• Garoto
  • Oticas Floriano
  • veloso
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Casa dos frios
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • veloso
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Casa dos frios

Como acontece todos os sábados no horário das 19h às 21h o Grupo Boa Vontade de Narcóticos Anônimos realiza mais uma reunião espiritual com os seus integrantes que são pessoas que tiveram problemas causados pelo uso de drogas e encontram nas reuniões de auto ajuda, a maneira de viver um dia de cada vez longe do que mais lhe tira a qualidade de vida, quando não tira a própria vida.

WhatsApp Image 2017 09 09 at 19.55.18

Se você conhece alguma pessoa que tenha problemas por causa das drogas, fale da existência desse grupo em nossa cidade e que funciona todos os sábados das 19h às 21h no Colégio Dorinha Carvalho no bairro Sambaíba. Para participar não é necessário pagar taxas nem mensalidades, o único requisito para ser membro de N. A. é o desejo sinceto de parar de usar. Visite e conheça a sala de Narcóticos Anônimos em Floriano.

 

Da redação

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin encaminhou para a primeira instância da Justiça Federal em Brasília a denúncia apresentada na última quarta-feira (6) contra os ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro Aloizio Mercadante. Ele contrariou pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que queria que o julgamento ocorresse no Supremo.

4f133bd0d848c5377c90e8682124031fJosé Cruz/Agência Brasil

Lula e Dilma são acusados por obstrução de Justiça no episódio da nomeação do ex-presidente como ministro-chefe da Casa Civil, em março do ano passado. Segundo Janot, há indícios de que a indicação ao cargo por Dilma tenha servido para evitar que o ex-presidente tivesse a prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro.

Mercadante foi incluído na denúncia por ter sido flagrado em gravação com um assessor do ex-senador Delcídio do Amaral. Na conversa, o ex-ministro ofereceu apoio financeiro e jurídico a Delcídio para que ele desistisse do acordo de delação premiada.

Com a decisão de Fachin, a denúncia como Lula, Dilma e Mercadante será analisada por um único juiz federal em Brasília, ainda não definido. Caberá ao magistrado decidir se abrirá processo criminal contra os três, tornando-os réus, ou se arquivará o caso.

Falta de vínculos

Janot tinha pedido que a ação permanecesse no STF por entender que a nomeação de Lula para a Casa Civil estava relacionada a outra denúncia, de formação de organização criminosa, apresentada na terça-feira (5). Além de Lula e Dilma, seis membros do PT foram denunciados nessa ação, que só tramita no Supremo porque a senadora Gleisi Hoffmann, uma das acusadas, tem foro privilegiado.

Apesar dos argumentos de Janot, Fachin informou não ver ligação suficiente para manter a segunda denúncia no Supremo. Sem foro privilegiado, Lula, Dilma e Mercadante podem ser julgados em primeira instância.

Arquivamento

Mais cedo, Fachin tinha arquivado inquérito contra Dilma, o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo e dois ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Dilma e Cardozo eram suspeitos de terem nomeado o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro em 2015 para atrapalharem o andamento da Operação Lava Jato. Fachin atendeu ao pedido de Janot, que informou não ter encontrado indícios de favorecimento e havia pedido o arquivamento da investigação. O nome do ministro do STJ Francisco Falcão também constava desse inquérito.

Fonte: Agência Brasil

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), acolheu o pedido de arquivamento apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) no Inquérito 4243, que investigava uma suposta tentativa da ex-presidente Dilma Rousseff de obstruir a Operação Lava Jato. Além de Dilma, também constavam no inquérito os nomes do ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo e os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Francisco Falcão e Marcelo Navarro. A acusação era de que teriam planejado atravancar a operação por meio da nomeação de Navarro para o STJ, em 2015.

c5f53bd53c3ebc3f6c66d01a5e9ea906Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Na decisão, Fachin pontuou que o Supremo tem o “entendimento pacífico” de que deve deferir todos pedidos de arquivamento da PGR. A exceção seriam os casos baseados na atipicidade da conduta ou da extinção da punibilidade, conforme informação divulgada no site da Corte. O ministro argumentou que o arquivamento fundamentado na ausência de provas não impede as investigações no caso de surgirem novas evidências.

No mesmo inquérito, a procuradoria ofereceu denúncia contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma e o ex-senador Aloísio Mercadante por três conjuntos de fatos. A suspeita que recaía sobre o ex-parlamentar era de oferecimento de apoio político, jurídico e financeiro ao ex-senador Delcídio do Amaral, com o objetivo de convencê-lo a desistir do acordo de delação premiada.

No segundo conjunto de fatos, Dilma e a marqueteira Mônica Moura teriam trocado informações sobre a Lava Jato e, no terceiro, havia a compreensão de que Dilma teria preparado a nomeação de Lula para a Casa Civil como forma de blindá-lo com foro privilegiado, evitando que ele fosse julgado pelo juiz federal Sérgio Moro.

Fachin defendeu que, com o arquivamento, não restou no inquérito nenhuma autoridade com foro privilegiado e que, por isso, não deve mais tramitar no STF. A PGR sustentava que fatos do Inquérito 4325, que avaliava se os acusados constituíam uma organização criminosa, justificavam o trâmite no Supremo.

O ministro acolheu também a solicitação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que o sigilo imposto ao processo seja levantado.

Fonte: Agência Brasil

Sempre que chegamos no Hospital Tibério Nunes, ouvimos um brado "jc24horas" dito pelo nosso amigo Marcelo Neri da Costa, fazendo referência ao nosso informativo de quem é fiel seguidor e curtidor. Selamos essa amizade e apreço mútuo com essa fotografia, como forma de confirmar o que sempre dizemos. Tem muita gente boa acompanhando o nosso trabalho e aumentando a nossa responsabilidade. Faça como o nosso amigo Marcelo. Acesse, curta, acompanhe o portal jc24horas e diga isso quando a gente se encontrar. Obrigado meu amigo Marcelo.

20170908 184124Temístocles Filho e Marcelo Neri. (Imagem:jc24horas)

 

 

Da redação

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Paraiba
  • Espeto e Cia
  • Blossom