• Garoto
  • Farmaduty
  • veloso
  • Posto Aliança
  • Casa dos frios
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • veloso
  • Casa dos frios
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aderiu a uma brincadeira nas redes sociais e listou fatos literários ligados ao período de 580 dias em que ficou preso, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP).

c13ae57e5632e4b465066d107bd75d66Foto: Cassiano Rosário/Estadão Conteúdo
O petista disse que leu mais de 40 livros na prisão e citou, entre os títulos, as biografias do guerrilheiro Carlos Marighella, do ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez, do ditador cubano Fidel Castro e do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela.

"Sou fascinado por biografias", escreveu Lula. Segundo ele, Fernando Morais, "biógrafo de Olga, Paulo Coelho e Assis Chateaubriand", está escrevendo uma biografia dele desde julho de 2011 e prometeu lançá-la ainda neste ano.
As informações foram publicadas na conta oficial do petista no Twitter na terça (14), com o título "5 fatos literários sobre mim", brincadeira nas redes que tem feito sucesso nos últimos dias.

No primeiro tuíte, Lula afirmou: "Quando recebi o primeiro, Um Defeito de Cor, de 952 páginas, me questionei por quanto tempo ficaria preso".
O romance brasileiro de Ana Maria Gonçalves conta a história da viagem da África para o Brasil de uma idosa em busca de seu filho.

O ex-presidente listou, entre seus preferidos no período, "O Amor nos Tempos do Cólera", do colombiano vencedor do Nobel de Literatura Gabriel García Márquez, "A Elite do Atraso", de Jessé Souza, "A Fome", de Martín Caparrós, "O Petróleo: Uma História Mundial de Conquistas, Poder e Dinheiro", de Daniel Yergin, "Sapiens: Uma Breve História da Humanidade", do best-seller Yuval Harari, e "Escravidão", de Laurentino Gomes.
Durante a prisão, de abril de 2018 a novembro de 2019, Lula não requisitou nenhum benefício para o encurtamento da sua pena. Poderia, de acordo com a Lei de Execução Penal, ter feito resumo das obras e com isso teria abatido dias de prisão.

Além do caso do tríplex, Lula foi condenado em segunda instância no caso do sítio de Atibaia (SP). Acabou saindo da prisão após novo entendimento fixado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a favor da prisão de condenados apenas depois do trânsito em julgado (fim dos recursos).

Em sua conta no Twitter, Lula ainda citou a publicação do livro "A Verdade Vencerá", com uma longa entrevista concedida pelo ex-presidente. "Publiquei um livro pela editora @editoraboitempo. A Verdade Vencerá foi best seller em 2018 e acaba de lançar uma segunda edição ampliada", disse.

Não é a primeira vez que as leituras de Lula na prisão movimentam as redes.
No dia 3 de junho de 2018, sua conta oficial tuitou: "Preso político há 57 dias, o presidente Lula já leu 21 livros nesse intervalo, leituras que compreendem dos romances à política. Atualmente, lê O Voto do Brasileiro, de Alberto Carlos Almeida". A publicação motivou questionamentos de internautas sobre a procedência da informação.

Fonte: Folhapress

Na tarde desta quarta-feira, o Dr.Justino Moreira, Diretor Clínico do Hospital Regional Tibério Nunes concedeu uma entrevista ao Portal jc24horas por telefone, falando sobre o estado de saúde da senhora Benta Lima de Abreu, de 35 anos de idade que foi vítima de crime de tentativa de feminicídio, tendo como principal suspeito o seu companheiro de nome Pedro Neto de Sousa. fato por volta das 05h da manhã do último domingo(12), na localidade Rodagem zona rural de Barão de Grajaú-Maranhão.

WhatsApp Image 2020 01 15 at 18.11.07Dr Justino Moreira. (Imagem:Divulgação)

A vítima foi socorride levada para o Hospital Regional Tibério Nunes onde foi submetida a intervenção cirúrgica em seguida levada para a UTI daquela instituição de saúde onde permanece até hoje em estado grave. "Foi obrigado a gente retirar o rim esquerdo dela". Disse o Dr.Justino. Confira a íntegra da entrevista no vídeo abaixo.

