• Farmaduty
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto

Em uma entrevista reveladora ao site boliviano "El Deber", Bruno Fernando Goytia Gómez, filho do copiloto Ovar Goytia, afirmou nesta quarta-feira que o avião da Lamia que sofreu o acidente com a Chapecoense na Colômbia só não parou para reabastecer no caminho porque houve atraso no voo comercial que fez o trajeto de São Paulo até Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

72a33e62f38bf518fefe683d86de88a2Avião não parou para reabastecer por causa de atraso, diz filho do copiloto.(Imagem: Policia Antioquia)

Segundo o jovem de 18 anos, o plano inicial era que a aeronave da Lamia parasse na cidade de Cobija, no norte da Bolívia, onde colocaria mais combustível antes de seguir voo para Medellín. No entanto, como o voo da BoA (Boliviana de Aviación) atrasou cerca de 50 minutos para sair do Brasil, optou-se por abastecer completamente o avião e ir direto para o destino final. O motivo seria a impossibilidade do aeroporto de Cobija para receber voos à noite, por falta de iluminação adequada.

- Pelo que eu tinha entendido, haveria uma escala em Cobija. Mas o avião que estava trazendo os jogadores da Chapecoense a Bolívia teve um atraso. Então, não podia aterrissar em Cobija, não há operações noturnas em Cobija, pois não há luz na pista, aí tomou-se esta decisão de encher o tanque por completo. Além disso, os jogadores tinham que treinar. E dava para chegar até lá, mas colocaram em espera e isso consumiu todo o combustível - disse Bruno, que está em seu último ano de estudo de pilotagem de aviões.

Segundo informações técnicas do próprio site da Lamia, a autonomia máxima do avião modelo British-Aerospace BAE-Avro 146 é de 2.965km de distância. Ou seja, praticamente a mesma distância de 2.975km em linha reta entre os aeroportos de Santa Cruz de la Sierra e Medellín, deixando o combustível no limite para a viagem. No entanto, um outro avião, da companhia Viva Colômbia, teve vazamento de combustível no mesmo momento, também solicitou emergência para o pouso e ganhou prioridade, obrigando o voo da Chapecoense a dar voltas no ar em espera.

- Tomaram a decisão de encher o tanque por completo, coisa que não se costuma fazer, mas seria possível fazer o pouso, tanto que caíram a apenas 17 milhas do aeroporto, que são três ou cinco minutos. Mas o tráfego de espera acabou consumindo todo o combustível que restava. Mas temos de esperar a investigação das caixas pretas para saber o que de fato ocorreu no acidente - disse o filho do copiloto da Lamia.

Mais cedo nesta quarta, o general boliviano Gustavo Vargas, diretor da Lamia, afirmou que as cidades de Cobija e Bogotá, capital da Colômbia, eram alternativas para o reabastecimento no meio do caminho caso houvesse necessidade. A companhia aérea boliviana ainda não se pronunciou sobre essas informações. O desastre da Chapecoense, que iria enfrentar o Atlético Nacional de Medellín pela final da Copa Sul-Americana, deixou 71 mortos e seis feridos, entre jogadores do time brasileiro, membros da comissão técnica, dirigentes convidados, jornalistas e tripulação.

Fonte: GE

Com mais de trinta anos prestando serviços sociais atendendo famílias nos momentos mais difíceis da vida que é a perda de um ente querido, a empresa Dario Pax que tem a frente o casal Jesilene e Dario instituiu a tradição de brindar os seus sócios que pagam o plano de assistência familiar. Pensando na crise, este ano os brindes serão quantias em dinheiro para que o ganhador possa usar da melhor maneira de acordo com as suas necessidades. 

Screenshot 2016 11 30 18 11 12Dario e Jesilene. (Imagem:Divulgação)

Na tarde de hoje a empresária Jesilene Lima concedeu entrevista ao portal jc24horas falando sobre a data e os valores que serão sorteados. "Nós mudamos para o dia 10 de janeiro o sorteio que será em nossa sede". Disse Jesilene.

Confira os prêmios.

1º Prêmio R$ 700,00

2º Prêmio R$ 600,00

3º Prêmio R$ 400,00

4º Prêmio R$ 350,00

5º Prêmio R$ 300,00

6º Prêmio 01 ano de carnê gratis.

