falta cobrada logo aos três minutos de bola rolando.

O meia ainda circulou pela intermediária e por mais que tenha preferido chutar a gol do que manter a posse de bola para encontrar chances mais claras, conseguiu levar certo perigo. Pelo Bahia, Artur foi o grande nome ao puxar jogadas sozinho, carregar a bola e tentar infiltrações.

Ele até sofreu uma falta cobrada por Moisés que fez Tiepo fazer uma defesa. Nada brilhantes, mas ambos acima da média do jogo.

Apesar de a Chape não ter sofrido gols pela primeira vez desde a estreia no Brasileirão, o volante Márcio Araújo não teve uma de suas jornadas mais felizes à frente da zaga.

Foi dele, por exemplo, a falta cometida em Artur que fez Moisés levar perigo ao gol de Tiepo. Ele também falhou em alguns botes e precisou ser compensado.

Campanharo, um pouco à frente, foi outro que não teve uma manhã feliz. Do lado do Bahia, apesar da falta bem cobrada, o lateral-esquerdo Moisés teve muitos problemas com erros de passe e posicionamento.

Lucca, que estreou como titular, também não teve atuação inspirada. O goleiro Douglas, com várias saídas atrapalhadas do gol, também deu sustos na torcida baiana.

Mesmo diante de um adversário que errou muitos passes à frente da área e deu chances, a Chapecoense sofreu para criar por conta da má forma técnica de seus jogadores. Além de Camilo, só o estreante Henrique Almeida arriscou, saindo da área para criar e tentando associações com Campanharo.

Ele até deu um passe bonito enganando a marcação como se fosse com um pé, mas acabou sendo com o outro. Foi ele quem fez o gol anulado pela arbitragem de vídeo também. Fora isso, muita briga e pouca inspiração.

O Bahia manteve maior posse de bola durante a partida, mas foi um domínio improdutivo por conta de erros de passe em momentos importantes. O time de Roger Machado sofreu na saída de bola ao perder pelo menos três vezes a posse e dar possibilidades de chegada à Chape.

Além disso, o fato de a equipe ter sido escalada com três jogadores mais afeitos à posição de volante e três atacantes diminuiu o poder de articulação de jogadas do Bahia.

Por isso as melhores chances só pintaram no segundo tempo, com movimentações mais agudas de Artur. Antes dos acréscimos o time chegou a ter duas boas chances, mas não converteu.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Na noite deste sábado, ao vencer o time de São Paulo pelo placar de 5 x 0 o time Atletas do Futuro sagrou-se campeão do campeonato baronense de futebol. O jogador Kamar foi o responsável por quatro gols sagrando-se o artilheiro da competição, ficando o quinto gol a cargo do Osvaldo. O time campeão Atletas do Futuro recebeu o prêmio no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), o Anderson Kamar fo o artilheiro com nove gols recebendo o prêmio de R$ 500,00 (quinhentos reais) e o Andrei foi o goleiro menos vazado, integrante da equipe campeã também recebeu R$ 500,00 (quinhentos reais).

WhatsApp Image 2019 07 28 at 13.29.27

O campeonato teve a duração de três meses, foi organizado pela Secretaria de Esportes e Lazer da cidade de Barão de Grajaú que tem a frente o secretário Valdinor, conhecido por Dina. O Prefeito Gleison Rezende esteve presente e entregou os prêmios para os campeões.

WhatsApp Image 2019 07 28 at 13.29.27 1

Da redação: Carlos Iran

48390108986 d6377c0187 oImagem:AbelardoMendesJr/rededoesporte.gov

O Brasil conquistou mais uma medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos. A patinadora brasileira, Bruna Wurts ficou com a primeira colocação no torneio. Depois de ficar com a segunda melhor nota no programa curto, Bruna viu a principal concorrente, a argentina Giselle Soler, cair durante a coreografia do programa longo e soube aproveitar a oportunidade. Soler ficou com a prata e a equatoriana Eduarda Fuentes com o bronze.- Eu não fiquei satisfeita com meu desempenho no programa curto. Se eu tivesse feito o meu melhor e ficado em segundo, estaria tudo bem, mas não foi o que aconteceu. Hoje eu poderia ter ido melhor, mas não vou reclamar, né?! Estou muito feliz com essa medalha - disse a patinadora em entrevista ao SporTV.Na sexta-feira, Bruna Wurts terminou o programa curto atrás apenas da argentina Giselle Soler, por menos de dois pontos. Neste sábado, a argentina, que buscava o bicampeonato pan-americano, se apresentou imediatamente antes da brasileira. Começou muito bem, com um programa bastante completo e boa parte coreográfica, mas sofreu uma queda na reta final. Apesar disso, teve uma nota muito boa: 53.62 no programa longo, totalizando 92.15 e ficando com a prata.A brasileira entrou na pista precisando de pelo menos 55.46 para assumir a primeira posição. Em sua apresentação, explorou bem a arena e fez boa coreografia. Wurts até sofreu dois desequilíbrios durante o percurso, mas nada que impedisse o título. A brasileira recebeu 66.47, totalizando 103,17 e subiu ao ponto mais alto do pódio.

Casado conquista o bronze
No masculino, o brasileiro Gustavo Casado tinha missão ainda mais difícil que a de Bruna Wurts. Com 44.90, o brasileiro terminou apenas com a quarta nota do programa curto. Durante a apresentação do programa longo, caiu no primeiro movimento e sofreu mais um desequilíbrio. Casado teve nota 83.19 neste sábado, somando com o 44.90 do curto, chegou a 128. O argentino Juan Sanchez tirou 91.68 no programa longo, chegou a 152.63 pontos e conquistou o ouro. O americano John Burchfield completou o pódio, ficando com a prata.

48390113626 cf2dfc2d01 oGustavo Casado conquistou o bronze na patinação artística — Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

Pan de Lima
O Pan de Lima vai reunir cerca de 6.580 atletas de 41 países das Américas. Dos 39 esportes, 22 valem como classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. No total, o Brasil terá 485 atletas em ação na capital do Peru. E os canais SporTV transmitem ao vivo os principais eventos até o dia 11 de agosto.

 

Fonte:G1

  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Casa Boa Esperança
  • Rastek
  • Ada Atten
  • Cabedo