WhatsApp Image 2020 01 13 at 00.05.40Benta Lima de Abreu. (Imagem:Divulgação)

Da redação 

O PL (Projeto de Lei) que trata de novas regras para a cobrança de tarifas sobre a autoprodução de energia solar, a chamada geração distribuída, estabelece isenção permanente para quem já colocou ou vai adotar placas fotovoltaicas até o fim de 2021.

placa solar energia leticiasantosFoto: Leticia Santos/Arquivo Cidade Verde
"Para quem já tem [as placas], está instalando ou tem parecer de acesso não muda nada. Para sempre, porque essas pessoas fizeram o contrato quando as regras não previam as tarifas", afirmou o deputado federal Lafayette de Andrada (Republicanos-MG).

Na proposta, além da manutenção eterna da isenção para quem já possui o sistema, está prevista uma tarifa mais branda do que a proposta pela Aneel em seu relatório no ano passado. A ideia é cobrar apenas o serviço da distribuição, que equivale a 28% da tarifa cheia e de forma gradativa.

mento da distribuição, a cobrança da transmissão, bem como de encargos e perdas do sistema elétrico, o que representaria 62% da tarifa cheia.
Segundo Andrada, no caso da geração distribuída local (quem tem placa no próprio telhado), a proposta é que o pagamento da tarifa comece a partir de 2022, quando os donos dessas placas pagarão 10% da tarifa da distribuição. De forma escalonada, a cada dois anos, a alíquota crescerá 20 pontos percentuais, chegando a 100% em 2032.

No caso da geração remota (aquela que não é gerada no local do consumo), o deputado afirmou que a proposta é cobrar a tarifa de 100% da distribuição já em 2022.
Também haveria uma transição escalonada para a geração compartilhada (local ou remota), hoje com representatividade irrisória. Nesta, a partir de 2022 a alíquota subiria para 50% da distribuição e, em dez anos, chegaria a 100%.
Questionado sobre a não cobrança de encargos, como a CDE (Conta de Desenvolvimento Energético, onde estão subsídios a programas do governo), o deputado disse que, como a geração distribuída reduz o consumo de energia de fontes mais caras, como a termelétrica, há um barateamento natural na conta que compensa a isenção.

"Quando gero energia solar e a injeto no sistema, ela é diluída para toda a estrutura [de distribuição]. Todo mundo usa. Se eu faço isso, eu deixo de comprar energia térmica, a carvão, a diesel, que é caríssima, poluidora e suja. Então as pessoas que têm energia solar nas suas casas barateiam a conta de luz para todo mundo."

O deputado disse que conversou com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que o aconselhou a esperar algumas semanas para apresentar o PL. Segundo Andrada, Maia estaria estudando o caminho mais rápido para a tramitação, se por comissão especial ou por regime de urgência.

Pessoas que acompanham o assunto disseram à Folha, em condição de anonimato, que a expectativa é que o projeto seja apresentado ao Congresso já no início de fevereiro. Um empecilho, porém, pode vir com a substituição de Caio Megale por Esteves Colnago na relação do Ministério da Economia com o Congresso.

Colnago é considerado muito alinhado com a proposta da equipe do ministro Paulo Guedes de trabalhar pela redução de subsídios, mesmo que sejam para energias limpas como a solar. Conforme reportagem publicada na semana passada, a ideia da pasta é reiniciar um trabalho de convencimento com Bolsonaro e líderes do Congresso.

Fonte: Folhapress

                                                       Nota de Pesar

nota de pesar o9jumljzfyqv3ibe81yw8asazabxv3juh6ss54cmbs

O Secretário Municipal de Educação, Joab Carvalho Curvina, ainda bastante abalado com a súbita partida do Prof. Edwio Soares, manisfesta seus votos de grande pesar pelo falecimento desse homem jovem, Cristão fiel, pai de família dedicado, pessoa respeitada na nossa cidade e um educador referência para seus colegas, declarando a todos um sentimento de muito pesar pela referida perda que será muito sentida por todos que tiveram a oportunidade de conviver com o estimado professor. Por oportuno, deseja à família enlutada que tenha em Deus todo o conforto necessário para superar esse momento de dor que os assola nesse momento.

WhatsApp Image 2020 01 15 at 02.19.04

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba