• chopp sabora
  • Jorge
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Paraiba
  • Construforte
  • Posto Aliança
  • Construforte
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • chopp sabora
  • Jorge
  • Paraiba
  • Dario PAX

Fundada como Palestra Itália em 26 de agosto de 1914, a Sociedade Esportiva Palmeiras comemora 102 anos de vida nesta sexta-feira. Na celebração oficial, iniciada na noite de quinta, o clube homenageou seus ídolos e o presidente Paulo Nobre adotou tom de despedida.

70cd9c2af071a4b4e5707268d74aa920Futebol.(Imagem: Fabio Menotti/Divulgação)

Eleito em 2013 e reeleito em 2014, Nobre tem mandato até o fim de 2016. No começo do banquete de aniversário, realizado em uma casa de shows na zona oeste da capital paulista, o presidente agradeceu aos colaboradores durante seu discurso e citou o próximo pleito – a tendência é que o vice Maurício Galiotte concorra pela situação.

“Pensei muito no que dizer a todos os senhores hoje. E as palavras são: ‘muito obrigado’”, afirmou. “É natural que as pessoas fiquem ansiosas com as eleições chegando. Eu digo: ‘calma, palmeirense’. O próximo presidente vai pegar um clube muito mais administrável. Só faço um pedido: vamos seguir unidos em torno do Palmeiras”, discursou.

Na sequência, o clube homenageou os protagonistas do histórico título paulista de 1996, marcado pelo ataque de 102 gols. Chamados ao palco, Cafu, Luizão, Galeano, Velloso, Elivélton e Flávio Conceição receberam placas comemorativas das mãos de Paulo Nobre.

A arqueira Sarah Nikitin e o atacante Gabriel Jesus, representantes do Palmeiras nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, também ganharam placas. O goleiro Fernando Prass e o zagueiro colombiano Yerry Mina, impedidos de participar dos Jogos por lesão, não foram esquecidos.

Aos 92 anos, Ary Mantovani, autor de dois gols olímpicos no mesmo jogo em 1946, também foi homenageado e aplaudido de pé. O Palmeiras ainda aproveitou para celebrar a Copa Rio 1951 e ofereceu aos convidados uma lembrança alusiva ao torneio, reconhecido pela Fifa como o primeiro mundial interclubes.

Na parte final da festa, foram ao palco os ganhadores da Copa do Brasil 2015, entre eles Zé Roberto, Dudu e Lucas Barrios, além de Fernando Prass e Gabriel Jesus. O grupo recebeu faixas comemorativas, acompanhou um vídeo com lances da campanha e, já depois da meia-noite, brindou pelos 102 anos do Palmeiras ao som do hino do clube.

Símbolo da Academia de Futebol, o ex-jogador Dudu marcou presença na celebração. Assim como Evair e César Sampaio, ídolos dos anos 1990. O clube ainda montou uma exposição com alguns dos principais troféus de sua história, como a Taça Savoia, o prêmio pelo Paulista 1993 e uma réplica da Copa Libertadores 1999.


Fonte: msn