O Portal Jc 24horas esteve no novo endereço do Consamf que hoje está localizado no Mercado do Cruzeiro, onde foi esclarecido os motivos da mudança do local com a advogada Naglly Angélica e Junior Presidente do bairro Tiberão.

WhatsApp Image 2018 08 06 at 18.34.32Naglly Angélica e Junior Presidente do bairro Tiberão. (Imagem: Temístocles Filho/JC 24horas)

Naglly atua como diretora do departamento Jurídico, segunda tesoureira do Consamf e Junior  atua como conselheiro. Após a morte de Enoque Ramos eles passaram a dar apoio na administração do atual Presidente José Francisco, juntamente com a secretária Erica e demais membros da diretoria.

WhatsApp Image 2018 08 06 at 18.34.31 1Naglly Angélica.(Imagem: Temístocles Filho/JC 24horas)

Junior fala sobre sobre a nova chapa para as eleições do Consamf.

WhatsApp Image 2018 08 06 at 18.34.31Junior. (Imagem: Temístocles Filho/JC 24horas)

Confira mais detalhes da entrevista no vídeo.

Por Karolina Santos.

 

Foi enviado para a redação do Jc 24horas por meio do número do whatsapp (89) 9997-9333, o flagrante de um poste em chamas. O incidente acontece na noite de hoje(06/08) na avenida Eurípedes de Aguiar, próximo ao Espeto & cia.

WhatsApp Image 2018 08 06 at 22.20.57Poste em chamas. (Internautas/ divulgação: Jc 24horas)

Não tivemos  informações da Eletrobrás e corpo de bombeiros.

Confira os detalhes nos vídeos.

 

Por Karolina Santos.

Um grupo composto de seis advogados que atuam na região de Floriano, Barão de Grajaú-Maranhão e Nazaré do Piauí, participaram de um congresso em Teresina nos dias 01 02 e 03 de agosto. O evento é de cunho nacional, acontecendo em vários estados da Federação e o Piauí foi agraciado para sediar o congresso neste mês de agosto, organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil, tendo a frente o Dr. Chico Couto que é Presidente da Comissão Nacional de Direito Previdenciário.

WhatsApp Image 2018 08 06 at 09.57.16Kleber Lemos, Marcos Antonio, Ana Clara Osório, Oséas, Caio Iggo e Victor Vinícius. (Imagem:Divulgação)

Participaram do evento advogados de todo o estado do Piauí e da região de Floriano, marcaram presença os advogados Kleber Lemos, Marcos Antonio Ana Clara Osório, Oseas, Caio Iggo e Victor Vinícius. Dentre as figuras de renome nacional do mundo jurídico, destaca-se a presença do Ministro do Supremo Tribunal Federal e Presidente do TSE Luiz Fux, além de verdadeiros expoentes do direito previdencário nacional, alguns deles com livros publicados nessa área do direito.

Em comunicado enviado ao Portal jc24horas, o Dr. Marcos Antonio disse que o fito é se atualizar na parte do direito previdenciário. "Na verdade é um evento muito grande, de cunho nacional com essas grandes figuras do cenário nacional na área do direito previdenciário". Finalizou o advogado Marcos Antonio.

 

Da redação

 

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou hoje (6) desistência do recurso no qual pedia que ele aguarde em liberdade o julgamento de recursos contra sua condenação na Operação Lava Jato. O caso poderia ser julgado nesta semana pela Corte.

65a894c36c257721d6c100f32986ab16

Na petição, a defesa alegou que pediu que somente a suspensão da condenação fosse julgada, e não a questão sobre a inelegibilidade de Lula. A desistência precisa ser homologada pelo relator, ministro Edson Fachin.

Desde junho, quando entrou com recurso na Segunda Turma da Corte, a defesa de Lula pretende que a Corte julgue somente a concessão de liberdade e tenta evitar que o plenário analise a questão da inelegibilidade para as eleições de outubro deste ano porque o ex-presidente ainda pode ser beneficiado por uma liminar e disputar as eleições caso tenha a candidatura barrada.

Com a confirmação da condenação na Lava Jato a 12 anos de prisão pela segunda instância da Justiça Federal, o ex-presidente pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados pelos órgãos colegiados da Justiça.

Recurso
No dia 22 de junho, Fachin enviou pedido de liberdade do ex-presidente para julgamento pelo plenário, e não na turma, como queria a defesa. Ao justificar o envio, Fachin disse que a questão deve ser tratada pela Corte por passar pela análise do trecho da Lei da Ficha Limpa, que prevê a suspensão da inelegibilidade “sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal”.

No entanto, a defesa de Lula recorreu e afirmou que a análise da questão não foi solicitada. “O embargante requereu exclusivamente a suspensão dos efeitos dos acórdãos proferidos pelo Tribunal de Apelação para restabelecer sua liberdade plena. A petição inicial, nesse sentido, é de hialina [límpida] clareza ao requerer o efeito suspensivo para impedir a 'execução provisória da pena até o julgamento final do caso pelo Supremo Tribunal Federal'”, sustentou a defesa.

Fonte: Agência Brasil

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba