• Dario PAX
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Casa dos frios
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Casa dos frios
  • Dario PAX
  • Farmaduty

A banda Aviões do Forró cancelou a apresentação que faria na noite desta segunda-feira (27), no Camarote Harém, no circuito Barra-Ondina, em Salvador. Segundo comunicado divulgado nas redes sociais do grupo, houve um "problema técnico em uma das turbinas da aeronave" e foi preciso fazer um "pouso de emergência em Maceió durante o trajeto entre Recife e Salvador.

c95cf1fd9bf710f765d2323cc12c2df8Problema no avião cancela show do Aviões na BA.(Imagem:: Elias Dantas/Ag. Haack)

Leia o comunicado na íntegra:
"Informamos que hoje, durante o trajeto aéreo privado da banda de Recife para Salvador, houve um problema técnico em uma das turbinas da aeronave, que precisou fazer um pouso de emergência em Maceió. Todos passam bem. Lamentamos o ocorrido e o cancelamento do show desta noite em Salvador, na Bahia. Agradecemos o carinho e a comprensão de todos".

O Camarote do Harém também divulgou comunicado:
"Lamentamos o fato ocorrido, e desde já pedimos a compreensão de todos os associados presentes nesta segunda-feira de Carnaval. O fato ocorrido foi um acidente, graças a Deus sem vítimas, mas que fugiu ao nosso controle".

Despedida de Solange
A agenda com as útlimas apresentações da banda Aviões do Forró tendo a cantora Solange Almeida como integrante começou na noite de sexta-feira (24), durante o Carnaval de Salvador. A cantora anunciou que, após 14 anos, deixará a banda.

Na sexta-feira, o Aviões puxou o Bloco Pra Ficar, no Circuito Dodô (Barra-Ondina). O desfile começou no Farol da Barra, por volta das 20h, e seguiu até o bairo da Ondina. Milhares de fãs acompanharam o trio elétrico com a atração.

O cronograma de apresentações seguiu no domingo (26), no Camarote Club. Já nesta segunda-feira (27), a banda faria show no Camarote Harém. Solange Almeida agora segue carreira solo e o grupo passará a ser comandado apenas pelo cantor Xand. Apesar da saída de Solange, a parceria entre os cantores, que são amigos, continuará, segundo informou a artista.

A cantora também fez uma apresentação em carrreira solo durante a Lavagem Cultural da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), no Centro Histórico de Salvador. O show, que contou com a participação de Felipe Pezzoni, da Banda Eva, ocorreu na quarta-feira (22), primeiro dia oficial do Carnaval na capital baiana.

Fonte: G1

As camisetas com a logomarca do portal jc24horas e outros parceiros, dentre eles o senhor Conegundes Gonçalves de Oliveira da empresa Teleradio e Refrigeração estão fazendo o maior sucesso neste carnaval brindando os seus clientes e internautas ao mesmo tempo dando mais beleza ao carnaval. Uma das ganhadoras é a bela jovem Édna Dias que pousou na foto vestida na camiseta e exibindo a marca do melhor e mais atualizado portal de nossa cidade.

Screenshot 2017 02 28 04 51 30Edna Dias. (Imagem:Divulgação)

 

Da redação

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou ao Cidadeverde.com que vai municipalizar 18 hospitais atualmente geridos pela pasta com o intuito de melhorar o atendimento. Em entrevista exclusiva ao site, o secretário Estadual de Saúde, Francisco Costa, explica que o processo deve ser lento e envolver o diálogo com o gestores. Entretanto, não deve demorar a acontecer. Em março os primeiros hospitais já devem começar a ser municipalizados como exemplo o de Avelino Lopes, mas a meta mais imediata é deixar de gerir pelo menos 10, dos 35 que estão atualmente.

3cbad514f2c795ff9bf61d0cc78d8a64Sesapi aposta na municipalização e deixará de administrar 18 hospitais no Estado.(Imagem:Divulgação)

"Nós estamos trabalhando para em março discutir com alguns gestores essa municipalização. O entendimento está mais avançado com Avelino Lopes onde já discutimos com o prefeito. A cidade fica a uma distância significativa aqui da capital. O prefeito tem essa compreensão e entende que é necessário ter uma maior capacidade resolutiva para gerir melhor", explicou o secretário.

O gestor acrescenta que o processo é uma construção e que será feito junto aos gestores municipais. "Temos que entender a logística da região, a densidade populacional e a capacidade resolutiva desse estabelecimento e tudo isso faz parte de uma repactuação que será feita gradativamente com cada gestor", declarou.

Apesar do objetivo da Secretaria, ainda há gestores que procuram uma repactuação financeira para que os recursos sejam distribuídos de forma diferente. Apesar da crise, para Francisco Costa o foco principal da municipalização não é a economia e sim uma melhoria na gestão hospitalar. "Estamos preocupados em inserir a gestão municipal no processo. É a possibilidade de uma resposta satisfatória. Vamos fazer isso em discussão com técnicos para que possa ser feito sem que haja queda na qualidade. Nós apostamos numa melhora do atendimento", pontuou.

Federalização do HUT

O secretário reconhece que o Hospital de Urgência de Teresina está sobrecarregado e segundo ele a proposta de federalização, descartada pelo ministro em sua visita a capital, foi acertada. Francisco defende que haja uma repactuação para manter o hospital.

"A sobrecarga é muito grande. Sabíamos que essa possibilidade era muito difícil pois isso não tem sido uma política do Governo Federal, absolver hospitais. Mas aproveitamos para discutir como repactuar as despesas. Não é justo que o sacrifício fique só com o município de Teresina. O HUT é um hospital municipal mas que tem uma abrangência estadual porquê ele engloba todo o Piauí e até pacientes do Maranhão", explicou.

O secretário também pontuou que a Sesapi tem implantado com sucesso ações de fortalecimento de hospitais estratégicos no interior do Estado. "Isso gera condições para que a gente diminua o fluxo para a capital. Alguns hospitais como em Teresina, Floriano e Piripiri para citar alguns, recebem pacientes de outros hospitais e nosso objetivo é aumentar a capacidade resolutiva destes", afirma.

Está previsto para o início de março em Floriano e Parnaíba a instalação do serviço de Neurocirurgia para urgência e emergência, o que deve desafogar ainda mais os hospitais da capital.

"A gente sabe que a grande epidemia em todo o Estado é o acidente automobilístico principalmente por motocicleta e agora os pacientes com traumatismo craniano que precisavam vir para Teresina, terão esses dois polos onde podem se atendidos", garantiu.

Febre Amarela no Piauí

O Piauí ainda pode ser considerado uma 'área livre' da Febre Amarela. Com apenas dois casos suspeitos registrados, e já descartados a secretaria de Saúde trabalha de forma a esclarecer a população em relação a vacinação e com foco no combate ao mosquito. "No Piauí não estamos trabalhando com campanha de vacinação em massa contra a Febre Amarela. A orientação é simplesmente com relação a rotina que já se tem com relação a isso. Temos uma preocupação com a dengue, com a Zika e com a chikungunya que são transmitidos pelo mesmo vetor", pontuou.

Em relação aos casos suspeitos. A menina de nove anos internada com suspeita de Febre Amarela foi submetida a exame e o resultado foi negativo em primeira a mostra. Foi feito também um segundo exame, por conta do protocolo que obriga a realização de uma contra-prova. Na suspeita do caminhoneiro, pelo próprio quadro clínico já foi descartada a Febre Amarela e ele já voltou ao trabalho.

 

Fonte:cidadeverde.com

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 220/16, em tramitação na Câmara dos Deputados, determina que a revisão geral anual das remunerações e subsídios de servidores públicos e membros de poderes não poderá ser menor do que o índice que melhor reflita a inflação acumulada no período de 12 meses imediatamente anterior ao reajuste.

dd0c9422d221097f0c6278c3889fabfaRevisão anual de salários de servidores poderá respeitar inflação acumulada.(Imagem:Divulgação)

A medida foi proposta pelo deputado Domingos Sávio (PSDB-MG). Os membros de poder incluem presidente da República, ministros, juízes, promotores, procuradores e detentores de mandato eletivo (como deputados e senadores).

Atualmente, a Constituição determinação a revisão geral anual das remunerações e subsídios “sempre na mesma data e sem distinção de índices”.

Na prática, segundo o deputado, basta os poderes concederem um reajuste de 1% que já estarão cumprindo a determinação constitucional. As últimas revisões gerais aconteceram em 2002 e 2003, quando foram concedidos reajustes de 3,5% e 1%.

O texto proposto por ele estabelece que o índice de reajuste terá, de fato, que representar a inflação acumulada, de modo a recompor a perda de poder aquisitivo dos salários de servidores e membros de poder provocada.

Tramitação

A PEC 220 será analisada inicialmente pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara. Se a admissibilidade for aprovada, será criada uma comissão especial para analisar o teor da proposta.


Fonte: Câmara

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Rastek
  • Paraiba
  • Espeto e Cia