A esposa do ex-vereador Robert freitas Júnior, Lasthenia Fontinelle, afirmou nas redes sociais que o estado de saúde do político continua grave e que ele está passando por outros exames na tarde desta sexta-feira (18). Mais cedo, o Deputado João Mádison informou à equipe do Meionorte.com que teria sido confirmado o diagnóstico de morte cerebral, mas a família nega.

c 560 430 q 90 esposa afirma que estado de bob freitas continua grave na capital 0ab3dfd8 90c8 44e1 8896 b769d18a449a

“Amigos, o BOB está passando por outros exames. Pedimos a compreensão de todos que não divulguem informações errôneas, pois nossa família já está sofrendo com tudo isso. A situação continua grave , mas não perdemos a fé e a esperança. Continuem as orações para o nosso Bob. 🙏🏼gratidão", disse.

O filho do ex-prefeito de José de Freitas sofreu um um grave acidente automobilístico na última segunda-feira (14), na PI-113, no povoado Santa Teresa, zona rural de Teresina-PI. Bob Freitas continua internado no HUT, onde vem recebendo toda a assistência médica naquilo que é possível na medicina, por opção da própria família, que vem seguindo orientação do médico Ferdinand Freitas que é irmão de Bob Freitas.

Entenda o caso

O ex-vereador do município de José de Freitas, Robert Júnior, conhecido como Bob Freitas, sofreu um grave acidente na tarde da última segunda-feira, na rodovia PI-113, próximo ao povoado Santa Teresa, a 25 km de Teresina.

Segundo informações preliminares, o ex-vereador trafegava pela rodovia sentido ao município de José de Freitas quando perdeu o controle do veículo em uma curva e colidiu contra uma árvore. Devido o forte impacto da colisão, Robert Freitas Júnior ficou preso às ferragens e quebrou os dois braços em dois lugares, todas as costelas de um dos lados e perdeu muito sangue (A-), mas não teve traumatismo craniano. Ele também teve duas paradas cardíacas.

 

 

Fonte: Meio Norte.

O arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, criticou a lotação nas praias e nos estabelecimentos comerciais enquanto as igrejas continuam vazias nesse período de pandemia do novo coronavírus. As declarações ocorreram no momento da homilia na missa pela festa da padroeira da Arquidiocese, Nossa Senhora das Dores, na terça-feira (15) e repercutiram nas redes sociais.

bac8ef761299b6079dca117d9669382b

Durante a homilia, o arcebispo diz ter conhecimento da gravação das suas palavras, mas que continuaria a declarar a sua opinião sobre o fato. Dom Jacinto conta que fez uma rápida viagem a cidade de Parnaíba para participar da missa solene do Jubileu de 75 anos da Diocese de Parnaíba, na terça-feira (8). "As praias no final de semana, no feriado, não vi distanciamento, não vi máscara, não vi álcool em gel. Eu enfrentei um trânsito tremendo para chegar a Parnaíba, a fim de participar dos 75 anos da Diocese. Eram centenas e centenas de veículos", diz no vídeo da homilia.

Dom Jacinto questiona: "por que as praias não tem coronavírus e as igrejas tem? Nossa Igreja Católica foi a entidade que mais colaborou para a preservação da vida. Não tenho nenhuma dúvida, tenhamos coragem de chegar, de participar. Abram as portas das igrejas. Quem não pode estar dentro, fique no pátio. Multipliquem as celebrações, mas chamem o povo católico para a Igreja. Chega! Cinco meses de jejum. Chega".

Ao chamar os católicos para participar das celebrações presenciais, o arcebispo ressalta que é necessário manter a "consciência, a prudência e o cuidado, mas não o medo excessivo". Dom Jacinto também relata que outros templos religiosos mantiveram as atividades sem restrições de distanciamento social.

"(O Medo). Isso nos paralisa, queremos isonomia; isso significa sermos tratados da mesma maneira como os templos protestantes, evangélicos, que muitos deles nunca pararam, de março para cá. Eu estou sendo gravado, eu sei. Eu estou certo do que estou dizendo. Nunca foram multados, fechados, nem autuados por isso", afirmou.

"As praias agora estão cheias. Os restaurantes estão cheios. Os botequins, prostibulos, shoppings, casa de show. Será possível que é só na hóstia consagrada, no Corpo e Sangue do nosso Salvador, quem tem vírus? Não acredito. Jesus continua salvador. Vamos ter coragem de voltar", desabafou.

Dom Jacinto Brito pede que os "padres, diáconos, coordenadores de comunidade tenham a força espiritual de convidar o povo a voltar às igrejas".

"Está na hora de voltarmos as celebrações com a devida prudência. Se for necessário multipliquem as celebrações para que haja o número permitido, mas não se acomodem. Tem muita gente se acomodando, chega! A minha palavra é essa: chega de acomodação. É hora de voltarmos".

O Cidadeverde.com entrou em contato com o arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, que reafirmou as informações vinculadas no vídeo. Dom Jacinto mantém o mesmo pensamento, mas não irá se pronunciar sobre as declarações

 

 

Fonte: Cidade Verde.

Em clima de grande comoção, o corpo do jornalista Kairo Amaral, de 24 anos, que morreu na madrugada desta quinta-feira (17/09) vítima de câncer, foi sepultado nesta tarde no Cemitério Jardim Eterno, no município de Parnaíba.

corpo do jornalista kairo amaral e sepultado em parnaiba 9702940b 7a20 4235 a0e1 d281b102bddf

Dezenas de pessoas, viaturas do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar do Piauí- PMPI e Polícia Rodoviária Federal - PRF acompanharam o cortejo que levou o corpo do jornalista até o cemitério onde foi sepultado.

 Segundo o correspondente da Rede Meio Norte, Carlo Mesquita, enquanto o cortejo passava pelas ruas da cidade, uma mutidão foi se formando para acompanhar e homenagear Kairo Amaral.

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa (DEM) esteve presente no velório e sepultamento do jornalista e decretou luto oficial de três dias na cidade pelo falecimento de Kairo Amaral.

De acordo com o decrerto municipal Nº 579/2020, assinado pelo chefe executivo, Kairo Amaral prestou serviços relevantes e foi destaque no rádio e na televisão enquanto atuou como jornalista em Parnaíba. Com isso, ficou estabelecido luto oficial por três dias, em todo o território.

Entenda o caso

Na manhã desta quinta-feira, 17 de setembro, veio a óbito o jornalista Kairo Amaral, aos 24 anos, vítima de câncer no braço. Kairo morreu por volta de 04h30 em sua residência após paralisação total dos rins.

 

 

Fonte: Meio Norte.

  • Cabedo
  • Paçoka
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia
  • Med Plan