• Garoto
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Farmaduty

A ex-primeia dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, está com as malas prontas para voltar das férias com o marido, Barack Obama. Isso porque ela aceitou um convite do canal americano Fox para ser jurada da quinta temporada do MasterChef Júnior dos Estados Unidos. As informações foram confirmadas pelo site Mashable.

cats 9485 300x250e

A competição de culinária começou na última sexta-feira, na grade americana, sem a presença do jurado Graham Elliot. Com isso, a Fox decidiu usar convidados para se revezarem na cadeira do chef.

A escolha de Michelle Obama como jurada não é uma surpresa. A ex-primeira dama tem experiência em alimentação e comandou por oito anos projetos ligados à nutrição infantil nos Estados Unidos, como por exemplo o ‘Healthy Hunger-Free Kids Act‘, um programa para incentivar a alimentação saudável nas escolas americanas.

Além de Michelle, a empresária e apresentadora de televisão Martha Stewart também será jurada convidada da atração. A apresentação do MasterChef Júnior será de Gordon Ramsey e também conta com a presença da chef Christina Tosi.

 

Fonte: Veja.com

O superintendente da SDU-Leste, João Pádua, esteve acompanhado do vereador Ítalo Barros (PTC) neste fim de semana e juntos realizaram uma série de visitas aos bairros da região da Grande Socopo. Na ocasião, João Pádua falou da importância de ir até as comunidades e disse ter ficado encantado com o Complexo Esportivo APCDEP, atualmente abandonado.

6adb691ab38fd9dbb612bb6e63598004Vereador Ítalo Barros solicita estudo para revitalizar a APCDEP.(Imagem:Divulgação)

O local é a principal praça esportiva dos moradores da zona rural Leste da cidade, mas está abandonado há 17 anos. A estrutura, antes vistosa, está completamente deteriorada. Somente o campo de futebol ainda é aproveitado.

“É um local magnífico. Muito bonito. Vamos ver na SDU se o espaço pertence à Prefeitura ou ao Governo do Estado. Se não me engano há dois orçamentos populares aprovados para cá. Se for um espaço administrado pela PMT, vamos fazer todos os esforços para revitalizar o mais rápido possível. A comunidade precisa”, comentou João Pádua.

Morador da região, o vereador Ítalo Barros disse que a revitalização da APCDEP é um sonho de todos os moradores da Pedra Mole, Cidade Jardim, Socopo e bairros adjacentes. Ele ressalta que já solicitou um estudo acerca da área e tomará as providências necessárias para que o local seja revitalizado.“Nasci e me criei no bairro. Estou solicitando um estudo sobre essa área para sabermos de quem é a responsabilidade pelo terreno. Precisamos revitalizar esse local histórico. Aqui, até mesmo os times profissionais do futebol piauiense utilizaram como Centro de Treinamento. Hoje está abandonado. Vamos levar essa e outras reivindicações para o Plenário da Câmara esta semana e buscar providências”, garantiu Ítalo Barros.

A comitiva ainda seguiu pelo bairro Cidade Jardim onde foi solicitada a pavimentação asfáltica e poliédrica de pelo menos 10 ruas. Já nos bairros Socopo e Vila Nova Socopo, foi solicitado a limpeza das ruas e a implantação de postes de iluminação na Rua São Luiz.

A Câmara Municipal de Floriano realizou na tarde deste domingo(12), uma sessão solene com o objetivo de prestar uma homenagem ao Dr Adeval Pereira da Silva, que faleceu ontem em Teresina.

e786d3bc 9691 46f7 aa15 d48c91df89b6Despedida do Dr Adeval Pereira. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)
O homenageado foi vereador de Floriano, além de Promotor e Procurador de Justiça do Piauí. A sessão foi presidida pelo Vereador Maurício Bezerra, Presidente da CMF e contou com a presença de familiares do homenageado, lideranças políticas, empresários e a população em geral.
Após a sessão solene o corpo do Dr Adeval foi levado para a igreja da Diocese de Floriano para uma missa de corpo presente e em seguida foi sepultado.

O governador Wellington Dias (PT) anunciou que a Procuradoria Geral do Estado vai pedir que a greve dos professores da rede estadual de ensino seja declarada ilegal. O movimento, deflagrado na sexta-feira (10), pretende impedir o início das aulas em todo o Piauí a partir desta segunda-feira (13). O gestor convocou os alunos a irem para suas escolas, mas a categoria afirma que o movimento está mantido.

32abf50d50fd3475c5d3f37c861a860cGovernador pede ilegalidade da greve dos professores; Sindicato mantém paralisação.(Imagem:Divulgação)

“O movimento de greve é ilegal e descabido”, disse o governador, que alega pagar acima do piso nacional e ter respeitado a data-base aplicando o reajuste de 7,46% no salário dos professores. A greve foi deflagrada porque os docentes não aceitaram o parcelamento desse aumento, dividido nos meses de janeiro e julho de 2017.

Wellington Dias frisa que o professor da rede estadual, com o reajuste, chegará a R$ 2.836,93, mais de que os R$ 2.298 do piso nacional. E que antes, o Piauí já pagava acima disso - R$ 2.634,65. “Esse valor está acima do piso nacional e também respeitamos a data-base, janeiro, concedendo a primeira parcela de aumento”, acrescentou o governador.

O gestor convocou alunos e pais a comparecerem ao início do ano letivo e disse que as demandas da categoria já foram atendidas. “Nossa prioridade é a educação, aplicamos o reajuste, honramos a tabela de pagamento e já tínhamos agendado com o Sinte uma reunião para abril para ver a possibilidade de antecipar a segunda parcela do reajuste, conforme o comportamento positivo das receitas e contas do Estado”.

Sinte contesta


Procurado pelo Cidadeverde.com, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Estado do Piauí (Sinte-PI) informou que não foi procurado pelo Governo do Estado para tentar um acordo e a greve da categoria está mantida.

Kássyus Lages, secretário de comunicação do Sinte, disse que a categoria recusa o parcelamento do reajuste e quer que o mesmo seja feito de forma integral. Além disso, os professores reclamam da ausência de uma contraproposta por parte do Governo e problemas de falta de estrutura em escolas da rede estadual.

O sindicalista acrescentou que o arrombamento de uma escola na zona Norte de Teresina, na última madrugada, fez com que professores manifestassem ainda mais indignação - seria o quarto arrombamento no mesmo local em apenas dois meses.

Sobre o pedido de ilegalidade da greve, Kássyus Lages disse que o Sinte aguardará a decisão da Justiça e, caso o Governo ganhe a causa, vai recorrer com a alegação de que o pagamento do piso nacional dos professores não teria sido cumprido dentro da legalidade - o sindicato entende que o reajuste deve ser concedido integralmente em janeiro.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Rastek
  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Blossom