• Garoto
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • chopp sabora
  • Oticas Floriano
  • Jorge
  • Construforte
  • Farmaduty
  • Construforte
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Jorge
  • Posto Aliança
  • chopp sabora

O deputado federal Fábio Abreu (PTB) deixou temporariamente a Secretaria de Segurança Pública do Piauí e reassumiu seu mandato, nesta terça-feira (18). A intenção é apresentar projetos e empenhar emendas para o Estado no Orçamento Geral da União de 2017.

39468b6dc101fb744b9ec84333004a74Fábio Abreu deixa secretaria para destinar emendas em Brasília.(Imagem: Wilson Filho/Cidade Verde)

“Entendemos que não se faz segurança pública sem investimentos. Por isso, vamos destinar boa parte das emendas que nos cabe indicação para essa área. Só para a compra de equipamentos e armamentos para as polícias será R$ 1,2 milhão. Além disso, vamos empenhar R$ 2 milhões para a estruturação do Hospital da Polícia Militar”, disse Fábio Abreu, que só deve reassumir o cargo de secretário estadual na próxima sexta-feira.

Fábio Abreu tem repetido a viagem a Brasília (DF) anualmente. Nos dois orçamentos anteriores, o deputado federal também destinou emendas para a segurança pública. Somadas, as emendas de 2015, 2016 e 2017 superam a casa de R$ 10 milhões. Nos primeiros anos, os recursos visavam construção de delegacias, reestruturação do hospital da Polícia Militar, monitoramento eletrônico em municípios do interior, compra de equipamentos, entre outras medidas.

Já as emendas de bancada, de acordo com o petebista, foram destinadas para as duplicações das BRs 343 e 316 em Teresina e a construção da nova sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

 

Fonte:cidadeverde.com

O cantor Mariano, um dos participantes do quadro "Saltibum", do "Caldeirão do Huck", acidentou-se durante os treinos desta terça-feira, 18. Ele foi encaminhado ao hospital e levou pontos na cabeça. Segundo Luciano Huck, o cantor, que faz parte da dupla sertaneja Munhoz & Mariano, passa bem:

- Foi no trampolim baixinho, de um metro. Deu ponto, mas está tudo ok.

494818ac81f80c6be1745bebcf8ca3b0Mariano, participante do 'Saltibum'.(Imagem:: Maurício Fidalgo/TV Globo)

O ator Diogo Sales, outro competidor da disputa de saltos ornamentais, conta como tudo ocorreu:

- Hoje a bruxa estava solta. Começou comigo. Fui dar um salto de parada de mão e bati com as costas na plataforma. O acidente não foi grave porque eu estava a apenas um metro de altura. Não me machuquei muito. Depois, o Mariano foi fazer um mortal chamado pontapé à lua e bateu com a nuca no trampolim.

No programa exibido no último sábado, 15, Carol Barcellos mostrou hematomas na perna causados por erros na execução dos movimentos. Os treinos desta terça foram cancelados após o acidente.
Fonte: O Globo

Nesta segunda-feira, 17, Zezé Di Camargo revelou que seu pai, Francisco, está enfrentando uma doença grave.

Ao lado de seu irmão Luciano, Zezé esteve no quadro "Meu Vídeo é um Show", em que revelaram alguns fatos do passado, entre eles, o sonho realizado de dar uma casa para Dona Helena, mãe dos cantores.

cda6afe5859ceeb247e0aa05b34847a9Zezé afirma que doença de seu pai é grave.(Imagem:Divulgação)
Quando pegamos, realmente, um dinheiro reunido em maior quantidade, compramos a casa dela (mãe)", revelou Luciano. Já sobre o pai, Zezé falou da saúde de seu Francisco:

Nosso papai, muita gente não sabe, está com 79 anos e tem um problema de saúde que é complicado. Ele fumou a vida inteira, desde os 14 anos, e tem enfisema pulmonar. Então, volta e meia, ele tem uma recaída, não pode ter bronquite, pneumonia nem pensar. O que de mais valioso a gente está podendo dar é a condição de tratamento e assistência para o nosso pai".

Vale lembrar que desde maio de 2015 que Seu Francisco vai ao Hospital com pneumonia por decorrência da doença. Em uma internação no primeiro semestre de 2016, a assessoria da dupla havia publicado um comunicado sobre a saúde do pai dos sertanejos:

"Seu Francisco está internado tem uma semana já. É uma pneumonia, mas ele está fora de perigo, está bem. Ele está em um quarto normal do hospital mas ainda não há previsão de alta".

Fonte: Kboing

A defesa do ex-presidente Lula pediu que o desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Reginal Federal da 4ª Região (TRF4), encarregado de julgar o pedido de suspeição do juiz Sérgio Moro, pedido pelo petista, se declare também suspeito para julgar esse processo. De acordo com Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira, que representam o petista nos processos da Lava-Jato, Gebran Neto se recusou a esclarecer se mantém relação de amizade íntima com Moro. A suspeição de um juiz ocorre quando sua imparcialidade é posta em dúvida.

e778700aef79eed2dadb97cf6759b156Lula vê relação de juiz com Moro e pede suspeição.(Imagem:Divulgação)

Em julho, os advogados de Lula protolocaram pedidos para que Moro se declarasse suspeito para julgar o caso de Lula na Lava Jato. A defesa do ex-presidente apontou como motivos para o afastamento do juiz a condução coercitiva imposta ao ex-presidente durante a deflagração da 24ª fase da Operação Lava Jato, que investigava duas propriedades atribuídas a Lula, um sítio em Atibaia e um tríplex no Guarujá, e a suspensão do sigilo das interceptações de ligações telefônicas de Lula, que tornou públicas conversas entre o ex-presidente e seus familiares.

“O pré-julgamento realizado por Moro é indevido e incompatível com a realidade dos fatos”, escreveram, na ocasião, os advogados Roberto Teixeira, Cristiano Zanin Martins e José Roberto Batochio.

O pedido, negado por Moro, foi para a instância superior, o TRF4. Em decisão proferida no dia 10 de agosto, Gebran Neto recusou esclarecer se mantinha uma relação de amizade com Moro. Os advogados de Lula afirmam ainda uma eventual relação de apadrinhamento. A defesa de Lula entrou com recursos contra essa decisão no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal, pedindo para que seja esclarecida a eventual amizade entre Gebran Neto e Moro.

“Embora tais recursos ainda não tenham sido julgados, o desembargador Gebran Neto decidiu julgar as exceções de suspeição contra o juiz Sergio Fernando Moro na próxima quarta-feira, mantendo a recusa de informar a existência de relação de amizade íntima com a parte”, afirmaram os advogados de Lula.

A defesa de Lula afirma ainda que o julgamento foi marcado sem que as sete testemunhas arroladas por Lula fossem ouvidas no processo. Uma delas é o prefeito eleito de São Paulo, João Doria, do PSDB. Os advogados de Lula indicam três eventos com participação de Moro no Grupo de Líderes Empresariais (Lide), empresa do Grupo Doria e que atua na promoção de encontros entre empresários e políticos — um deles, segundo os advogados, quando Doria já era pré-candidato pelo PSDB.

Caberá, inicialmente, ao desembargador João Pedro Gebran Neto a decisão de se afastar do processo.

Fonte: O Globo