• Garoto
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança

Com o fim do mandato do conselheiro Luciano Nunes Santos, o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) fará a eleição para nova diretoria, que será escolhida na próxima segunda-feira (17). O mandato do atual presidente acaba no fim do ano.

IMG 8970Olavo Rebelo deve ser o escolhido para mandato de dois anos. (Imagem:Divulgação)

A se manter o critério de rodízio que tem sido seguido pelo TCE-PI nas últimas eleições, o atual vice-presidente, Olavo Rebelo de Carvalho Filho, 62 anos, será eleito para o comando da corte no biênio 2017-2018.

A sessão extraordinária está marcada para 9h da manhã. Serão escolhidos presidente, vice, corregedor-geral, ouvidor, controlador interno e presidentes da 1ª e 2ª Câmaras, além de conselheiros-substitutos auxiliares.

Estão aptos a votar, além do atual presidente, os outros seis conselheiros do TCE: Kennedy Barros, Abelardo Vilanova, Waltânia Alvarenga, Olavo Rebelo, Lilian Martins e Kléber Eulálio.

Luciano Nunes completou 70 anos em julho e seria aposentado compulsoriamente neste ano, mas a situação mudou no final de 2015 com a chamada "PEC da Bengala", que ampliou a idade de aposentadoria de magistrados para 75 anos.

A posse da nova diretoria está marcada para 20 de dezembro, com início efetivo do mandato em 1º de janeiro de 2017.

 

Fonte:cidadeverde.com

A Petrobras informou nesta sexta-feira (14) que a diretoria executiva da companhia aprovou na véspera a implantação de uma nova política de preços de gasolina e diesel comercializados em suas refinarias.

A companhia decidiu reduzir o preço do diesel em 2,7% e da gasolina em 3,2% na refinaria. Esses preços entrarão em vigor a partir da zero hora de sábado (15).

fb2a20ceca550b2258346976b561a3d2Petrobras aprova redução de preços de diesel e gasolina nas refinarias.(Imagem:Divulgação)

"Pode-se esperar um maior número de reajustes. A expectativa é que a gente possa fazer uma avaliação mais rápida dos nossos preços", disse o presidente da Petrobras, Pedro Parente.

Segundo a petroleira, se a redução aplicada na refinaria for integralmente repassada ao consumidor final, na bomba dos postos, o diesel pode cair 1,8%, ou R$ 0,05 por litro. Já a gasolina pode cair 1,4%, ou R$ 0,05 por litro. A última redução dos preços dos combustíveis foi em junho de 2009.

"Commodities são precificadas pelo mercado. Nós vamos nos referenciar pelo preço de mercado", disse o diretor de refino e gás natural, Jorge Celestino, ao explicar a base da política de preços.

De acordo com comunicado da Petrobras, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a decisão considerou "o crescente volume de importações, o que reduz a participação de mercado da Petrobras, e também a sazonalidade do mercado mundial de petróleo e derivados".

Segundo o diretor financeiro e de relacionamento com investidores, Ivan Monteiro, essa nova política não altera em nada a meta da companhia. Pode acarretar uma queda de receita, mas, como um todo, não vai impactar o planejamento estratégico.

Durante a coletiva de imprensa, Parente destacou que serão realizadas reuniões mensais para avaliar os preços, com resultados divulgadas à imprensa e por meio dos canais de relacionamento da companhia. "Isso tudo tem o objetivo de levar para a sociedade e para o mercado à transparência que se espera."

Na bomba dos postos

O presidente do sindicato dos donos de postos de São Paulo (Sincopetro), José Alberto Gouveia, calcula que os postos começarão a repassar a redução do preço da gasolina e diesel a partir de segunda-feira (17).

"Nós temos os tanques bem abastecidos pra atender o final de semana. E qualquer produto que chegar na segunda-feira já vem com o preço novo”, explica.

Segundo ele, mesmo que algum posto permaneça com os tanques cheios na segunda-feira, ao ver que outros postos estão reduzindo o preço eles preferirão perder dinheiro a perder o cliente.

“A partir de segunda ou terça alguns postos já começam a ter redução pro consumidor pra competir com o mercado e o consumidor com certeza vai pagar menos. Assim os donos de postos também ganham novos clientes”, diz.

Gouveia ressalta que a redução do preço é na gasolina A, e não inclui a carga de impostos nem o etanol anidro, que chega a 27% na mistura.

Por isso, ele preferiu não fazer uma previsão de quanto seria a redução em centavos por litro de gasolina e diesel.
Mais cara do que no exterior

O preço da gasolina nas refinarias da Petrobras está atualmente cerca de 25% acima da média dos preços no exterior e já são 12 meses seguidos de gasolina bem mais cara no Brasil, segundo dados do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE).

