• Garoto
  • Casa dos frios
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Casa dos frios
  • Farmaduty

Como acontece todas as segundas-feiras no horário compreendido das 19h às 21h os integrantes da irmandade de Alcoólicos Anônimos se reúnem no Grupo Sambaíba de AA, localizado na Escola Dorinha Carvalho em frente a praça da Liberdade no bairro Sambaíba.

WhatsApp Image 2018 10 16 at 05.50.14Sala de reunião de AA. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Alcoólicos Anônimos é uma irmandade de homens e mulheres que buscam através de troca de experiências, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, depois de se identificarem como alcoólatras e decidirem viver evitando sempre o primeiro gole.

 

 

Da redação

Antigamente, os homens mais ricos eram os que possuiam bens materiais como fazendas, terras, indústrias, grandes empresas, etc. No mundo moderno, os homens de sucesso tem todo o seu império na palma da mão, num simples aplicativo de celular como por exemplo o Uber que transporta pessoas no mundo inteiro sem ter um carro sequer. Por isso, você tem que inserir o seu filho nesse mundo de sucesso, fazendo com que ele nos primeiros anos de vida, aprenda com naturalidade o que tem de mais moderno em programação, robótica etc.

A escola de Campinas – SP é um núcleo avançado de ensino de programação, robótica e tecnologias para crianças e adolescentes a partir dos 7 anos de idade, a rede conta com mais de 100 unidades pelo Brasil.

Pensando nisso, a Professor Lucídio Campelo trouxe para a cidade de Floriano a Escola Código Kids, a segunda a ser instalada no estado do Piauí sendo a primeira na cidade de Parnaíba e representa um núcleo tecnológico voltado para crianças a partir dos sete anos de idade, é uma escola diferente que ensina a ser fluente em tecnologia. Na manhã de hoje(14) o Professor Lucídio Campelo concedeu uma entrevista ao Portal jc24horas falando desse novo empreendimento em educação em nosso estado e na oportunidade ele apresentou a Escola código Kids para os internautas do jc24horas. Confira o vídeo.

Essa é a segunda vez que a nossa equipe visita a instituição de ensino, a primeira vez foi na sua inauguração conforme você vê nas fotografias abaixo.

WhatsApp Image 2019 10 05 at 18.58.37

WhatsApp Image 2019 10 05 at 18.58.37 1

WhatsApp Image 2019 10 05 at 18.58.38

WhatsApp Image 2019 10 05 at 18.58.38 1

WhatsApp Image 2019 10 05 at 18.58.39

WhatsApp Image 2019 10 05 at 18.58.39 1

WhatsApp Image 2019 10 05 at 18.58.40

Da redação

O senhor Antonio Alves Filho, que estava internado no Hospital Regional Tibério Nunes precisando de sangue O+, cujo pedido foi feito no portal jc24horas conforme você confere no link Paciente internado no HRTN precisa de sangue com urgência, faleceu por volta das 22h de ontem(13).

A informação foi postada em um grupo de whatsapp, o mesmo grupo onde aconteceu o pedido de doação de sangue. O senhor Antônio é da cidade de Colônia do Gurguéia-Piauí.

WhatsApp Image 2019 10 14 at 00.08.59 1

Da redação

Com a competição entre os bancos, em um cenário com taxa básica de juros (a Selic) no menor nível histórico, os juros do crédito imobiliário estão em queda. Entre os cinco maiores bancos, a taxa mínima varia entre 7,30% ao ano a 7,99% ao ano.

5e8c8f6e40af051f70c52e7f6443905aFoto: Wilson Dias/Agência Brasil

No último dia 8, após bancos privados, a Caixa Econômica Federal anunciou redução de até 1 ponto percentual nas taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE). A menor taxa passou de 8,5% ao ano para 7,5% ao ano; e a maior de 9,75% ao ano para 9,5% ao ano. As novas taxas serão válidas a partir desta segunda-feira (14).O professor da Fundação Getulio Vargas (FGV) e especialista no mercado imobiliário Pedro Seixas afirma que os bancos “despertaram” para o crédito imobiliário devido à demanda habitacional. “É uma linha de crédito que cria uma relação de longo prazo com o cliente e tem garantia real que é o próprio imóvel. É um crédito muito interessante também para os bancos e eles despertaram para essa modalidade e estão competindo mais pelo mercado”, disse.

