• Dario PAX
  • floriano shop
  • Paraiba
  • Farmaduty
  • Construforte
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Vista bela
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Construforte
  • Paraiba
  • floriano shop
  • Dario PAX
  • Vista bela
  • Posto Aliança

Bastou uma rápida chuva para atrapalhar o serviço dos feirantes instalados no mercado público central de Floriano na manhã de hoje, por conta dos inúmeros buracos no teto por falta de uma reforma. Alguns feirantes gravaram um vídeo e enviaram ao portal jc24horas mostrando a realidade deles quando chove. Confira.

Screenshot 2016 04 30 11 37 24Feirantes no mercado público central. (Imagem:Divulgação)

 

Da redação. 

Uma falha de comunicação fez com que a torcida do Santos perdesse 2.900 lugares no Estádio José Liberatti, para assistir ao primeiro jogo da final do Paulistão, neste domingo, às 16 horas, em Osasco, contra o Audax. Na Federação Paulista, o acordo feito entre os presidentes dos dois finalistas, Vampeta e Modesto Roma Júnior, era de que o Peixe tivesse direito a 7 mil lugares no primeiro duelo, no entanto só 4.100 foram disponibilizados.

prefeitura do rio usa empresa de ciclovia em emergencias nao obras 1461490906278 615x300Ricardo Borges/Folhapress
Em apenas um dia, na quarta-feira, a torcida do Santos esgotou os ingressos que foram vendidos a R$ 60 na Vila Belmiro e na sub-sede de São Paulo.
No entanto, o descumprimento do combinado irritou torcedores e dirigentes do Alvinegro, que até então seriam maioria no Estádio José Liberatti, que tem capacidade para 13 mil pessoas.


Segundo o próprio Osasco Audax, houve uma falha de comunicação entre Vampeta e outros dirigentes do clube e que o ex-jogador não teria avisado seus pares do combinado com o Santos.

 

Para a decisão na Vila Belmiro, no dia 8 de maio, o Santos prometeu dar 700 ingressos para a torcida do Audax e mais um camarote para a diretoria visitante.

 

Fonte: Uol

A Receita Federal informou que recebeu, até as 11h desta quinta-feira (28), 22,18 milhões de declarações de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2016, ano-base 2015.

download
Com isso, faltando um dia para o fim do prazo de entrega, o Fisco ainda espera receber 6,32 milhões de declarações do Imposto de Renda – ou 22,17% do volume total esperado de 28,5 milhões de declarações neste ano.
O prazo para envio começou em 1º de março e termina na próxima sexta-feira (29), às 23h59.
A Receita Federal alertou para o risco das pessoas deixarem para enviar a declaração nos últimos dias, pois os contribuintes que perderem o prazo estarão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Clique aqui para baixar o programa do IR 2016 pelo site do Techtudo.

Clique aqui para baixar o programa do IR 2016 pelo site da Receita Federal.

Os contribuintes que enviaram a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, recebem mais cedo a restituição do Imposto de Renda – caso tenham direito.

Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade.
O pagamento da restituição começa em junho de cada ano e segue até dezembro, geralmente em sete lotes.
Quem precisa declarar
Estão obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.123,91 em 2015 (ano-base para a declaração do IR deste ano).

Também devem declarar os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado.

A apresentação do IR é obrigatória, ainda, para quem obteve, em qualquer mês de 2015, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Clique aqui para ver mais detalhes

Multa
Se o contribuinte entregar depois do prazo ou se não declarar, caso seja obrigado, poderá ter de pagar multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, calculada sobre o total do imposto devido nela calculado, ainda que integralmente pago, ou uma multa mínima de R$ 165,74.

Rascunho
O contribuinte que usou a aplicação de rascunho poderá fazer a importação dos dados para o programa de declaração do Imposto de Renda. Quem não fez o rascunho já não poderá mais usar a aplicação.

Deduções
Quem faz a declaração simplificada tem um desconto "padrão" de 20% na renda tributável, limitado a R$ 16.754,34. Quem teve gastos dedutíveis maiores, com dependentes e saúde, por exemplo, pode optar pela declaração completa.

Saiba os limites de dedução para este ano

Formas de entrega
A declaração poderá ser entregue pela internet, com o programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), online (com certificado digital), na página do próprio Fisco, ou por meio do serviço "Fazer Declaração" – para tablet e smartphone.
O serviço "Fazer Declaração" é acessado por meio do aplicativo APP IRPF, disponível nas lojas de aplicativos Google Play, para o sistema operacional Android, ou App Store, para o sistema operacional iOS.

Declaração pré-preenchida
Os contribuintes que possuem CPF eletrônico podem usar a declaração pré-preenchida, na qual os valores são apresentados para o contribuinte e ele apenas tem de confirmá-los.

Imposto a pagar
Caso o contribuinte tenha imposto a pagar em sua declaração do IR, a Receita informou que isso poderá ser dividido em até oito cotas mensais, mas nenhuma delas pode ser inferior a R$ 50. Caso o imposto a pagar seja menor do que R$ 100, deverá ser quitado em cota única.
A primeira cota, ou a única, deve ser paga até 30 de abril e as demais, até o último dia útil de cada mês, acrescidas de juros.

 

Fonte: G1

O Brasil já registrou 230 mortes por H1N1 este ano até o dia 16 de abril, segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (25). Em apenas uma semana, entre 9 e 16 de abril, foram registradas 77 novas mortes.

campanha de vacina contra h1n1 sao caetano sp carla carniel estadao conteudoEnfermeira prepara injeção com vacina para o vírus H1N1 (Foto: Carla Carniel/Código 19/Estadão Conteúdo)

Ao todo, foram 1.365 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por influenza A/H1N1 até 16 de abril. A SRAG é uma complicação da gripe. Em uma semana, foram registrados 353 novos casos de SRAG por H1N1 no país.
Além das mortes pela influenza A/H1N1, houve ainda 20 mortes por outros tipos de influenza. O estado de São Paulo teve o maior número de óbitos por H1N1: 119, correspondendo a 51,7% das mortes do país.
Também foram registradas mortes por H1N1 em Santa Catarina (20), Rio de Janeiro (17), Rio Grande do Sul (13), Goiás (11), Minas Gerais (10), Bahia (8), Pará (6), Paraná (4), Distrito Federal (3), Mato Grosso do Sul (3), Mato Grosso (3), Rio Grande do Norte (3), Ceará (3), Alagoas (2), Pernambuco (1), Paraíba (1), Amapá (1) e Espírito Santo (1).
A campanha nacional de vacinação contra gripe começa no dia 30 de abril, mas vários estados já anteciparam a aplicação das doses.
A vacinação contra influenza no SUS é destinada a alguns grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade.
A vacina aplicada é a trivalente, que protege contra H1N1, H3N2 (ambos vírus da Influenza A) e uma cepa da Influenza B. Em clínicas particulares, a vacina já está disponível.

 

Fonte: G1