Levantamento da consultoria mostra que a diferença nos preços chegou a 49,1% em fevereiro, caindo para 10,6% em junho e fechando agosto em 23,1%. No acumulado no mês de setembro, até o dia 19, o preço praticado no mercado brasileiro está 25,5% mais caro.

O último aumento nos preços dos combustíveis nas refinarias foi anunciado em setembro do ano passado: 6% para a gasolina e 4% para o diesel.
Desde então, a Petrobras vem obtendo elevada margem de lucro com a venda de combustíveis, permitindo à empresa recuperar parte das perdas que teve no período em que o governo a obrigou a manter os preços artificialmente represados.

Sem interferência

Em junho, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, afirmou que o governo do presidente Michel Temer não iria interferir nas decisões da estatal envolvendo reajuste no preço dos combustíveis no Brasil. De acordo com ele, essa seria uma decisão "empresarial".

Em abril, a Petrobras informou que "não havia previsão", no momento, de reajuste nos preços de comercialização de gasolina e diesel, em meio a expectativas do mercado de que uma redução seria anunciada na ocasião.

Na época, analistas afirmaram que uma redução nos preços dos combustíveis seria muito negativa para a Petrobras, uma vez que aumentaria a pressão sobre o fluxo de caixa da estatal, que busca se recuperar de prejuízo de R$ 36,9 bilhões no quarto trimestre.

O governo da ex-presidente, Dilma Rousseff, sofreu críticas no passado por segurar aumento do preço dos combustíveis em momentos de valorização do petróleo no exterior – os preços aqui seguem cotações internacionais.

Segundo os críticos, a medida trouxe prejuízos à Petrobras. O governo, porém, alegava que essa política evitava oscilações prejudiciais aos consumidores e auxiliava no controle da inflação.


Fonte: G1

Morreu na madrugada desta sexta-feira (14) em São Paulo Orival Pessini, criador do Fofão e Patropi. O ator e humorista de 72 anos tinha câncer no baço e estava internado no Hospital São Luiz do Morumbi, na Zona Sul da capital.

orival pessini copyOrival Pessini ao lado dos seus personagens de maior sucesso, Patropi e Fofão (Foto: Reprodução/TV Globo)
Álvaro Gomes, empresário do ator, afirmou por meio do Facebook que Pessini faleceu às 4h.
"Uma pessoa que trouxe alegria a varias gerações com seu humor adulto ou para as crianças com o Fofão", disse.
Nascido em Marília (SP) em 1944, Pessini iniciou a carreira no teatro amador e atuando em comerciais. Estreou na TV em 1963, no infantil “Quem conta um conto”, da TV Tupi.O sucesso viria anos depois, com os personagens Sócrates e Charles, do “Planeta dos Macacos” (Globo).
O Fofão foi criado em 1983, para o programa “Balão Mágico” (Globo). O alienígena atrapalhado de enormes bochechas, nascido no planeta fictício “Fofolândia”, tornou-se um dos mais populares personagens infantis dos anos 1980.
Em 1986, migrou para a Rede Bandeirantes, onde estreou um programa inteiramente dedicado ao monstrinho. O “TV Fofão” ficou no ar até 1989.
Antes do fim da atração, criou outro personagem de sucesso, o Patropi, para o programa “Praça Brasil”. Um típico hippie universitário, o personagem tornou famosos bordões como “Sei lá, entende?!” e “Sem crise, meu!”. Como Patropi, participou ainda do “A Praça É Nossa” e “Escolinha do Gugu”, ambos do SBT, “Escolinha do Professor Raimundo” (Globo) e “Escolinha do Barulho” (Record).

 

Fonte:G1

O psiquiatra, psicoterapeuta e escritor Flávio Gikovate morreu aos 73 anos em São Paulo nesta quinta-feira (13). Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital, para tratar de um câncer descoberto em março. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do centro médico.

88329388bbd61652c0497e680ce3b037O médico psiquiatra Flávio Gikovate, em seu consultório. (Imagem:Divulgação)
Formado pela USP em 1966, Gikovate foi um dos pioneiros nos estudos sobre o sexo, amor e vida conjugal no Brasil. Ao todo, ele publicou 34 livros sobre sexo, drogas, educação, entre outros temas.


Atualmente, o psiquiatra apresentava o quadro "No divã do Gikovate", na rádio CBN, dentro do "CBN Noite Total" e, aos domingos, o programa de mesmo nome.


Em 2010, o psiquiatra participou da novela "Passione", da TV Globo, a convite do autor Sílvio de Abreu. Na trama, ele interpretava a si mesmo.


Até as 21h40 desta quinta não havia informações sobre onde ocorrerá o velório.

 

Fonte:G1

  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Casa Boa Esperança