Localizados no Norte piauiense, região com maior incidência de casos de Covid-19, os municípios de Porto e São Félix do Piauí já decretaram lockdown parcial para este final de semana com reforço no isolamento social e suspensão de quase todas as atividades econômicas. As medidas seguem lei as normas do governo do Estado decretadas nesta terça-feira (30).

2952ebc9c7787b2349823785e5faafe7Foto: Prefeitura de Porto

“Estamos acompanhando o decreto do governo. Teremos ponto facultativo quinta e sexta, e sábado e domingo lockdown, só farmácias e nada e nada mais aberto no sábado e domingo”, informou o prefeito de São Félix, Jailson Pio (Progressistas).

O município não contava com nenhum caso confirmado mas nesta segunda-feira registrou a primeira ocorrência da doença. Uma mulher veio de Fortaleza para o município e deu entrada na unidade de saúde do município com sintomas da doença. Com quadro delicado, a paciente foi transferida para uma UTI em Teresina, onde se encontra internada.

Localizado a 169 Km ao Norte de Teresina, o município de Porto também decretará lockdown parcial neste sábado e domingo. Segundo o último levantamento da Secretaria Estadual de Saúde, Porto possui 30 casos notificados de infecção pelo novo coronavírus.

Nos dias 4 e 5 de julho, apenas farmácias, postos de combustíveis e o setor de alimentação entrega a domicílio poderão funcionar no município.

I – Farmácias ou Drogarias;

II – Postos de Combustíveis;

III – Serviços de “delivery”, exclusivo para alimentação;

IV – Serviços de Segurança e vigilância;

V – Serviços de saúde mantidos pelo poder público

O decreto municipal prevê multa para quem descumprir a determinação.

“Aquele que for flagrado infringindo as normas desde Decreto será autuado em flagrante, devendo ser lavrado Auto de Infração Administrativo com a aplicação de Multa de acordo com o Código de Postura Municipal e Código Tributário do Município”, diz o documento publicado nessa segunda-feira (29).

De acordo com as prefeituras, os decretos para reforço no isolamento contarão com o apoio da Polícia Militar.

 

Fonte:cidadeverde.com

Agência Brasil 8Agência Brasil

Nesta terça-feira (30), Paulo Guedes, ministro da Economia, voltou a acalmar os ânimos sobre uma crise de grandes precedentes no Brasil.

Guedes tem sido bastante questionado sobre o país necessitar imprimir mais moeda para enfrentar a crise do novo coronavírus. Em resposta, Guedes disse que a possibilidade do Banco Central emitir moeda ainda é distante.

“Se estivéssemos nessa situação, o juro praticamente desce pra zero e aí não há mais diferença entre títulos que pagam juros e moeda que não paga juro nenhum. Seria uma situação de depressão, a demanda por moeda vai ficar infinitamente elástica”, afirmou.

A declaração ocorreu durante uma audiência pública com a comissão mista de acompanhamento das ações de combate à Covid-19.

Recentemente, Guedes pediu que a população não se amedrontasse, pois ele estava confiante sobre a recuperação do Brasil ainda neste ano.

Por fim, o ministro encerrou sua participação na comissão frisando que o Brasil ainda está longe de uma depressão econômica.

“Mas estamos muito longe dessa situação, não acredito que estamos indo para uma depressão”.

 

Fonte: Conexão Politica

Os vereadores da cidade de Floriano estiveram reunidos na noite de ontem(30) em sessão plenária encerrando os trabalhos referentes ao primeiro semestre de 2020. Dentre os assuntos abordados pelos edis, destacamos a implantação da modalidade de licitação pregão eletrônico, denominação de ruas e a pandemia da covid 19; Toda a sessão foi transmitida ao vivo pela página do jc24horas no facebook.

WhatsApp Image 2020 06 30 at 23.14.00Sessão plenária na Câmara Municipal de Floriano. (Imagem:Ascom)

Da redação

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paraiba
  • Espeto e Cia