• Garoto
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Oticas Floriano

O suplente de deputado, João de Deus (PT), que foi de líder do governo na gestão passada, pode retornar à Assembleia Legislativa do Estado. Nos bastidores do Palácio de Karnak se discute a possibilidade de um deputado assumir mais uma secretaria e, com isso, o sétimo suplente assumiria uma cadeira na Casa.

049f9688e00d1b29d049e7ca3ca4bd18Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

.Fábio afirma que ainda não foi procurado pelo governador. Porém, garante que se for, não será empecilho para o governo.

“Só posso adiantar que sou um membro do governo. Participo do governo Wellington Dias não só porque o nosso partido tem espaços no governo, mas sim, pela convicção que tenho de que o governador é um dos homens que mais prestigia o Piauí com a devoção ao mandato. Estarei pronto para ajudar o governador na Assembleia e fora dela, em secretária, onde quer que esteja. Pertenço ao governo por convicção”, afirmou.

 

Fonte:cidadeverde.com

A Secretaria Estadual de Justiça (Sejus) monitora 436 pessoas no Piauí. O monitoramento eletrônico acontece principalmente em Teresina. Desse total, 340 monitorados estão na capital piauiense e, os demais, divididos nos municípios de Parnaíba, Luís Correia, Picos, Floriano e Oeiras.

d58d27602659ed70d7425e576d792ca6Foto: Wilson Filho/Arquivo/Cidadeverde.com

A gerente do Monitoramento Eletrônico da Sejus, Paula Barbosa, ressaltou que do total de monitorados, a maioria é do sexo masculino: são 386 homens e 50 mulheres.

No momento, dos monitorados, 419 são presos provisórios cumprindo medidas cautelares diversas da prisão, incluindo o monitoramento eletrônico, e que aguardam a conclusão do processo em liberdade. Outros 17 são presos sentenciados - seja em prisão domiciliar ou em regime semiaberto.

Paula Barbosa também destacou que os crimes cometidos pela maioria dos monitorados estão ligados a roubo, furto, violência doméstica e tráfico de entorpecentes.

O juiz é quem concede a monitoração e define as restrições a serem seguidos por cada monitorado. Sobre o descumprimento das restrições, a gerente comenta que o monitorado está sujeito a ter a prisão preventiva decretada.

"A Central de Monitoramento informa todos os descumprimentos ao juiz competente para que as medidas judiciais cabíveis sejam tomadas", comentou Paula Barbosa.

 

Fonte:cidadeverde.com

Portal jc24horas esteve na manhã de hoje no gabinete da Secretaria de Saúde de Floriano Enfermeira Thais Braglia para fazer uma entrevista sobre a situação do SAMU em relação à quantidade de viaturas. Ao lado da secretária estava coordenador da instituição Enfermeiro João Felipe que também falou com nossa reportagem sobre esse problema que vem preocupando a população de Floriano e aos administradores de SAMU.

WhatsApp Image 2019 06 17 at 16.27.21Thais Braglia e João Felipe. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Segundo informações da secretária, o problema vem desde 2015 por questões burocráticas que impedem que a secretaria receba esses recursos e ambulâncias por parte dos governo federal.

WhatsApp Image 2019 06 17 at 16.27.25

A entrevista foi provocada pela matéria veiculada no jc24horas onde mostra uma ambulância da Prefeitura Municipal de Floriano sendo utilizada pelo pessoal do SAMU, pelo fato de que a ambulância básica da instituição está quebrada e no momento o samu de Floriano conta apenas com uma ambulância avançada.

WhatsApp Image 2019 06 17 at 16.27.27

Da redação

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) criticou nesta segunda-feira (17) a saída de Joaquim Levy da presidência do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Social) e do diretor de Mercado de Capitais do banco, Marcos Barbosa Pinto.

5d9feba49290da6fdad68dd6668e1222Foto: Fábio Rodrigues/Arquivo/Agência Brasil

"Acho que é uma covardia sem precedentes [a demissão de Levy]. Não digo que do presidente, mas de quem nomeou, o ministro que deveria garantir equilíbrio nessas relações [entre a equipe econômica e Bolsonaro]", afirmou em evento sobre a reforma da Previdência em São Paulo.

"Esse advogado que foi demitido do BNDES [Barbosa Pinto] é um dos caras que mais entende de política social no Brasil. Trabalhava com o Armínio [Fraga], estive com ele algumas vezes. É uma pena o Brasil ter perdido dois quadros da qualidade de Joaquim Levy e do Marcos Pinto da forma que eles foram retirados", disse.

Maia disse que a reforma da Previdência deverá ser aprovada em comissão na Câmara no dia 26. No dia seguinte, afirmou que pretende instalar uma nova comissão para analisar o texto base da reforma tributária. Ele elogiou a proposta elaborada pelo tributarista Bernard Appy.

Sobre a recente fala do ministro da Economia Paulo Guedes, que criticou as mudanças propostas pelo relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), Maia diz que a crise pode favorecer a tramitação do texto.

"As crises que a gente vive, como a de sexta, fortalecem o comprometimento da Câmara. Acho que ajudam os governadores do Nordeste a vir para o processo. Se a proposta não é mais do Paulo Guedes, é do Congresso, facilita os partidos de esquerda a discutir o projeto com a gente", afirmou.

"Talvez tenha sido um bom passo, talvez ele não tenha pensado desse jeito, mas tenha sido uma boa crise. Amanhã vou a Fortaleza para me reunir com alguns governadores do Nordeste e vamos tentar um comprometimento dos governadores para reintroduzir estados e municípios na reforma."

Fonte: Folhapress

  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Blossom
  • Cabedo
  • Casa Boa Esperança
  • Ada Atten