• Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Paraiba
  • Paraiba
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano

01c56fcd9188d6b2129d6eaa327213c4Foto: Maria Vitoria/River

Por Pâmella Maranhão 

O River pegou estrada na tarde de hoje (21) para o estado do Tocantins onde irá enfrentar a equipe do Tocantinópolis, cerca de 860km da capital. A partida entre as duas equipes acontece neste domingo (23), às 16h. O jogo será válido pela 10ª rodada da Série D. 

O rival é atual vice-líder do grupo com 15 pontos somados e o Galo Carijó quinto colocado com 11 pontos. 

O Galo, agora oficialmente comandado por Anderson Kamar, que saiu de interino para técnico efetivado ao longo da semana vem de derrota fora de casa diante o Cametá-PA. 

Já o Tocantinópolis, equipe cheia de nomes conhecidos do futebol piauiense nas últimas temporada engatou uma sequencia de quatro jogos sem perder – duas vitorias e dois empates. Com o jogo em seus domínios o objetivo é se manter na parte de cima da tabela e quem sabe terminar a rodada líder.

6dcc5efb50fa58ea5ec6a6211d279a99

No River os desfalques são – o volante Matheus Sergipe e o meia Mateus Sabia, que se recupera de uma cirurgia de menisco. O zagueiro Vidal e o atacante Vitão deixaram o clube essa semana. 

Em compensação, o meia Renan Oliveira e o zagueiro Guilherme Paixão, recém-chegados são opções e ao longo da semana foram sinalizados entre os titulares. O atacante Edrean que chegou na quinta-feira (20) também já foi regularizado e deve estar entre as opções no banco. 

Por Pâmella Maranhão

O Galo Carijó segue no mercado e contratando. Mais dois nomes foram confirmados pela diretoria nesta terça-feira (18). O zagueiro Guilherme Marques, 22 anos, com passagem recente pelo Grêmio Anapolis-GO e o meio-campo, Renan Oliveira, que estava no Boa Esporte, time que disputa o Módulo II do Mineiro.

995cb63f9ea51e38af9f299abc67bdff

Os dois atletas já se integraram ao elenco em Belém -PA, retorno do River da partida contra o Cametá e treinam com o elenco.

Renan Oliveira, 34 anos, chega para suprir um espaço no setor de criação que esteve em aberto ao longo de toda temporada. Sem um nome de ofício. O atleta tem no currículo passagens por grandes clubes brasileiros como: Atlético Mineiro, Coritiba, Goiás, Sport, América Mineiro, Avai, Náutico, CRB, Remo, Joinville.

Nos últimas duas temporadas esteve no São Bento, Portuguesa Santista e recentemente no Boa Esporte-MG. O clube é o lanterna do seu grupo no Módulo II do Mineiro, com oito pontos em nove jogos e não tem mais chances de acesso.Já Guilherme Marques, 22 anos, atuou na base do Nacional de Muriaé-MG, Fluminense, Atlético Goianiense e Vila Nova.

O atleta ainda teve uma rápida passagem no futebol português antes de voltar ao Brasil. Seu último clube, Grêmio Anápolis, divisão de acesso goiana ele fez seis jogos e marcou um gol.

O River segue sendo comandado por Anderson Kamar, que deve ser efetivado como técnico do elenco para essa sequência de Série D. O Galo tem mais cinco jogos para tentar entrar no G-4 e se classificar até a próxima fase e seguir sonhando com o acesso.

 

Fonte:cidadeverde.com

Por Pâmella Maranhão

A delegação do River viveu uma verdadeira odisseia para chegar até a cidade de Cametá, no Pará. Palco do jogo deste domingo (16) pela Série D do Brasileiro. O time saiu de Teresina na quinta-feira (13) às 15h e chegou até a cidade neste sábado (15) por volta das 14h.

487f44c0e3c7adb3dd38d7a3b06d8214

Foram quase 48 horas de estrada em uma viagem de mais de 1.100km que foi feita de ônibus. Ônibus este que quebrou no caminho e precisou ser trocado.

Vale lembrar, que os outros representantes do estado, no caso, Altos e Fluminense que fizeram esse mesmo percurso para enfrentar o Cametá e foram de avião até Belém-PA e fizeram apenas a reta final do trajeto de barco, no caso única forma de chegar até a ilha.

O River jogou na quarta-feira (12) e foi derrotado (1x3) pelo Moto Club-MA em Teresina, no Albertão. No dia seguinte, quinta-feira (13) por volta das 15h o elenco pegou estrada e naturalmente a viagem já era desgastante, mas a previsão eram de 24 horas de estrada.

Porém, o ônibus quebrou na estrada e foi necessário a troca do veículo. O time dormiu em Belém na noite de sexta para sábado e somente hoje pela manhã terminou o percurso para chegar o local do jogo.

O adversário estava em Teresina até a quinta-feira (13) quando enfrentou o Fluminense do Piauí e retornou a Cametá no dia seguinte chegando antes mesmo dos piauienses que saíram um dia antes.

O Galo Carijó é o atual quinto colocado do grupo com 11 pontos, porém está a um ponto do G4. O time que teve o técnico André Gaspar demitido após a derrota deverá ter Anderson Kamar, auxiliar técnico fixo do clube como comandante para este jogo.

A partida entre Cametá x River acontece neste domingo (16), às 16h, no estádio Parque do Bacurau, no Pará. O jogo será válido pela nona rodada da Série D.

 

Fonte:cidadeverde.com

Alguns torcedores do River Atlético Clube foram ao Albertão na noite desta quarta-feira (12) com muitas esperanças em uma vitória que poderia levar o time piauiense à liderança do Grupo A-2 da Série D. E tudo ficou na esperança.

7ade94ad40ecd89f14583630180bfa82Foto - Maria Vitória - River AC

Por Dídimo de Castro

No campo o River mostrou um futebol de peladeiros, uma porcaria, uma pouca vergonha. Não vale nem mesmo fazer qualquer análise do que vimos. O placar foi de 3 x 1 para o Moto Club. E foi pouco. Uma goleada de 5 ou até 6 seria o placar mais adequado.

E no último minuto o time maranhense botou uma bola na trave e também perdeu um pênalti. Não vai demorar e saberemos em detalhes o que está acontecendo no River desde os fracassos no Campeonato Piauiense, na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste.

Ficha técnica de River 1 x 3 Moto Club:

Local - Estádio Albertão

1º Tempo - Moto 1 x 0, gol de Geovani Itinga aos 23 minutos. O mesmo Geovani perdeu um pênalti aos 48 minutos, chutando na trave.

2º Tempo - Moto 2 x 1, gols de Ryan (Penalti) aos 9 minutos, Mikeias aos 28 minutos, fazendo 3 x 0; Vitão para o River aos 38 minutos.

Final: River 1 x 3 Moto Clube

River - Joanderson; Vivico (Estevão), Vital (Danilinho), Pedro Henrique e Rael; Iago Felipe, Wesley Sousa, Mateus Sergipe (Cabeça) e Felipe Pará; Patrick (Vitão) e Mateus Silva (Dioguinho). No coletivo - nota zero; individualmente, nota zero. Técnico - André Gaspar, no comando da bagunça riverina.

Moto Clube - Deijair; Guilherme Rocha, Vítor, M. Carioca e Adriel (Gustavo); Raílson, Ryan (Lucas Belém), M. Claudino (Lucas) e Rodriguinho (Ju Alagoano); Geovani Itinga e Cleiton (Mikeias). Técnico - Pedro Yarley.

EMPATE EM MARABÁ

Na cidade de Marabá, Águia e Tocantinópolis empataram por 0 x 0.

FLUMINENSE X CAMETÁ

Para fechar a oitava rodada da Série D, Fluminense-PI e Cametá jogarão no Estádio Lindolfo Monteiro às 20h00 desta quinta-feira.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Espeto e Cia