• Garoto
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • chopp sabora
  • Oticas Floriano
  • Jorge
  • Construforte
  • Farmaduty
  • Construforte
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Jorge
  • Posto Aliança
  • chopp sabora

Em agosto o Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, sancionou a lei que criou e regulamentou o modelo SAF – Sociedade Anônima de Futebol. Alguns companheiros de imprensa estão otimistas com os possíveis resultados, acreditando que haverá um “choque de gestão” no futebol brasileiro, forçando a criação de uma nova diretriz nos clubes.

bb4fdfc870e9926203d92ad9a90d56edRonaldo Fenômeno com a camisa do Cruzeiro após acordo — Foto: Divulgação

A Lei estabelece critérios rigorosos para quem adotar o novo sistema, seguindo os padrões adotados em gigantes do futebol europeu. Alguns itens a serem cumpridos:

- Regime tributário específico, liquidação de dívidas trabalhistas e cíveis, patrocínio e TV, patrimônio, mudança de nome, de hino, de escudo, de cores, captação de investimentos etc.

Em todas as decisões é indispensável a concordância da associação que deu origem ao clube-empresa.

O primeiro passo foi dado pelo Cruzeiro de Belo Horizonte ao negociar 90% das ações com a empresa de Ronaldo Fenômeno, que começa assegurando a destinação de 400 milhões de reais na agremiação mineira, atualmente na Série B do futebol brasileiro.

Na próxima semana começa o processo de transição. Ronaldo vai formar uma equipe de trabalho para implantar a nova gestão.

De início, será formada a diretoria de administração da Sociedade Anônima de Futebol, com destaques para:

- Conselho Administrativo com mandato de 3 anos e com 3 membros;

- Diretoria eleita pelo Conselho e com 7 membros: Diretor Presidente, Diretor Financeiro, Diretor de Administração e Controle, Diretor de Futebol, Diretor de Marketing e mais 2 integrantes sem designação específica. Mandato de 3 anos.

Há expectativa em relação à formação da nova comissão técnica do Cruzeiro para começar a trabalhar imediatamente visando o Campeonato Mineiro e a disputa da Série B para retornar à divisão principal do futebol brasileiro.

 

Fonte:cidadeverde.com

41fa98cb96115609f4ed48a556f9675d

A equipe do Cori-Sabbá anunciou mais dois reforços para temporada 2022. O time ainda não definiu treinador ou mesmo iniciou seus treinos na cidade de Floriano, mas confirmou o nome do meio-campo Kary e do volante Juliano, os dois nomes que já defenderam o clube e são atletas da região. O Cori-Sabbá entra em campo pelo Campeonato Piauiense dia 15 de janeiro quando recebe o Altos, no estádio Tibério Nunes, em Floriano.

O volante Juliano estava na campanha desse ano que rendeu a Águia de Floriano o retorno a elite do futebol piauiense após cinco anos e também o vice-campeonato da Série B do Estadual.

O meio-campo Kary atuou por muito tempo nas categorias de base do River e também é conhecido do Cori, pois já defendeu a camisa do clube. A equipe anunciou de forma oficial 14 nomes, mas de acordo com a diretoria o elenco já tem pouco mais de 20 peças somando jogadores da região.

d34218efd3412b53229e1209cf5000e8
Antes mesmo de começar a temporada o time acabou perdendo um dos nomes mais experientes e conhecidos do grupo que foi o atacante Gilmar Bahia, ex- 4 de Julho e que acabou desfazendo o acordo com o Cori para defender o Parnahyba em 2022.

A previsão é que o Cori-Sabbá se apresenta na próxima segunda-feira (27) restando menos de 20 dias até a estreia no Estadual, mas o time ainda não tem comando definido. A pretensão da diretoria é renovar com o técnico que conseguiu o acesso Dejair Ferreira que estava nesta reta final de temporada no Juventude Samas (MA) e foi recentemente vice-campeão da Copa FMF, mas ainda não foi confirmada a renovação.

Dos oito clubes que irão disputar o Piauiense o Cori-Sabbá é o único que ainda não tem treinador definido e ao lado do Parnahyba são os dois que ainda não deram início a fase pré-temporada.

O Cori-Sabbá entra em campo pelo Campeonato Piauiense dia 15 de janeiro quando recebe o Altos, no estádio Tibério Nunes, em Floriano.

 

Fonte: cidadeverde.com

O Flamengo é o líder do Ranking Nacional de Clubes 2022 da CBF. A Confederação Brasileira de Futebol publicou, nesta quinta-feira (16), o seu ranking anual de clubes, que é mais uma vez liderado pelo Rubro-negro.

