• Casa dos frios
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Posto Aliança
  • Casa dos frios
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano

Auditoria realizada na folha de pagamento do Governo do estado identificou irregularidades no contra-cheque dos servidores. Entre as irregularidades está, por exemplo, que em uma única conta, um servidor recebia três contra-cheques. O secretário de Administração e Previdêcia Franzé Silva, baixou portaria dando um prazo de 60 dias para que os servidores detectados na ilegalidade regularizem a sua situação. Esse trabalho faz parte do recadastramento e da fase de cruzamento, já foi cruzado com a folha de pagamento com a prefeitura de Teresina e com o Governo Federal. O próximo passo será fazer o cruzamento com os dados das outras prefeituras.

f2138e4d123fb08eff24e987b25874b1Franzé. (Imagem:cidadeverde.com)

"O trabalho está sendo verificado nas contas bancárias dos servidores cadastrados e se as contas correspondem a pessoas recadastradas. Detectamos que nessa fase inicial, uma pessoa recebe contra-cheque por três em uma única conta. Queremos saber o motivo do porque isso está acontecendo e demos 60 dias para que isso se regularize", pountuou.

Essa auditoria constatou-se que 1520 servidores estão recebendo irregularmente. Em um ato de controle pós-recadastramento a Diretoria de Gestão de Pessoas detectou a existência de contas salários sem movimento, mas recebendo créditos normalmente, e outras contas coletivas recebendo depósitos de servidores com matrículas diferentes.

Com isso, de acordo com portaria divulgada no Diário Oficial, a partir de agora o contracheque será vinculado a uma conta específica. Os valores correspondentes a remunerações, proventos e pensões pagas aos servidores ativos e inativos da Administração Direta e Indireta, deverão ser creditadas no Banco do Brasil em conta salário ou conta corrente individual de titularidade do servidor ou pensionista.

Os servidores ou pensionistas que não possuem conta individual terão 60 dias, a contar da data da publicação da Portaria, para adequação de suas contas bancárias na referida instituição financeira. " Após a abertura da conta eles terão que informar os dados e regularizar a situação junto a SeadPrev", alerta o secretário Franzé.

De acordo com ele, após o final do prazo fixado para regularização, dia 27 de junho, não será realizado o depósito dos valores correspondentes à remuneração do servidores em conta-corrente conjunta. "Entendemos que deve ser aberta uma conta específica para este fim, já que salário é pessoal, portanto, o depósito tem que ser feito em conta individual", concluiu o secretário.

 

Fonte:cidadeverde.com

Se você ainda possui faturas em atraso e deseja negociar, a Eletrobras Distribuição Piauí está oferecendo, desde o último dia 03/05, por tempo determinado, condições flexíveis de negociação de débito junto a seus clientes. Para participar, o consumidor deve comparecer a uma das agências de atendimento da Distribuidora munido de documentos de identificação pessoal, visto que a negociação só poderá ser efetivada pelo titular da fatura de energia.

contadenergia 300x250e

As condições de negociação variam de acordo com o perfil do consumidor e cada caso será avaliado através de simulação personalizada. A oferta de condições diferenciadas de negociação é uma das ações que compõem o Plano de Recuperação da Receita apresentado pela Diretoria Comercial no último dia 27/04 e tem como foco principal proporcionar aos consumidores a oportunidade de se tornarem adimplentes com a Distribuidora, evitando possíveis suspensões do fornecimento devido ao aumento do volume de cortes executados no período.

A Eletrobras ressalta ainda que, os consumidores que possuem pelo menos duas faturas vencidas que totalizem entre R$ 200,00 e R$ 6.000,00, dispõem da modalidade de parcelamento simplificado, por meio do atendimento telefônico.

Para mais informações sobre a negociação e outros serviços da Eletrobras Distribuição Piauí, o site da Concessionária é www.eletrobraspiaui.com e o telefone para ligações gratuitas é 0800 086 0800.

 

Fonte: AsCom

O WhatsApp ficou liberado para uso por meio de wi-fi, relataram usuários do aplicativo na tarde desta segunda-feira (2), em comentários no Twitter e no Facebook.
Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa da TIM disse que o bloqueio do WhatsApp foi feito para os planos de dados móveis e de banda larga. A empresa vai apurar relatos de que é possível ter acesso por meio de wi-fi.

2Q
A assessoria da Claro também falou que está em busca de mais informações sobre o acesso por internet fixa ao WhatsApp.
TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel cumpriram a intimação judicial, que impõe multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento.
Para o aplicativo, o bloqueio “pune mais de 100 milhões de brasileiros”. “Estamos desapontados que um juiz de Sergipe decidiu mais uma vez ordenar o bloqueio de WhatsApp no Brasil”, disse em comunicado. (veja íntegra no final da reportagem)
A empresa lamentou a decisão e disse não ter a informação exigida pelo juiz que determinou o bloqueio.
Decisão
A Justiça de Sergipe mandou as maiores operadoras de telefonia do país bloquearem o acesso dos brasileiros ao aplicativo de mensagem instantânea a partir das 14h desta segunda.
A decisão do bloqueio é do juiz Marcel Maia Montalvão, da Vara Criminal de Lagarto, em Sergipe. O magistrado atendeu a um pedido de medida cautelar da Polícia Federal, que foi endossado por parecer do Ministério Público.
O bloqueio foi pedido porque o Facebook, dono do WhatsApp, não cumpriu uma decisão judicial anterior de compartilhar informações que subsidiariam uma investigação criminal. A recusa já havia resultado na prisão do presidente do Facebook para América Latina em março deste ano, em uma decisão do mesmo juiz de Sergipe.
O WhatsApp informa que cooperou “com toda a extensão da nossa capacidade com os tribunais brasileiros”. A empresa voltou a afirmar que a Justiça tenta "nos forçar a entregar informações que afirmamos repetidamente que nós não temos".
Segundo o juiz, a medida cautelar é baseada no Marco Civil da Internet.
Os artigos citados pelo magistrado dizem que uma empresa estrangeira responde pelo pagamento de multa por uma “filial, sucursal, escritório ou estabelecimento situado no país” e que as empresas que fornecem aplicações devem prestar “informações que permitam a verificação quanto ao cumprimento da legislação brasileira referente à coleta, à guarda, ao armazenamento ou ao tratamento de dados, bem como quanto ao respeito à privacidade e ao sigilo de comunicações.”
Veja abaixo o comunicado do WhatsApp:
"Depois de cooperar com toda a extensão da nossa capacidade com os tribunais brasileiros, estamos desapontados que um juiz de Sergipe decidiu mais uma vez ordenar o bloqueio de WhatsApp no Brasil. Esta decisão pune mais de 100 milhões de brasileiros que dependem do nosso serviço para se comunicar, administrar os seus negócios e muito mais, para nos forçar a entregar informações que afirmamos repetidamente que nós não temos."

 

Fonte:G1

Foi realizado na manhã de hoje o tradicional desfile do Ginásio Primeiro de Maio, por conta do aniversário daquela importante unidade de ensino de Floriano, que por mais de meio século vem trabalhando na educação de florianenses. Confira o vídeo do desfile realizado na manhã de hoje pelas principais ruas e avenidas de nossa cidade. 

20160501 090133Desfile do Ginásio Primeiro de Maio. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

 

Da redação.

  • Ada Atten
  • Rastek
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba