• chopp sabora
  • Jorge
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Paraiba
  • Construforte
  • Posto Aliança
  • Construforte
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • chopp sabora
  • Jorge
  • Paraiba
  • Dario PAX

O River Plate derrotou o Independiente Santa Fe por 2 a 1, nesta quinta-feira (25 de agosto), no estádio Monumental de Núñez, e conquistou o bicampeonato da Recopa Sul-americana.

01eb98e3861c4a17da898e95aa244907Futebol.(Imagem:Juan Mabromata/AFP)

A apertada vitória sobre os colombianos foi suficiente para que os comandados de Marcelo Gallardo levantassem o troféu, já que a primeira partida havia terminado com um empate sem gols.

O clube argentino já havia conquistado o título da última edição da Recopa Sul-americana, ao bater o San Lorenzo nos dois jogos disputados em fevereiro do ano passado. Dessa vez, o River Plate se credenciou para a decisão do torneio por ter vencido a Copa Bridgestone Libertadores de 2015. Já o Santa Fe, campeão da Sul-americana do ano passado, segue sem um título de Recopa.

O troféu foi o primeiro que o ídolo Andrés D’Alessandro ergueu desde que foi emprestado pelo Internacional para o River Plate, em fevereiro deste ano. Já o técnico Marcelo Gallardo chegou ao sexto título desde que aceitou dirigir a equipe em que brilhou como jogador. O treinador comanda os Millonarios desde a temporada de 2014.

A pressão exercida pelo River Plate no Monumental de Núñez foi letal para o Santa Fe. Com apenas três minutos, Driussi surgiu livre na pequena área e não teve trabalho para completar o cruzamento de Martínez para a rede. O gol incendiou a torcida no estádio de Buenos Aires e tornou o jogo ainda mais movimentado.

Aos 11 minutos, Osorio tentou responder para o Santa Fe com um chute colocado, mas mandou para fora. Já aos 16, Alario foi acionado dentro da área e perdeu grande chance ao cabecear longe do gol. Na sequência, contudo, as equipes acertaram o pé e exigiram boas defesas dos goleiros Batalla e Zapata.

O primeiro a trabalhar foi o arqueiro do River Plate. Aos 24 minutos, Gordillo buscou a finalização de longe e levou Batalla a espalmar para o lado. Já aos 28, Martínez respondeu para os argentinos e chutou forte de fora da área, obrigando Zapata a cair para fazer a defesa.

Assim como na etapa inicial, o ritmo de jogo que o River Plate imprimiu nos primeiros minutos do segundo tempo surpreendeu o Santa Fe. Aos cinco minutos, Maidana cruzou da direita e Alario saltou entre os zagueiros do rival para cabecear com força, no ângulo de Zapata.

A necessidade de reverter o placar levou o Santa Fe a se mandar para o ataque. Aos dez minutos, Gómez tentou a sorte com outro chute de longa distância, mas parou em Batalla. O goleiro do River Plate só não teve como evitar a cabeçada de Salaberry. Aos 19, o zagueiro aproveitou uma bola alçada por Osorio e surgiu em frente ao arqueiro argentino, na pequena área, para descontar.

A reação do River Plate veio aos 28 minutos, em chute de Martínez que acertou a trave de Zapata. Já o Santa Fe encontrou uma boa oportunidade aos 43 minutos, após uma sobra de bola cair nos pés de Salaberry. O zagueiro tentou emendar um voleio dentro da área, mas o tiro saiu para fora.


Fonte: Fox Sports