80a50b7c82a61758f1ec73b3f609ed6fCréditos: Lucas Figueiredo/CBF

O Ranking Nacional de Clubes estabelece uma classificação técnica entre 236 clubes do futebol brasileiro, com base no recente desempenho das equipes nas competições nacionais e internacionais. Campeão da Supercopa Kia 2021, o Flamengo manteve sua liderança no ranking, com 17.054 pontos. Segundo lugar em 2021, o Palmeiras, que conquistou a CONMEBOL Libertadores, também permaneceu na mesma posição.

O terceiro lugar é ocupado pelo Atlético-MG, o maior campeão do país em 2021. Após conquistar o Brasileirão Assaí e a Copa Intelbras do Brasil, o Galo saltou da nona posição, em 2021, para o terceiro lugar, com 14.572 pontos, apenas 12 a menos do que o Palmeiras.

Outro clube a dar um salto no ranking foi o Fortaleza. Classificado para a CONMEBOL Libertadores pela primeira vez em sua história, o Leão terminou o Brasileirão Assaí no G-4, chegou às semifinais da Copa Intelbras do Brasil e, graças a esse desempenho, saiu do 18º para o 11º lugar no Ranking Nacional de Clubes.

Um dos clubes que mais caíram no ranking foi o Internacional, que foi da quarta para a oitava posição na classificação. Prestes a entrar em sua terceira temporada disputando a Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro deixou o 10º lugar e agora está em 14º. Há apenas dois anos, no Ranking Nacional de Clubes de 2020, a Raposa ocupava a quarta posição.

Ranking Nacional de Federações 2022

A CBF também divulgou nesta quinta-feira (16) o Ranking Nacional de Federações 2022 , que classifica as federações estaduais a partir da pontuação de seus filiados no Ranking Nacional de Clubes.

A Federação Paulista de Futebol se manteve na liderança do Ranking de Federações, seguida pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e pela Federação Gaúcha de Futebol. A principal mudança na classificação se deu pela Federação Cearense de Futebol, que ultrapassou a Federação Goiana de Futebol e agora está em sétimo lugar no ranking.

Top 10 do Ranking Nacional de Clubes:

1 - Flamengo (17.054)

2 - Palmeiras (14.584)

3 - Atlético-MG (14.572)

4 - Grêmio (14.336)

5 - Athletico (13.512)

6 - Santos (12.816)

7 - São Paulo (12.604)

8 - Internacional (12.108)

9 - Fluminense (11.100)

10 - Corinthians (11.064)

 

 

Fonte: CBF

Fechando a temporada 2021 a atacante piauiense Vilma colocou mais um título no currículo. Com a camisa do 3B, do Amazonas a atleta se sagrou campeã Estadual neste mês de dezembro em cima do JC Futebol Clube. A vitória na grande final foi por 3 a 0 com direito a gol da piauiense na Arena da Amazônia. O clube conquistou o título de forma invicta somando sete vitórias e um empate.

e6b232eba66ceedf32e36daed7ad18acFoto: João Normando/FAF

“Esse título foi de uma importância muito grande para nós atletas que estavam lá, pois tínhamos a responsabilidade de conseguir o acesso para Série A3 (do Brasileiro) e também o Bicampeonato para o 3B e graças a Deus com trabalho intenso e todas unidas querendo o mesmo objetivo conseguimos concluir o campeonato com sucesso. Não posso deixar de parabenizar a todos que fizeram parte da equipe 3B, pois todo o suporte nós dado fez muita diferença para chegarmos ao título”, afirmou Vilma.

De volta ao Piauí, Vilma aproveita esse final de ano para rever a família e amigos em sua cidade natal, Paulistana, à 460km de Teresina e também pensar a temporada 2022.

88d1546ebaee301ffc1e10153d520eb1

“A temporada 2021 foi bem intensa, com Brasileiro, Catarinense, duas Libertadores e Amazonense, conseguindo dois títulos no ano. Eu só agradeço a Deus por tudo e também a todos que confiaram no meu trabalho, mas por mais que tenha gostado muito de lá (3B), tudo indica que não irei continuar, tenho algumas situações de outros lugares”, explicou atacante Vilma.

Aos 33 anos, Vilma começou sua carreira nos gramados defendendo o Tiradentes e passou por outros clubes do estado do Piauí como Abelhas Rainhas e Picos. Em 2020, defendeu a forte camisa do Avaí/Kindermann equipe tradicional quando o assunto é futebol feminino no país, porém encerrou suas atividades em novembro desse ano.

Mas a passagem no clube de Santa Catarina trouxe novas experiencias e abriu mercado para piauiense. Com o Avaí/Kindermann Vilma disputou o e foi campeã catarinense e esteve em campo pelo Brasileiro e também a taça Libertadores.

A tendencia é que a atacante Vilma vista a camisa de um novo clube na temporada 2022 o que seria seu terceiro clube fora do estado do Piauí.

 

Fonte:cidadeverde.com