Para Seixas, ainda há espaço para redução dos juros, não somente por influência da redução da Selic, mas também por causa da linha de crédito corrigida pela inflação, lançada pela Caixa Econômica Federal.

A nova linha tem saldo corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Nesse financiamento, a taxa mínima é o IPCA mais 2,95% ao ano e a máxima, o IPCA mais 4,95% ao ano. Nas outras modalidades, a correção é pela Taxa Referencial (TR). “Essa inovação tem potencial de impacto muito grande na competitividade e, portanto, de redução dos custos para as famílias”, disse Seixas.

A Caixa lidera o mercado de financiamento imobiliário, com 69% de participação.

Portabilidade

Para o professor da FGV, as reduções nas taxas de juros estimulam a portabilidade do crédito imobiliário. “Os juros mais baixos tendem a beneficiar a portabilidade de contratos antigos, com taxas menos interessantes”, disse. Entretanto, antes de aderir à portabilidade, ele aconselha a analisar os custos com cartório, a taxa do contrato original e o tempo que ainda resta para quitar o empréstimo.

Taxas de juros

O banco Santander informou que iniciou a redução das taxas do crédito imobiliário ainda em 2017. Em julho deste ano, foi feito o terceiro corte, com taxa mínima chegando a 7,99% ao ano.

No final de setembro, foi a vez dos demais bancos. O Bradesco anunciou redução da taxa de juros mínima de sua linha de crédito imobiliário de 8,20% ao ano mais TR para a partir de 7,30% ao ano mais TR, com taxas válidas a partir deste mês. No Banco do Brasil, a taxa mínima foi reduzida para 7,40% ao ano mais TR. No Itaú Unibanco, a taxa mínima foi ajustada para 7,45% ao ano mais TR.
Apesar das reduções, nem sempre o cliente consegue fazer o financiamento com a taxa mínima porque o banco avalia o perfil do cliente, o histórico de relacionamento, o prazo do financiamento, entre outros critérios, para definir a taxa. Além disso, os bancos oferecem as taxas mais baixas para novos contratos ou para casos de portabilidade, que é a transferência do contrato de um banco para outro, com condições mais benéficas para o cliente.

Especialistas orientam os clientes a observarem não somente a taxa de juros, mas o Custo Efetivo Total (CET) do financiamento, que inclui além dos juros, outros custos como seguros e taxas administrativas.

Modalidades de crédito imobiliário

As principais modalidades de crédito no momento atual têm recursos captados, principalmente, dos depósitos de poupança pelos bancos e outras instituições financeiras integrantes do SBPE, composto pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e pelo Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).

O SFH é voltado para os financiamentos de imóveis de menor valor e tem parte das unidades financiadas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Esse sistema é regulamentado pelo Governo Federal, que estabelece condições como o valor máximo de avaliação do imóvel igual a R$1,5 milhão e o custo efetivo máximo igual a 12% ao ano.

O SFI é destinado a imóveis mais caros, sem cobertura do FGTS e sem regulamentação do governo.

Além dessas modalidades e da nova linha com correção pelo IPCA da Caixa, ainda há a modalidade Pró-Cotista do FGTS, oferecida por alguns bancos. O Pró-Cotista é uma linha de financiamento que utiliza os recursos do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista do FGTS. O programa financia imóveis novos e usados e tem prazo de até 30 anos. Para contratar um financiamento nesta linha, é preciso ter conta ativa no FGTS e um mínimo de 36 contribuições. Caso a conta esteja inativa é necessário ter saldo superior ou igual a 10% do valor do imóvel.

Fonte: Agência Brasil

  • Rastek
  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Paraiba
  • Espeto e Cia