Na oportunidade, nossa entrevistada enviou uma mensagem de natal para os nossos internautas. "Queremos desejar toda a comunidade florianense e ao povo do mundo em geral um feliz natal e um abençoad 2017. Com paz e saúde pra todos nós". Concluiu Jesilene.

 

Da redação 

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), colocou em votação um requerimento de urgência para que o projeto sobre corrupção, aprovado na madrugada pela Câmara, fosse votado pelos senadores ainda na noite desta quarta-feira (30), mas não conseguiu. No painel eletrônico, 44 senadores votaram contra a urgência e 14 a favor.

imgres
O requerimento de urgência foi apresentado por líderes do PMDB, PSD e PMDB. Mas a atitude de Renan causou indignação de parlamentares contrários à forma como o projeto foi aprovado pela Câmara, desfigurado, com várias modificações em relação à proposta original do Ministério Público.
Durante a sessão, senadores protestaram contra a análise do requerimento, mas Renan Calheiros insistiu em colocá-lo em votação.
“Hoje não é o momento de votar questões polêmicas”, disse o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).
O líder do governo, senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) também se posicionou contra. Ele argumentou que o projeto tinha sido aprovado na madrugada e ainda não era de conhecimento dos senadores.
Outros senadores também se manifestaram contra a urgência. Um dos parlamentares, fora dos microfones, disse que Renan estava cometendo um “abuso de autoridade”.

 

Fonte:G1

A promotora Marlúcia Evaristo, da Promotoria de Defesa da Pessoa com Deficiência e do Idoso, está irritada com a prefeitura de Teresina por ignorar seus pedidos de audiência para discutir a criação da residência inclusiva.

b01224110b011a302145263f74eaae89Promotora ameaça condução coercitiva a secretária para levar ação aos deficientes.(Imagem:Divulgação)

A moradia assistida, uma demanda que só cresce em Teresina, virou um problema na promotoria e no juizado. Devido o impasse, a promotora ameaça condução coercitiva para a secretária municipal de Trabalho, Cidadania e de Assistência Social, Mauricéia Neves.

A residência inclusiva possui público específico: são jovens e adultos (maiores de 18 anos e menores de 60 anos) com deficiência, cujos vínculos familiares estejam fragilizados ou rompidos, ou que estejam em processo de desligamento de instituições de acolhimento (abrigo), e que necessitam de apoio psicossocial, de retaguarda familiar temporária ou de longo prazo, de forma inclusiva.

Algumas pessoas que precisam da moradia assistida têm demência, outros fizeram muito uso de álcool e perderam habilidades de raciocínio, alguns têm Alzheimer. São pessoas que sofreram abandono ou fragilização dos vínculos familiares. Alguns são resgatados até mesmo das ruas.

“Temos vários casos e propormos uma residência com capacidade de receber 10 pessoas em situação de risco”, disse Marlúcia Evaristo.

Cinco audiências frustradas

Ela contou que já são cinco audiências frustradas com a Secretaria Municipal de Assistência Social para discutir o assunto. A promotora disse que marcará a próxima audiência e se a secretária não comparecer será convocada coercitivamente.

“Já propomos a assinatura de um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) e não aceitam. Vamos ajuizar uma ação civil publica já que a prefeitura ignora as audiências e os pedidos do Ministério Público”, disse Marlúcia.

A promotora lembrou que o prefeito Firmino Filho prometeu criar quatro residências inclusivas e até agora não concluiu nenhum projeto.

Em nota, a Semtcas esclarece que a secretária Mauricéia Carneiro tem assegurado participação efetiva do poder público municipal junto às audiências sobre as residências inclusivas. "A secretária, mesmo quando não podia comparecer à audiência em virtude de agenda já previamente estabelecida para outro compromisso de trabalho, enviou representante desta Secretaria para garantir a participação efetiva nesse processo. A gestora se coloca à disposição para quaisquer esclarecimentos e reforça o compromisso da SEMTCAS com a política de Assistência Social em Teresina", diz a nota.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Paraiba
  • Espeto e Cia
  • Blossom
  • Casa Boa Esperança
  • Ada Atten
  • Rastek
  • Cabedo