• Garoto
  • Dario PAX
  • veloso
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Casa dos frios
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • veloso
  • Casa dos frios
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano

Na tarde de ontem(05) a equipe do portal jc24horas esteve na sede da Amepi (Associação dos Oficiais Militares do Piauí) em Teresina para registrar o encontro do Deputado Federal Jair Bolsonaro com os policiais e bombeiros militares do Piauí e representantes do estado do Maranhão. No primeiro momento o parlamentar se reuniu em uma sala fechada com os líderes da categoria em seguida se dirigiu ao público presente que contava com a presença dos familiares dos militares piauienses.  Bolsonaro concedeu entrevista coletiva à imprensa onde disse que é um nome viável para disputar a presidência da república, mencionou a situação vivida pelos policiais em relação ao apoio jurídico em suas ações falando do caso dos PMs do Rio de Janeiro que estão presos acusados de terem matado duas pessoas. 

53fd7edd 38ef 4286 a7ae 3826a3ff2285Reunião do Bolsonaro com militares. (Imagem:Divulgação)

Durante o pronunciamento do deputado, a palavra foi facultada e vários militares presentes falaram sobre a luta do parlamentar e manifestaram apoio caso seja viabilizada a sua candidatura ao cargo de presidente da república.

 

Da redação.

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal aprovou, na quarta-feira (5), a proposta que altera a representação por estado na Câmara dos Deputados. A decisão será votada em plenário.

7373144dc5e05b5f59402edd1a41119dCâmara dos Deputados (Foto: divulgação)

A bancada do Piauí, por exemplo, perderá duas vagas, saindo de dez para oito representantes. A mudança será válida a partir da próxima legislatura (2019-2023).

O coordenador da bancada piauiense na Câmara, o deputado federal Átila Lira (PSB), conversou com o Cidadeverde.com e declarou que os deputados deverão reagir a essa decisão. “Vamos reagir a essa decisão no Senado, pois ela ainda não é terminativa”, disse o deputado.

Ele também irá conversar novamente com os senadores piauienses sobre a redução. “Eu já falei com todos os deputados e, principalmente, com os senadores. A matéria já foi aprovada na Comissão de Justiça, mas ela pode ser revista em outras comissões, nós estamos trabalhando nesse sentindo. Assim teremos mais tempo para debater o assunto, pois ele não repercuti somente no Piauí, mas também em outros estados”, declarou Átila.

Já o deputado Rodrigo Martins (PSB) disse que “toda perda é ruim”, mas que aguarda uma reunião com os demais parlamentares para traçarem uma posição sobre essa decisão. O deputado Assis Carvalho (PT) ressaltou que o tema precisa ser bastante debatido antes de qualquer decisão final e a votação em plenário.

O Projeto de Lei do Senado (PLS) 315/2016, do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), tem como base a atualização da população de cada estado realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2015. Na justificativa, Flexa destaca que a Constituição determina que o número total de deputados federais - bem como a representação por estado e pelo Distrito Federal - serão estabelecidos por lei complementar, de maneira proporcional à população. Além disso, também determina que, no ano anterior às eleições, devem ser feitos os ajustes necessários, para que nenhuma daquelas unidades da federação tenha menos de oito ou mais de 70 deputados.

Ganhos e Perdas

Com o novo reordenamento com base nos dados do IBGE, mantendo-se o atual número de deputados em 513, o estado que mais aumentará sua representação será o Pará, passando de 17 para 21. Outros estados que vão ter maior número de representantes serão Minas Gerais (passará de 53 para 55) e Amazonas (de 8 para 10).

Entre as unidades que diminuem o número de representantes estão o Rio de Janeiro (caindo de 46 para 43), o Rio Grande do Sul (de 31 para 29), a Paraíba (de 12 para 10) e o Piauí (de 10 para 8).

Veja no quadro abaixo os estados que perdem, ganham e mantêm números de deputados na Câmara.
Bancada piauiense

Atualmente, os representantes do Piauí na Câmara Federal são: Assis Carvalho (PT), Átila Lira (PSB), Heráclito Fortes (PSB), Iracema Portela (PP), Júlio César (PSD), Maia Filho (PP), Marcelo Castro (PMDB), Paes Landim (PTB), Rodrigo Martins (PSB) e Silas Freire (PR). Não estão em exercício os deputados Fábio Abreu (PTB), Merlong Solano (PT), Rejane Dias (PT) e Flavio Nogueira (PDT).

591b1471603e379d82f366f31bcf0908Mudanças nos estados. (Imagem:Divulgação)

 

Fonte:cidadeverde.com

Na tarde dessa quarta-feira(05) os alunos da escola Municipal Padre Pedro Da Silva Oliveira receberam o Cabo da Policia Militar Ivan Osório para uma conversa sobre drogas e suas consequências. Na ocasião foi falado sobre as drogas lícitas e ilícitas, os efeitos no corpo e as consequências na vida da família, amigos e do próprio usuário.
"Nós da escola Padre Pedro Oliveira acreditamos que o trabalho de prevenção e conscientização é muito válido. Conhecer para evitar, é a nossa intenção. " afirma a prof Deylange. "Foi uma conversa descontraída e bastante participativa". Concluiu a professora.

20170405 145553Palestra do Cabo Ivan Osório. (Imagem:Divulgação)

 

Fonte:Ascom

Questionada pela postura do marido, Caio Blat, que defendeu José Mayer das acusações de assédio nesta terça-feira, a atriz Maria Ribeiro usou as redes sociais para se posicionar ao lado das mulheres. Ela respondeu aos seguidores que estava "100% ao lado de Su", em refêrencia à figurinista Susllem Tonani, alvo das investidas e denunciante do assédio do protagonista de "A Lei do Amor".ffebbb90974b87a1de2cc31cae9a50cfMaria Ribeiro reage à defesa de Caio Blat no caso José Mayer: 'Estou com as minas'.(Imagem:Divulgação)

 

"Pra todo mundo que está perguntando no Twitter e no Instagram: estou cem por cento ao lado da Su — minha amiga corajosa — e das minas. #chegadeassédio", escreveu Maria no Twitter.

Pouco depois do anúncio da TV Globo, que suspendeu José Mayer de suas produções por tempo indeterminado, o ator Caio Blat saiu em defesa do colega e acabou criticado nas redes. O marido de Maria Ribeiro discordou da decisão de afastar Mayer, considerou o assédio "uma brincadeira fora de tom" e ressaltou que "não houve intimidação" no episódio.

A postura de Caio Blat gerou críticas nas redes. Internautas quiseram saber qual seria o posicionamento da mulher do ator, Maria Ribeiro, conhecida pela atuação feminista. Na mesma entrevista, Caio chegou a falar sobre casos de assédio contra Maria.

"A Maria [Ribeiro] passa por isso diversas vezes, me conta. Ainda faz parte da nossa cultura. Ainda mais quando existe uma relação hierárquica. Existe essa tomada de consciência e a mobilização de hoje foi importante", defendeu o ator durante o lançamento de "Os Dias Eram Assim", próxima série das 23h da TV Globo.

O relato da figurinista nos bastidores da novela repercutiu no meio artístico. Funcionárias e atrizes do primeiro escalão da emissora vestiram camisas e usaram as redes sociais para condenar o assédio e se posicionar ao lado de Susllem e de mulheres que sofrem com a cultura machista. Elas apoiaram a hashtag #mexeucomumamexeucomtodas.

Acusado de assediar e de tocar as partes íntimas de Susllem sem o consentimento dela, José Mayer reconheceu o erro e pediu desculpas em carta aberta.

"Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora", diz um trecho do texto.

Fonte: Extra

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba