• Dario PAX
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Casa dos frios
  • Garoto
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Casa dos frios
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty

A Receita Federal informou que, a partir de agora, os empregadores domésticos podem gerar o comprovante de rendimentos de seus empregados pelo sistema do eSocial, que unifica o envio de informações do empregador sobre o empregado.

esocial000Empregadores podem emitir comprovante de rendimentos pelo eSocial.(Imagem:Divulgação)

Para gerar o documento, é preciso acessar no site do eSocial as opções Folha, Recebimentos e Pagamentos e Informe de Rendimentos. O comprovante deve ser emitido por empregadores que fizeram retenção do Imposto de Renda de seus funcionários no ano passado. O documento deve ser impresso, assinado e entregue ao trabalhador.

Além de emitir o comprovante, os empregadores deverão informar sobre a retenção do IR preenchendo a Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf), em site disponibilizado pela Receita.

 

Fonte:cidadeverde.com

O Grupo Princesa do Sul de Alcoólicos Anônimos vai realizar mais uma reunião de recuperação na noite de hoje(24) no Colégio Getúlio Vargas na sede provisória da irmanade. Existindo em quase todos os paises do mundo e praticamente em todas as cidades do Brasil Alcoólicos Anônimos tem ajudado a muitas famílias na administração de problemas relacionados ao alcoolismo de seus integrantes. Usando frases como "Se o seu caso é beber, o problema é seu. Se seu caso é parar de beber o problema é nosso" Essa irmandade tem salvado vidas de homens e mulheres em nossa cidade.

Caso você tenha problemas relacionados ao consumo de álcool, ou conheça alguém que o tenha, fica o convite para você comparecer às 19h no Colégio Getúlio Vargas, na Praça do bairro Catumbi para conhecer como esses florianenses estão conseguindo viver sem o álcool um dia de cada vez.

c9b0978d 73f6 417c ae57 11751ab77e04Mesa de reunião do Grupo Florianense de AA. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

 

Da redação

Visando dirimir possíveis arestas que tenham surgido por conta de uma reunião realizada na sede da OAB com o objetivo de apurar denúncias de abuso de autoridade praticado por policiais rodoviários federais durante abordagens, o comunicador Ribamar dos Santos promoveu em seu programa matinal veiculado na Rádio Princesa FM, um encontro entre o Comandante do 3º BPM Ten Cel Rubens Lopes, Inspetor Jeová Querino da PRF e o Presidente do Sicomflor Conegundes Gonçalves de Oliveira. 

A reportagem do portal jc24horas conversou com os quatro integrantes desse importante debate onde no final cada um fez uma avaliação do encontro. Essas entrevistas estão na página do jc24horas no facebook, ou acessem o vídeo abaixo e confiram.

16f00cbf 767f 4576 ac20 2d41461a6758Conegundes Gonçalves, Ribamar dos Santos, Insp. Querino e Ten Cel Rubens. (Imagem:Reprodução/jc24horas)

 

Da redação

Na condição de representante de entidades de classe o Presidente do Sicomflor Conegundes Gonçalves de Oliveira esteve presente na reunião realizada na sede da OAB cujo tema era as ações desenvolvidas pela Polícia Rodoviária Federal em Floriano, consideradas por alguns como abusivas. Estavam presentes membros da Associação Comercial, maçonaria, rotary clube, dentre outros. Em entrevista ao jc24horas, Conegundes disse que finalidade era avaliar reclamações de pessoas que quando foram abordadas se acharam constrangidas. "Houve relatos, depoimentos de pessoas que consideraram a abordagem inadequada e o objetivo era apenas se avaliar e qual seria a posição das entidades". Disse o nosso entrevistado. Outro objetivo do encontro foi para que surgissem sugestões em busca de alternativas que possam melhorar esse trabalho. O Presidente do Sicomflor denominou o trabalho realizado pela PRF como excelente no que se refere às blitz e fiscalizações. "No entanto é preciso que se avalie e quem tem que avaliar é a sociedade, principalmente aqueles que são abordados". Frisou o representante de classe.

922edca5 c965 4c98 84dc 626f3e4e13abConegundes Gonçalves. (Imagem:Temístocles Filho/jc24hroas)

Em relação ao fato de que nenhum representante da instituição PRF foi convidado, Conegundes disse que o objetivo primeiro foi ouvir as reclamações para que fosse tomada alguma decisão. "Nós agora vamos continuar a conversação com a PRF, DNIT, Polícia Militar, Prefeitura Municipal. Levar depoimentos, entrevistas e ver as ações que devem ser feitas pra melhorar. Nós queremos ser parte desse processo no sentido de que a PRF possa melhorar seu trabalho no sentido das abordagens". Disse Conegundes. "Nós somos a favor das blitzes e o importante é que essa polêmica gerou a oportunidade de se discutir. Não vamos jogar farinha no ventilador com cada um de um lado". Finalizou o nosso entrevistado.

 

Da redação

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Rastek
  • Espeto e Cia
  • Paraiba