A Polícia Rodoviária Federal (PRF) vai iniciar, a partir da meia-noite desta sexta-feira (21), a Operação Carnaval 2020 no Piauí. A fiscalização será mais intensa nas BRs 343, 316 e 135, que possuem fluxo maior de veículos durante a folia de momo. O trabalho nas rodovias se estende até às 23h59 da quarta-feira de cinzas.

4408ec90a0ed76182b218f37c4d62d98

Segundo a PRF, o foco da fiscalização é voltado para as condutas irregulares que costumam causar acidentes graves, como excesso de velocidade, ultrapassagem indevida, embriaguez ao volante, não utilização do cinto de segurança, transporte inadequado de crianças, falta do uso de capacete e utilização de celular ao volante.


Em 2019, a PRF registrou 31 acidentes nas estradas federais do estado com 39 feridos e três pessoas mortas. “Uma das grandes preocupações dos policiais nesse período é com a mistura álcool e direção. Por isso, eles alertam que intensificarão o uso do etilômetro”, informa a PRF.

A polícia ressalta que, mesmo se negando a realizar o teste, que constatará se o motorista bebeu antes de dirigir, ele pode ser autuado, preso e ter seu direito de dirigir suspenso. A autuação de embriaguez ao volante é uma das mais caras do Código de Trânsito Brasileiro e custa R$ 2.934,70.

Veja dicas da PRF para quem vai viajar no carnaval

• Atenção redobrada – Deve-se manter atenção total durante toda a viagem, observando qualquer variável que possa causar risco viário com antecedência.

. Respeitar a sinalização – Respeite as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem. Elas não foram colocadas naquele ponto da estrada sem motivo. Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer a sinalização local.

• Planejamento da viagem – O motorista deve se informar sobre as distâncias que vai percorrer, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Não esquecer documentação pessoal e do veículo.

• Revisão preventiva – Providenciar a checagem do automóvel mesmo para pequenas viagens. Faróis acesos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia. Não esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos de porte obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de para-brisa e luzes do veículo;

• Pausas para descanso – O condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora;

• Previsão do tempo – Procurar se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disponibiliza gratuitamente informações sobre o clima no endereço www.inmet.gov.br;

• Descanso – Durma bem antes de qualquer viagem de automóvel. O sono e o cansaço são grandes inimigos de uma viagem segura.

• Cinto de segurança – Use sempre o cinto de segurança, este equipamento é obrigatório para todos os ocupantes do veículo.

 

Fonte:cidadeverde.com

O desembargador Fernando Lopes e Silva Neto, do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), derrubou a liminar da juíza Maria do Socorro Rocha Cipriano, que proibiu o bloco de carnaval "A gente Agita" de se apresentar nas imediações da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, no município de Oeiras, a 313 km ao Sul de Teresina. O templo religioso é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

igreja8

A juíza havia proibido a apresentação do bloco atendendo a um pedido do Ministério Público. Segundo o MP, as festas de carnaval na região da igreja causam problemas estruturais como fissuras nas paredes em virtude da poluição sonora.

O bloco alegou ao TJ que não há provas de que a apresentação durante o carnaval cause prejuízos à igreja, argumento acatado pelo desembargador. "Importante ressaltar que, não se pode permitir abuso, tampouco, apoiar práticas ilegais e desrespeitosas. Porém, vedar a realização de um evento que já faz parte da cultura local, sem que sejam demonstradas provas técnicas acerca dos prejuízos causados ao patrimônio e à população local, trata-se de decisão que priva a população de desfrutar de momentos de descontração e de lazer, em um período que, nacionalmente, comemora-se essa festa popular", disse Fernando Lopes e Silva Neto em sua decisão.

Segundo o desembargador, caso sejam comprovados danos ao patrimônio ou à população, existem meios para garantir a ordem pública, assim como, a responsabilização dos infratores. "Neste passo, a decisão agravada deve ser suspensa, sob pena de se incorrer na proibição do direito ao lazer", justificou o magistrado.

A juíza Maria do Socorro Rocha Cipriano chegou a estabelecer uma multa de R$ 5 mil em caso de descumprimento de sua decisão.

O diretor de marketing do bloco, Jônatas Cordeiro informou ao Cidadeverde.com que todas as atrações já anunciadas vão se apresentar nos 4 dias de carnaval.

Vídeo do bloco em 2019.

Fonte:cidadeverde.com

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI) determinou, nesta quinta-feira (20), a suspensão da divulgação do resultado da fase da prova de títulos do concurso público da Assembleia Legislativa do Piauí. A decisão do TCE/PI, concedida através de medida cautelar, exige ainda que seja estabelecido, num novo calendário, prazo para recurso do resultado da prova discursiva e a consequente reabertura da fase de entrega dos títulos. A divulgação do resultado desta fase ocorreria no dia 9 de março.

8e35a47b aded 4d48 93f9 1d0583f6f25bFoto: Arquivo/Cidadeverde

O TCE determinou ainda que o espelho da prova discursiva seja disponibilizado aos respectivos candidatos, a fim de que eles possam analisar a avaliação da banca examinadora de acordo com os critérios estipulados no edital, para terem condições de entrar com eventual recurso. O concurso está sendo executado pela Coordenadoria Permanente de Seleção (COPESE), da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Segundo o relator do processo, conselheiro substituto Delano Câmara, não há, no cronograma do concurso, o estabelecimento de prazo para eventuais questionamentos da correção das provas discursivas.

O conselheiro também ressaltou que a negativa de acesso ao espelho de correção da prova discursiva constitui-se como falha gravíssima e alarmante.

"É inegável que a garantia do acesso à correção da redação, bem como ao modelo padrão de resposta é direito assegurado ao candidato inscrito, encontrando respaldo, sobretudo, na garantia constitucional da ampla defesa e do contraditório. Ora, não há a possibilidade do candidato contestar sua eventual nota se não há o acesso à correção”", afirmou.

Os cargos são para consultor legislativo e assessor técnico legislativo, com oferta de 41 vagas, incluindo vagas destinadas a pessoas com deficiência. Mais de 16 mil pessoas se inscreveram no certame.

O vencimento é de R$ 4.068,39 para os cargos de nível superior e de R$ 2.310,14 para os cargos de nível médio. A jornada de trabalho é de 30 horas semanais para todos os cargos.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Blossom